SID MOSCA…O MAIOR DOS ARTEIROS

Sid Mosca #1
Sid e suas obras primas, feitas com carinho e dedicação…

Recebo email do amigo Roberto Costa, a triste notícia de perda do maior arteiro automobilístico dos últimos tempos, e um mestre na arte de identificação visual dos capacetes e carros. O cara que dava brilho ao “casco” protetor das cabecinhas dos maiores nomes dos automobilísmo na terrinha e fora das nossas fronteiras, como Mika Hakkinen e Michael Schumacher…
Um pouco de Cloacyr Sidney Mosca, conhecido como Sid Mosca…
Sid entrou para o mundo das corridas como piloto no início da década de 1970. Mas foi o visual agressivo da pintura de seu carro que trouxe notoriedade entre outros pilotos, fazendo com que Sid produzisse em sua oficina de pintura e funilaria na época.

Dentre os carros trabalhados por Sid, está a Brasília de nº 17 de Ingo Hoffmann, que fez história no automobilismo brasileiro, ao Copersucar F-1. Criou capacetes para Emerson Fittipaldi, que na época, era o único brasileiro a vencer na F1. Pintou Brabhams, Lotus, Jordans, entre outros onde conheceu Colin Chapman, que o agraciou com um certificado de grande apreciação, pelo feito de pintar em 12 horas a Lotus de Mario Andretti, que foi destruída pelo fogo na tarde do dia anterior ao GP Brasil de F-1 de 1977.

Sid Mosca #2
Dos capacetes que pintou na F-1, foram campeões mundiais Emerson Fittipaldi (1972/1974), Nelson Piquet (1981/1983/1987), Ayrton Senna (1988/1990/1991) e Keke Rosberg (1982). Na Indy, Emerson foi campeão duas vezes nas 500 Milhas de Indianápolis.

Para comemorar em 1999 os 50 anos da F-1, Bernie Ecclestone, o presidente da FOA (Formula One Association), encomendou ao Sid uma pintura em capacete, em série única de 50 unidades, para homenagear pessoas e pilotos ilustres do mundo da Fórmula 1. É o único “Custom Painter” sul-americano que pertence ao Metal Flake Design Group, entidade voltada para pinturas especiais personalizadas. Ensinou a profissão ao seu filho Alan Sidney Mosca que seguiu seu legado.
Deu entrevista para Revista AutoEsporte a alguns meses atrás, sobre a arte de pintar os capacetes e tudo mais (uma pequena sugestão munha, quando me foi pedido a referência sobre o assunto)!

“A pintura do capacete é a outra face do piloto, que lhe dá uma identificação quando está em ação nas pistas, e me sinto feliz por poder participar da criação da sua imagem, peça valiosa e importante no decorrer da sua carreira. Sinto-me gratificado pelo reconhecimento pleno que tenho tido na minha profissão”. Sid Mosca…

Vai deixar saudades, mas criou escola e hoje temos muitos e bons arteiros de capacetes que seguem a estrada iniciada por Sid!
(reprodução/wikipedia/as imagens sairam na Ed. 551 – 01/04/2011 da Revista AutoEsporte, creio que foi a última entrevista dada por ele oficialmente)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *