PORSCHE CUP – EM SEU 15º ANIVERSÁRIO, SAIBA TUDO SOBRE OS CAMPEONATOS SPRINT E ENDURANCE, INCLUSIVE COM PROVA INTERNACIONAL

O palco da primeira corrida da história da Porsche Cup em 2005 recebe para a primeira etapa da temporada o Campeonato de Sprint, com seis etapas de rodadas duplas e inversão do grid nas segundas corridas. Haverá um campeonato para a versão mais recente dos Porsche 911 GT3 Cup, que correm com motor 4.0 litros, e outra para os carros de motor 3.8 litros. Assim serão quatro provas neste sábado da primeira etapa.
Etapa da Carrera-Cup 4.0 no Velo Citta Foto Luca Bassani

Os campeonatos

A temporada da #PorscheCup tem dois campeonatos. Nas provas de #Sprint, os competidores correm individualmente. São seis etapas ao longo do ano, sempre com rodadas duplas. No campeonato de #Endurance, acontecem três corridas, sempre com revezamento entre os pilotos de cada carro.

Há ainda o simbólico título “overall”, conferido ao piloto de maior pontuação nas nove etapas, combinados os resultados de Sprint e Endurance.

Novidades no pacote técnico

Após bem-sucedidos testes na pré-temporada, em Interlagos, os carros partem para a abertura do campeonato com novos apêndices aerodinâmicos: “gurneys” sobre as asas traseiras e “flaps” na parte dianteira dos carros.

O principal efeito deles é aumentar a carga aerodinâmica sobre os carros, trazendo mais estabilidade nas curvas e freadas de alta velocidade. Com isso pretende-se aumentar a vida útil dos pneus Michelin, o que pode proporcionar mais disputas em todos os pelotões das corridas até as voltas finais.

É grande a expectativa do corpo técnico da Porsche Cup para avaliar o desempenho dos carros em situação real de corrida com os novos componentes aerodinâmicos. Se apresentarem resultados satisfatórios para pilotos e engenheiros, devem permanecer ao longo do ano.

As categorias em disputa

São duas categorias, cada qual com sua classe de entrada. Os carros de motor 4.0 litros disputam a #CarreraCup, mesma nomenclatura das categorias profissionais da Porsche Cup ao redor do mundo. A critério da organização, os pilotos podem ser inscritos também na classe Sport, divisão com pontuação e pódio separados.

Os carros de motor 3.8 litros disputam a #PorscheGT3Cup, categoria que também tem sua divisão Sport, estabelecida pelos mesmos parâmetros.

Todos os competidores da classe Sport pontuam e concorrem nos campeonatos gerais.

Duração das provas de Sprint

Na abertura do campeonato em Interlagos, a primeira corrida de cada categoria terá duração de 30 minutos mais uma volta, um aumento em cinco minutos em relação à duração das corridas dos últimos campeonatos.

A exemplo do uso do gurneys e flaps, o corpo técnico da Porsche Cup vai avaliar os efeitos da corrida de meia hora para então definir se permanece desta forma o restante do ano.

As provas do grid invertido têm previsão de 25 minutos mais uma volta.

O quali

O treino de definição dos grids das corridas 1 acontece na sexta-feira e é dividido em duas partes. Na primeira fase, todos os carros vão para a pista apurar tempo. No Q1 são definidos os dez concorrentes à pole e a ordem de largada a partir do 11º lugar no grid. A seguir os dez mais rápidos da primeira fase voltam para disputar a posição de honra. Não há distinção entre os pilotos das classificações gerais e das classes Sport nos qualis.

Inversão de grid

Para evitar que um piloto se contente com uma posição intermediária visando a pole na prova que encerra cada etapa, não há um número pré-determinado de posições a serem invertidas no grid da segunda corrida. Assim, todos os pilotos têm motivação para avançar o máximo possível nas voltas finais das corridas 1.

Logo após a cerimônia de pódio da primeira prova, o vencedor no geral sorteia na presença dos concorrentes um número que pode ser 6, 7 ou 8. O número sorteado estipula a quantidade de posições a ser invertida na corrida 2.

Pontuação nos campeonatos

As corridas 1 valem mais pontos, conferindo 22 ao vencedor. Até o 7º colocado são deduzidos dois pontos por posição. A partir daí um ponto por posição.

Nas corridas 2 a escala de pontos é igual, com o vencedor somando 20 e um decréscimo de 2 pontos por posição até o 6º colocado. Daí em diante, o decréscimo é de um ponto por posição, até 15º colocado, último competidor pontuar.

Nas classes Sport, o vencedor da corrida 1 marca 12, com dois pontos a menos por posição até o 3º e um ponto por posição, do 4º ao 8º. Na corrida 2 da classe Sport a vitória vale 10 pontos na tabela, o 2º-8, o 3º-6 e, do 4º em diante, o decréscimo de um ponto por posição, até o 8º colocado, que anota 1 ponto.

Para fazer jus aos pontos, os pilotos precisam completar 75% de cada corrida. Se não atingirem a marca, têm como resultado final “DNF”, ficando zerados.

Descartes

Há descartes dos dois piores resultados de cada piloto em todas as classes. Para a soma final do campeonato, contam apenas os 10 melhores resultados de cada competidor. Se um piloto faltar a uma etapa, ele poderá descartar os dois zeros por não ter participado naquele dia. Só não são passíveis de descartes desclassificações por atitudes antidesportivas.

Atuais campeões

Campeões Marcal Muller e Rodrigo Mello comemoram titulo na Sprint Foto Victor Eleuterio

Marçal Müller #544, é o campeão de Sprint da Carrera Cup. Rodrigo Mello #29 venceram a classe de acesso em 2019 com carros 4.0.

Enzo Elias Foto divulgação

O atual campeão com os carros 3.8 é o jovem Enzo Elias #73, que neste ano sobe para os modelos mais potentes. Fran Lara, campeão desta classe de entrada em 2019, também sobe para os carros 4.0 em 2020.

Lista de inscritos (em ordem numérica)

Carrera Cup

Disputa da Carrera Cup 4.0 em Interlagos Foto Luca Bassani

#3 Fran Lara*

#7 Miguel Paludo

#8 Werner Neugebauer

#11 Pedro Boesel

#18 JP Mauro

#20 Pedro Aguiar

#27 Ricardo Baptista

#29 Rodrigo Mello*

#31 Luca Seripieri

#34 Maurizio Billi*

#52 Rodolfo Toni*

#63 Lico Kaesemodel

#73 Enzo Elias

#80 Rouman Ziemkiewicz*

#100 Alceu Feldmann

#544 Marçal Müller

*Classe Sport

GT3 Cup

Largada GT3 Cup 38 no GP Brasil de F1 2019 Foto Luca Bassani

#1 Urubatan Junior

#3 Cristian Mohr

#7 Lucas Salles

#14 André Gaidzinski*

#15 Leonardo Sanchez*

#18 Zeca Feffer

#26 Cesar Urnhani

#32 Guilherme Reischl

#45 Paulo Totaro*

#50 Ramon Alcaraz

#71 Sang Ho Kim*

#77 Francisco Horta

#83 Marco Billi

#85 Eduardo Menossi*

#87 Nelson Monteiro

#88 Georgios Frangulis*

#555 Ayman Darwich*

*Classe Sport


A exemplo do ano passado, a Porsche Cup vai novamente cruzar o Atlântico. O Circuito Estoril, em Portugal, recebe em junho uma etapa sprint e a primeira de endurance em 2020.

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.