AUTO-UNION, ARGENTINA, 1960…

Pinga na cx postal do boteco, essa imagens que retratam a fábrica da AutoUnion (DKW) na Argentina, na década de 60.

Reparem que apesar de rústica e acanhada a linha de montagem, tem até um cabra pendurado sentado numa prancha de madeira, fazendo o quê não sei. Talvez seja o espetor de pessoal ou coisa parecida, que louco.

E as carrocerias no pátio ao sol, será que é para fazer a secagem mais rápida, porque não tinham estufa ou coisa parecida. E esse Sr. ao lado das carrocerias, parece importante.

Tantas interrogações que me deixaram curioso e jogo na roda dos blogueiros de plantão para tentar decifrar tal desafio!

Material enviado pelo blogueiro master Projetista62…
Saloma

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

28 comentários em “AUTO-UNION, ARGENTINA, 1960…

  • 20 de fevereiro de 2009 em 07:37
    Permalink

    Muito legal etas fotos. Só queria uma daquelas carcaças de Belcar expostas ao sol para eu fazer uma carretera. Reparem que na última foto tem uma perua DKW, que me parece, era fabricada por lá.
    Jovino

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 07:37
    Permalink

    Muito legal etas fotos. Só queria uma daquelas carcaças de Belcar expostas ao sol para eu fazer uma carretera. Reparem que na última foto tem uma perua DKW, que me parece, era fabricada por lá.
    Jovino

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 08:23
    Permalink

    Muito interessantes estas imagens.
    A última foto mostra carrocerias da pequena “Van” DKW.
    Acreditava que só tivessem sido fabricadas na Alemanha.
    Carrocerias “guardadas ao tempo”, não é à toa que os carros enferrujavam facilmente.

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 08:23
    Permalink

    Muito interessantes estas imagens.
    A última foto mostra carrocerias da pequena “Van” DKW.
    Acreditava que só tivessem sido fabricadas na Alemanha.
    Carrocerias “guardadas ao tempo”, não é à toa que os carros enferrujavam facilmente.

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 09:39
    Permalink

    Nào vi estamparia, será que as peças vinham separadas e eram soldadas lá?

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 09:39
    Permalink

    Nào vi estamparia, será que as peças vinham separadas e eram soldadas lá?

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 09:55
    Permalink

    Desvendado o mistério das pinturas “saia e blusa”!
    – são para ficar coerentes com o telhado daquele senhor importante da 4ª foto.

    E de quebra não deveria ser muito aconselhável comprar DKW’s Argentinos depois de um longo período de chuvas..[:-)

    []’s

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 09:55
    Permalink

    Desvendado o mistério das pinturas “saia e blusa”!
    – são para ficar coerentes com o telhado daquele senhor importante da 4ª foto.

    E de quebra não deveria ser muito aconselhável comprar DKW’s Argentinos depois de um longo período de chuvas..[:-)

    []’s

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 10:19
    Permalink

    Poxa quantos #96ssss !!
    Sei que está em ótimas maõs em Passo Fundo aos cuidados do Sr. Trevisan…
    Só que é muito looonge e dá uma saudadesssssss
    FG você é um chato !!!!

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 10:19
    Permalink

    Poxa quantos #96ssss !!
    Sei que está em ótimas maõs em Passo Fundo aos cuidados do Sr. Trevisan…
    Só que é muito looonge e dá uma saudadesssssss
    FG você é um chato !!!!

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 13:45
    Permalink

    Nosso amigo pseudo-piloto-jornalista em fase de crescimento vai ter um troço com as fotos, dois tempista que é.
    Imagina só, Saloma… Com esse monte de carroceria e chassis que beleza seriam nossas provas.
    Ahhh… Se tivesse uma máquina do tempo, Flavio Gomes e seu digno Manager, tambem conhecido como Salomão, Saloma, Sahib e Mestre dos Comparsas do Blog entravam nela na hora…

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 13:45
    Permalink

    Nosso amigo pseudo-piloto-jornalista em fase de crescimento vai ter um troço com as fotos, dois tempista que é.
    Imagina só, Saloma… Com esse monte de carroceria e chassis que beleza seriam nossas provas.
    Ahhh… Se tivesse uma máquina do tempo, Flavio Gomes e seu digno Manager, tambem conhecido como Salomão, Saloma, Sahib e Mestre dos Comparsas do Blog entravam nela na hora…

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 17:24
    Permalink

    Pelo abandono geral (parece repartição pública daqui na quarta-feira de cinzas), as fotos devem ter sido tiradas depois do fechamento da fábrica… Na década de 60, tinha uma pick-up dessas aqui no Leblon (RJ), que fazia entregas em uma tinturaria. Pouco tempo atrás confundi com aquelas pick-ups Volks da mesma época, apesar de me lembrar perfeitamente do barulho dos dois tempos…

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 17:24
    Permalink

    Pelo abandono geral (parece repartição pública daqui na quarta-feira de cinzas), as fotos devem ter sido tiradas depois do fechamento da fábrica… Na década de 60, tinha uma pick-up dessas aqui no Leblon (RJ), que fazia entregas em uma tinturaria. Pouco tempo atrás confundi com aquelas pick-ups Volks da mesma época, apesar de me lembrar perfeitamente do barulho dos dois tempos…

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 18:52
    Permalink

    Sempre que passo no Ipiranga, vejo as ruínas da fábrica da DKW. Vendo essas fotos, dá pra imaginar um pouco da correria dentro daquelas ruínas…

    Grandes fotos, Saloma…

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 18:52
    Permalink

    Sempre que passo no Ipiranga, vejo as ruínas da fábrica da DKW. Vendo essas fotos, dá pra imaginar um pouco da correria dentro daquelas ruínas…

    Grandes fotos, Saloma…

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 22:32
    Permalink

    O Flávio Gomes deve estar babando vendo essa fotos.
    Baba FG!.

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2009 em 22:32
    Permalink

    O Flávio Gomes deve estar babando vendo essa fotos.
    Baba FG!.

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2009 em 08:41
    Permalink

    Falando em Argentina, consta que enquanto no Brasil tinhamos cerca de 2.000 pilotos (de todos os niveis, com algum registo em alguma federação)no final dos 90´s, os hermanos eram mais de 10.000.
    Será possivel, alguem conhece alguma estatística?

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2009 em 08:41
    Permalink

    Falando em Argentina, consta que enquanto no Brasil tinhamos cerca de 2.000 pilotos (de todos os niveis, com algum registo em alguma federação)no final dos 90´s, os hermanos eram mais de 10.000.
    Será possivel, alguem conhece alguma estatística?

    Resposta
  • 9 de abril de 2009 em 08:55
    Permalink

    Bom dia !!!

    Quero informações do Paulo Prata e fotos do do seu Maverick Divião 3. Fui um dos seus incentivadores no automobilismo.

    Grande abraço,

    Pedro de Castro

    Resposta
  • 9 de abril de 2009 em 08:55
    Permalink

    Bom dia !!!

    Quero informações do Paulo Prata e fotos do do seu Maverick Divião 3. Fui um dos seus incentivadores no automobilismo.

    Grande abraço,

    Pedro de Castro

    Resposta
  • 9 de abril de 2009 em 10:26
    Permalink

    Eu acho que ali só se montava o carrinho. tipo CDK CKD C sei lá o quê. Os hermanos não tinham parque industrial pra tudo isso.
    Mas é nostalgico de se ver essas imagens completamente diferentes dos chãos de hoje em dia onde não se vê uma poeirinha no canto. Assepsia total. Antes podia ser uma melda o produto, mas havia “alma” na montagem.
    E não duvido de alguns ‘truques’ do tipo do post abaixo dos Trabants.
    Não tá cheio de ‘martelinhos’ de ouro por aí? Alguns até ostentando os diplomas outorgados pelas montadoras como funcionário 100 % ou coisa parecida?

    Mas que o FG vai babar, vcs duvidam? huaaaa….

    Resposta
  • 9 de abril de 2009 em 10:26
    Permalink

    Eu acho que ali só se montava o carrinho. tipo CDK CKD C sei lá o quê. Os hermanos não tinham parque industrial pra tudo isso.
    Mas é nostalgico de se ver essas imagens completamente diferentes dos chãos de hoje em dia onde não se vê uma poeirinha no canto. Assepsia total. Antes podia ser uma melda o produto, mas havia “alma” na montagem.
    E não duvido de alguns ‘truques’ do tipo do post abaixo dos Trabants.
    Não tá cheio de ‘martelinhos’ de ouro por aí? Alguns até ostentando os diplomas outorgados pelas montadoras como funcionário 100 % ou coisa parecida?

    Mas que o FG vai babar, vcs duvidam? huaaaa….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.