STOCK CAR PRO SERIES – FORTE, POTENTE E AGUERRIDA ESSA É A STOCK CAR EDIÇÃO 2021

Com duas provas disputadas em ritmo alucinante, categoria estreou seu novo formato para a temporada 2021 já anunciando brigas constantes, revezamento na liderança e expectativa de finais de tirar o fôlego

NOVO FORMATO – Pela primeira vez as duas provas foram disputadas sem interrupção – com apenas uma volta para inversão dos dez primeiro após a bandeirada da corrida inicial.


Daniel Serra, o melhor piloto do dia em Goiânia Foto Duda Bairros_Stock Car

A equipe Eurofarma RC, Daniel Serra e Ricardo Maurício venceu as duas provas válidas pela primeira etapa da Stock Car Pro Series, no domingo. Foi destaque a performance impecável de Daniel Serra, que venceu a primeira prova e saiu da pista como o maior pontuador da etapa.

As corridas

Sequência da largada da primeira corrida com Cacá liderando mas já tem Serra ameaçando a posição Foto Victor Eleutério/Stock Car
Foto Vanderley Soares

Corrida 1 – Daniel Serra largou em segundo e já na primeira volta tomou a ponta do pole position Cacá Bueno, mas chegou a perder a dianteira para Ricardo Maurício logo após o pit stop.


Daniel na frente na primeira volta com Ricardinho na sua cola e Cacá em terceiro Foto reprodução frame

Ricardinho roda em primeiro e Daniel assume a posição Reprodução frame

Uma volta depois, no entanto, o atual campeão rodou na Curva 1, caindo para nono e entregando a liderança para o companheiro de time Daniel Serra. Cacá Bueno chegou em segundo, com Cesar Ramos terminando a seguir.


Cacá se sustentando a frente de Kodair Reprodução frame

Sequência da largada da corrida 2 com Gaetano na pole Foto Victor Eleutério_Stock Car
Foto Vaderley Soares

Corrida 2 – Foi iniciada com o novo procedimento de inversão de grid com os carros em andamento, uma estreia que ocorreu sem problemas.

Na largada, o pole Gaetano Di Mauro manteve a ponta, com um agressivo Ricardo Maurício no segundo posto. A dupla duelou até a quarta volta, quando Maurício superou Di Mauro para não mais perder a dianteira e conquistar a segunda vitória no dia para a equipe do preparador Rosinei Campos.

O time conquistou ainda mais quatro premiações: os dois troféus Motorolla Volta Mais Rápida (ambas com Ricardo Maurício) e o Claro Man of the Race, concedido ao pilotos que soma mais pontos na soma das duas provas – no caso, Daniel Serra –, além do troféu para a melhor equipe do dia.


Átila Abreu e Galid Osman Foto José Mário Dias

Na corrida 1, Átila Abreu e Galid Osman avançaram duas posições, terminando respectivamente em oitavo e 17º lugares. Já na prova 2 o salto foi mais expressivo, de décimo e 11º para quarto e quinto lugares.

Com o duplo top5 de seus pilotos e os pontos acumulados na primeira bateria, a novíssima equipe Shell V-Power preparada pela Pole Motorsport ocupa agora o terceiro lugar no campeonato de equipes, com 50 pontos. Com o duplo top10, Átila Abreu ocupa a quinta posição na tabela de pontuação, empatado em 30 pontos com outros dois competidores. Galid Osman é 11º, com 20 pontos


Classificação

Daniel Serra soma 44 pontos na liderança, contra 34 de Gaetano Di Mauro e 32 do gaúcho Cesar Ramos. Bruno Baptista (31) é o quarto, seguido por Denis Navarro, Átila Abreu e Thiago Camilo – todos com 30 pontos.

A Confederação Brasileira de Automobilismo aplicou punição a diversos pilotos. Foram os casos da desclassificação de Felipe Massa por causar o acidente que tirou o estreante Gustavo Frigotto da prova e a adição de 20 segundos ao tempo do atual campeão Ricardo Maurício, que o fez sair da zona de pontuação da primeira etapa. Com a punição, Maurício caiu de vice-líder para nono na classificação do campeonato.

Confira o resultado das duas provas em Goiânia corrigidos depois das punições dos comissários técnicos da CBA


Corrida 01
1º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 17 voltas
2º – Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 1s608
3º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 4s510

4º – Bruno Baptista (RCM/Toyota Corolla) – a 6s145
5º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 7s965
6º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 8s823
7º – Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 10s566
8º – Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 10s828
9º – Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 10s879
10º – Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 13s590
11º – Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 16s720
12º – Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 17s874
13º – Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 19s326
14º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 22s368
15º – Gabriel Casagrande (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 29s916
16º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 30s515
17º – Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 36s530
18º – Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 44s987
19º – Gustavo Frigotto (RKL/Chevrolet Cruze) – a 45s099
20º – Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) a 46s020
21º – Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) – a 59s301
22º – Nelson Piquet Jr. (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) – a 3 voltas
23º – Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 5 voltas

Não completaram
Guga Lima (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 7 voltas
Sérgio Jimenez (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) – a 8 voltas
Christian Hahn (Blau Motorsports II/Chevrolet Cruze) – a 11 voltas
Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 12 voltas
Max Wilson (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 16 voltas
Beto Monteiro (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 17 voltas

Desclassificados
Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla)
Ricardo Zonta (RCM/Toyota Corolla)


ENTENDA AS PUNIÇÕES
Corrida 1:
– 
Logo no final da corrida já havia sido anunciada a punição a Ricardo Zonta e Rubens Barrichello com a exclusão dos dois da prova por terem realizado o pit stop obrigatório fora da janela regulamentar;
Allam Khodair, originalmente terceiro colocado na primeira prova, foi penalizado com o acréscimo de 20 segundos a seu tempo de prova por ter acionado o push-to-pass antes de completada a primera volta; assim, ele terminou a prova oficialmente na 14ª posição;
Gabriel Casagrande, oitavo colocado na bandeirada, foi também punido com o acréscimo de 20 segundos a seu tempo de prova por “sobreposição na parada obrigatória sobre o carro #51 (Átila Abreu)”. Acabou em 15º;
Ricardo Maurício, nono colocado, foi punido também com o acréscimo de 20 segundos pelo acionamento do push antes do fim da primeira volta. Terminou na 16ª posição;
– Os pilotos Pedro Cardoso (17º na bandeirada) e Marcos Gomes (18º) receberam a mesma punição de 20 segundos pelo mesmo motivo que Allam Khodair e Ricardo Maurício (uso indevido do push to pass). Foram reclassificados, respectivamente, em 18º e 20º;
– O piloto do carro #88, Beto Monteiro, foi punido por causar colisão com os carros #54 (Tuca Antoniazi) e #65 (Max Wilson). Terá de largar da última posição do grid na próxima etapa, em Interlagos.


Pódio da Corrida 2 – Maurício, di Mauro e Casagrande Foto Duda Bairros_Stock Car

Corrida 2
1º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 12 voltas
2º – Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 2s492
3º – Gabriel Casagrande (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 5s225

4º – Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 9s978
5º – Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 10s022
6º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 11s798
7º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 12s000
8º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 12s090
9º – Bruno Baptista (RCM/Toyota Corolla) – a 12s321
10º – Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 13s375
11º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 13s610
12º – Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 14s102
13º – Ricardo Zonta (RCM/Toyota Corolla) – a 14s481
14º – Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 14s494
15º – Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 17s736
16º – Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 21s165
17º – Christian Hahn (Blau Motorsport II/Chevrolet Cruze) – a 24s919
18º – Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 25s893
19º – Sergio Jimenez (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) – a 56s971
20º – Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 3 voltas
21º – Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) – a 3 voltas

Não completaram
Gustavo Frigotto (RKL/Chevrolet Cruze) – a 7 voltas
Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 12 voltas
Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 12 voltas
Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 12 voltas

Desclassificado
Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze)

ENTENDA AS PUNIÇÕES
Corrida 2:
– Os pilotos dos carros #5 (Denis Navarro, quarto colocado), #29 (Daniel Serra, quinto), #21 (Thiago Camilo, sexto), #44 (Bruno Baptista, sétimo), #30 (Cesar Ramos, oitavo), #85 (Guilherme Salas, nono), #12 (Lucas Foresti, 12º) e #0 (Cacá Bueno, que não terminou), foram punidos com o acréscimo de 5 segundos ao tempo de prova por terem realizado ultrapassagem sob regime de safety car. Respectivamente, eles caíram para as posições de número 6, 7, 8, 9, 11 e 15º (Cacá Bueno não havia terminado a prova, mas ficou classificado com três voltas de defasagem em 20º);
– O carro #91 de Felipe Massa foi desclassificado por incidente com o carro #86 (Gustavo Frigotto).


Classificação do campeonato:
1º – Daniel Serra – 44 pontos
2º – Gaetano di Mauro – 34
3º – Cesar Ramos – 32
4º – Bruno Baptista – 31
5º – Denis Navarro – 30
6º – Átila Abreu – 30
7º – Thiago Camilo – 30
8º – Cacá Bueno – 29
9º – Ricardo Maurício – 29
10º – Gabriel Casagrande – 24
11º – Galid Osman – 20
12º – Guilherme Salas – 19
13º – Lucas Foresti – 17
14º – Diego Nunes – 17
15º – Rafael Suzuki – 14
16º – Pedro Cardoso – 14
17º – Julio Campos – 10
18º – Ricardo Zonta – 8
19º – Allam Khodair – 7
20º – Christian Hahn – 4
21º – Rubens Barrichello – 3
22º – Gustavo Frigotto – 2
23º – Sergio Jimenez – 2
24º – Marcos Gomes – 1
25º – Tuca Antoniazi – 0
26º – Nelson Piquet Jr. – 0
27º – Felipe Massa – 0
28º – Guga Lima – 0
29º – Tony Kanaan – 0
30º – Max Wilson – 0
31º – Beto Monteiro – 0
32º – Felipe Lapenna – 0


A próxima etapa da Stock Car será disputada no dia 16 de maio, em Interlagos

Calendário Stock Car Pro Series/2021
Data / Etapa / Local
25/04 – 1ª etapa – Goiânia
16/05 – 2ª etapa – Interlagos
20/06 – 3ª e 4ª etapas – Velocitta
11/07– 5ª etapa – Cascavel
01/08– 6ª etapa – Curitiba
22/08– 7ª etapa – Curitiba
19/09– 8ª etapa – Santa Cruz do Sul
24/10– 9ª e 10ª etapas – Velocitta
21/11– 11ª etapa – Goiânia
12/12– 12ª etapa – a definir

Calendário Stock Light/2021
Data / Etapa / Local
25/04 – 1ª etapa – Goiânia
16/05 – 2ª etapa – Interlagos
20/06 – 3ª etapa – Velocitta
01/08 – 4ª etapa – Curitiba
22/08 – 5ª etapa – Curitiba
24/10 – 6ª etapa – Velocitta
21/11 – 7ª etapa – Goiânia
12/12 – 8ª etapa – a definir


Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.