PORSCHE CUP BRASIL – CATEGORIA MULTIPLICA POR SEIS AS EMOÇÕES DO CAMPEONATO DE SPRINT

Miguel Paludo o maior campeão da categoria venceu pela terceira vez a prova de abertura da Sprint, e carimbou sua 15ª na pista de Interlagos. Na GT3 Cup: Nelson Monteiro. Na Carrera Cup Sport: Rouman Ziemkiewicz, isso na sexta-feira da rodada dupla com três corridas por dia, sexta e sábado.

A quarta etapa da temporada 2020 em Interlagos marcou a primeira rodada tripla do campeonato de Sprint, com isso o campeonato de provas de curta duração da Porsche Cup saltará de 12 para 13 provas em 2020. A corrida extra será realizada sem quaisquer custos adicionais para pilotos ou patrocinadores -salvo o jogo de pneus Michelin.

A alteração foi aprovada de forma unânime pelos competidores e vai impactar também a pontuação “overall”. Agora serão válidos os 11 melhores resultados de cada piloto, tanto para a Sprint quanto para o ranking combinado com os resultados de cada um nas três provas do Porsche Cup Endurance Series.

Como consequência, o cronograma das três próximas etapas de Sprint passará por ajustes, esses que aconteram na sexta-feira (2 de outubro) em Interlagos. Foram realizadas duas tomadas de tempo (sem top10) e uma corrida, tanto para a Carrera Cup quanto para a GT3 Cup.

O primeiro quali valeu para a prova de sexta, teve a mesma pontuação das corridas 1 (22 para o vencedor, 20 para o segundo colocado etc). O segundo quali definiu o grid das corridas 2, que distribuem pontuação idêntica e aconteceram na manhã de sábado. Já as corridas 3, disputadas no início da tarde de sábado, foi de grid invertido conforme o resultado das provas da manhã e adotaram pontuação das provas de grid invertido (20 para o vencedor, 18 para o segundo colocado, 16 para o terceiro etc).

Os qualis das categorias:

Carrera Cup – [quali 1]

O quali começou com Pedro Aguiar fazendo o melhor tempo, com 1m37s758, por Luca Seripieri e Toni. Na sequência, com os outros pilotos na pista, Werner Neugebauer assumiu a liderança com Ziemkiewicz, líder na Sport. Já passados mais de cinco minutos, Seripieri pegou a ponta, com 1m36s921, com Paludo em segundo e Neugebauer em terceiro. Rouman liderava na Sport, seguido por Toni, Renan Pizii e Maurizio Billi.

Pizii assumiu a liderança na Sport, e Ziemkiewicz, na tentativa de recuperar o primeiro lugar, rodou na entrada da Junção. A 7m30 do fim, Elias assumiu a primeira posição no geral, com 1m36s460, Müller pulou para segundo, a apenas 0s027 do líder, e Paludo, Kaesemodel e Mauro vinham a seguir. Pizii seguia líder da Sport, com Ziemkiewicz, Toni, Mello e Billi.

Faltando menos de cinco minutos, Kaesemodel subiu para o quarto lugar, e Feldmann também superou Mauro, que caiu para sexto. Nos minutos finais, as posições não foram alteradas, e Enzo garantiu a pole position da corrida 1, seguido por Müller, Paludo, Kaesemodel e Feldmann. Na Sport, o estreante Pizii fez a pole, com Ziemkiewicz, Billi, Toni e Mello fechando o top5.

Carrera Cup – [quali 2]

O segundo classificatório da Carrera começou com Neugebauer cravando 1m37s0, seguido de Toni, Pizii, que havia perdido a melhor volta na primeira classificação por passar na linha branca dos boxes, e Ziemkiewicz. Depois de cinco minutos, Feldmann pulou para segundo, 0s7 atrás de Werner.

A sete minutos do fim, Elias e Feldmann travavam uma disputa pela pole position. Enzo chegou a fazer a melhor volta, mas na passagem seguinte, Alceu tomou o primeiro lugar. Aguiar entrou nessa briga e assumiu o primeiro lugar, mas Elias recuperou a ponta. Os primeiros colocados eram Elias, Aguiar, Feldmann e Boesel. Na Sport, Toni, que liderava até aquele momento, perdeu a primeira posição para Billi, à frente de Rouman, Pizii e Mello.

Faltando cinco minutos, Paludo apareceu e assumiu a liderança, 0s056 à frente de Elias. Kasemodel se colocou entre os dois, e Miguel baixou para 1m35s792 para aumentar a vantagem. A menos de um minuto do fim, Pizii pulou de terceiro para segundo na Sport, passando Toni. Billi fez a pole na classe. No geral, Paludo fez a pole, 0s3 à frente de Lico, Elias, Feldmann e Aguiar.

GT3 Cup – [quali 1]

O treino começou com a temperatura do asfalto marcando 53 graus e Nelson Marcondes cravando 1m40s523 na sua primeira tentativa, seguido por Chico Horta, Nelson Monteiro, Leo Sanchez e Zeca Feffer. Na metade do quali, Monteiro baixou a marca de Marcondes, assim como Urubatan Junior. Na categoria Sport, Marcondes seguia na liderança, em quarto no geral, seguido por Georgios Frangulis, Paulo Totaro, AymanDarwich e Sanchez.

Nos minutos finais, os tempos caíram ainda mais, e Salles assumiu a liderança, com 1m40s005, 0s102 à frente de Monteiro, com Horta em terceiro. Urubatan e Marcondes completavam o top5. A três minutos do fim, as posições permaneciam inalteradas, com Salles liderando no geral, e Marcondes na Sport. Feffer chegou a fazer o melhor terceiro setor, mas não avançou do sétimo lugar no geral.

No minuto seguinte, Monteiro rodou no miolo da pista, no Bico de Pato, ao tentar alcançar o tempo de Salles. Faltando 1m20, Márcio Mauro subiu para sexto, passando Marcondes. No fim, Salles ficou na pole da primeira corrida, seguido por Monteiro, Horta, Urubatan e Billi. Na Sport, Marcondes fez o melhor tempo, com Frangulis, Menossi, Totaro e Gaidzinski fechando os cinco melhores.

GT3 Cup – [quali 2]

O segundo treino da GT3 começou com Marcondes cravando 1m40s586, seguido por Marcio Mauro, Monteiro, Totaro e Feffer. Os pilotos baixaram seus tempos na sequência, e Horta chegou a assumir a liderança, mas o piloto do carro #199 recuperou a posição. Um minuto depois, Monteiro foi o primeiro a baixar da casa de 1m40, e tomou a ponta. Marcondes caiu para segundo, seguido por Horta.

Faltando pouco mais de cinco minutos para o fim, Salles fez 1m39s560 e passou a liderar a sessão, mais de 0s3 à frente de Monteiro. Na Sport, Marcondes, que estava em quarto no geral, era o pole, à frente de Frangulis, Darwich e Danilo Menossi e Eduardo Menossi. Outro destaque era Urubatan, que estava nas posições intermediárias mas pulou para o top3.

Nos minutos finais, não houve alterações entre os primeiros colocados, e Salles fez a pole position. Monteiro, Urubatan, Marcondes e Horta fecharam o top 5. Quarto no geral, Marcondes foi o pole na Sport, seguido por Frangulis, Darwich e Danilo Menossi e Eduardo Menossi.


As corridas de sexta da rodada tripla da quarta etapa da temporada 2020

Carrera Cupcorrida 1

Na largada, Elias foi bastante pressionado por Paludo, por dentro, e por Müller, por fora, mas conseguiu manter a liderança. No entanto, Müller assumiu a ponta no Lago, enquanto Enzo, ao tentar se defender, perdeu posições para Paludo, Feldmann e Kaesemodel, que se beneficiaram; Elias caiu para quinto.

Na segunda volta, Paludo atacou Müller até finalmente inverter o traçado na Descida do Lago e tomar o primeiro lugar. Na abertura da terceira volta, Alceu partiu em busca da segunda posição, mas Marçal resistiu, o que permitiu a Paludo folgar na frente. Já Elias tentou passar Feldmann, mas houve o contato com Kaesemodel.

Outra disputa quente foi entre Feldmann e Neugebauer, que chegaram a se tocar, e isso possibilitou a Seripieri, Ziemkievicz e Toni, líder da Sport, entrarem na briga. Na terceira volta, o pole position Elias abandonou no Pinheirinho depois de alguns toques na prova. Logo depois, Elias, Feldmann e Kaesemodel entraram sob investigação pelo toque que fez Lico rodar. Na frente, Paludo liderava três segundos à frente de Müller, que era seguido por Mauro e Boesel, estes disputando o terceiro lugar.

Feldmann chegou a assumir o quinto lugar ao passar Neugebauer mas perdeu o ponto de freada e caiu para décimo. Logo depois, Boesel tentou passar Mauro, mas este se defendeu bem. Na Sport, Toni liderava, mas também se defendia dos ataques de Ziemkiewicz na briga pelo sétimo lugar no geral.

Na sétima volta, Kaesemodel e Feldmann, que faziam corridas de recuperação e disputavam o décimo lugar, se tocaram na Descida do Lago. Lico conseguiu continuar, mas Alceu perdeu mais posições.

Àquela altura, Paludo, mesmo com lastro pela liderança do campeonato, abria mais de seis segundos sobre Müller, com Mauro, Boesel e Neugebauer completando o top 5. Na Sport, Toni, Ziemkiewicz, Mello e Billi eram os primeiros colocados.

Na parte final da prova, Müller começou a perder terreno para Mauro e Boesel, o que deixou a disputa pelo segundo lugar acirrada, enquanto Paludo abria sete segundos na frente. Já Billi assumiu momentaneamente o terceiro lugar na Sport ao passar Mello na Junção, mas passou do ponto e levou o “X”.

Na volta 11, Aguiar atacou Toni no “S” do Senna mas não conseguiu completar a manobra na disputa pelo sétimo lugar. Toni queria manter um carro entre ele e Ziemkiewicz, o segundo na Sport.

A menos de cinco minutos do fim, a briga pela segunda posição tinha um pelotão com seis pilotos: Müller, Mauro, Boesel, Neugebauer e Seripieri. Boesel tomou o terceiro lugar de JP a 1m50 do fim do tempo, no “S” do Senna. Na mesma volta, Seripieri e Neugebauer disputaram lado a lado na Reta Oposta, e Luca pulou para quinto.

Com Paludo dez segundos à frente de Marçal, as disputas seguiam constantes, com Neugebauer tentando o troco sobre Seripieri no Laranjinha, e Mauro buscando o terceiro lugar sobre Boesel. Com tranquilidade, Paludo alcançou a terceira vitória no ano e trigésima na categoria, com Müller, Boesel, Mauro e Seripieri fechando o top 5.


Bandeirada para Miguel Paludo Foto Luca Bassani

Na última volta, Toni teve um contato com Kaesemodel no Bico de Pato, e os dois rodaram. Com isso, Rodolfo perdeu a liderança na Sport para Ziemkiewicz. Toni ainda chegou em segundo na classe, com Mello e Billi a seguir.


Rouman Ziemkiewicz com o troféu da Carrera Sport Foto Luca-Bassani

Pódio Carrera Cup
Luca Bassani
Pódio Carrera Sport
Luca Bassani

Campeonato

Carrera Cup

  1. Miguel Paludo 98
  2. Alceu Feldmann 74
  3. Lico Kaesemodel 65
  4. Marçal Muller 62
  5. Werner Neugebauer 60
  6. Pedro Boesel 50
  7. Enzo Elias 47
  8. Luca Seripieri 43
  9. Pedro Aguiar 42
  10. JP Mauro 40
  11. Rodolfo Toni 28
  12. Maurizio Billi 22
  13. Rodrigo Mello 22
  14. Christian Hahn 20
  15. Rouman Ziemkiewicz 19
  16. Ricardo Baptista 17
  17. Fran Lara 17
  18. Eduardo Azevedo 7
  19. Renan Pizii 0

Carrera Cup Sport

  1. Rodolfo Toni 45
  2. Rodrigo Mello 38
  3. Maurizio Billi 35
  4. Rouman Ziemkiewicz 34
  5. Fran Lara 30
  6. Eduardo Azevedo 12

GT3 Cupcorrida 1

A largada teve Salles mantendo a liderança até o “S” do Senna mas, no meio do grid, Urubatan e Mauro tiveram um contato, com Billi pegando a sobra. Na segunda perna do “S” do Senna, Salles passou reto, possibilitando a Horta assumir a ponta. Na Reta Oposta, Darwich saiu da pista e, na volta, houve um contato com Frangulis. O safety car foi acionado.


Disputa acirrada na GT3 Cup Foto Victor Eleuterio

Quem teve uma grande largada foi Leo Sanchez, que ganhou nove posições e subiu para quinto. O safety car ficou na pista até faltarem 11 minutos para o fim, e veio a informação de que Salles seria investigado por cortar o “S” do Senna. Na relargada, Salles tentou atacar Horta para recuperar a ponta, mas sem sucesso, bem como Marcondes partiu para cima de Monteiro na disputa pelo terceiro lugar.

Na abertura da sexta volta, Marcondes pegou o vácuo de Monteiro e fez a ultrapassagem no “S” do Senna para tomar a terceira posição – ele já liderava na Sport, à frente de Sanchez e Eduardo Menossi. Ainda na sexta volta, o sexto colocado Urnhani ficou lento na pista. Já Marcondes pressionou Salles e assumiu o segundo lugar. Rapidamente, ele tentou pegar a ponta de Horta, mas sem sucesso.

Duas voltas depois, Marcondes colocou de lado em Horta e assumiu a liderança rapidamente, mas entrou forte demais no “S” do Senna, e Chico deu o troco. Na Reta Oposta, Monteiro tentou atacar Salles mas não conseguiu o terceiro lugar. Lucas foi absolvido pela investigação do corte no “S” do Senna foi novamente investigado por procedimento irregular na relargada e acabou punido em 20 segundos ao tempo de prova.


Toque que definiu a vitória de Nelson Monteiro Foto Luca Bassani

Um dos destaques da corrida era Marcondes, que largou em sétimo e disputava a vitória no geral como líder da Sport. Este ainda tentava atacar Horta, que se defendia. A pressão deu certo: na última volta, Chico saiu da pista na Descida do Lago e acabou acertando Marcondes e Salles. A ponta caiu no colo de Monteiro, à frente de Sanchez, Feffer e Eduardo e Danilo Menossi, que fecharam o top 5. Na Sport, Sanchez foi o vencedor, seguido por Eduardo e Danilo Menossi, Totaro e Gaidzinski.

Nelson Monteiro Foto Luca Bassani

Pódio GT3 Cup
Luca Bassani
Pódio GT3 Sport
Luca Bassani

Campeonato

GT3 Cup

  1. Zeca Feffer 78
  2. Nelson Marcondes 65
  3. Marco Billi 62
  4. Nelson Monteiro 60
  5. Lucas Salles 55
  6. Urubatan Jr 51
  7. Eduardo Menossi 49
  8. Paulo Totaro 39
  9. Ayman Darwich 36
  10. Leonardo Sanchez 33
  11. Marcio Mauro 32
  12. Francisco Horta 32
  13. Cesar Urnhani 25
  14. Ramon Alcaraz 22
  15. André Gaidzinski 20
  16. SangHo Kim 14
  17. Danilo Menossi 14
  18. Georgios Frangulis 13
  19. Guilherme Reischl 6
  20. Cristian Mohr 5
  21. Ricardo Fontanari 1
  22. Bruno Campos 0

GT3 Cup Sport

  1. Nelson Marcondes 41
  2. Eduardo Menossi 41
  3. Paulo Totaro 33
  4. Ayman Darwich 30
  5. Leonardo Sanchez 27
  6. André Gaidzinski 23
  7. Georgios Frangulis 13
  8. SangHo Kim 11
  9. Danilo Menossi 8
  10. Ricardo Fontanari 6
  11. Bruno Campos 2

“Trabalho em equipe, eu devo tudo isso a eles. Estamos num entrosamento muito grande, isso vem de anos. Pablo, Felipe, Petrônio e eu conseguimos desenvolver isso, a nossa comunicação é muito boa. Isso é dedicação, é trabalho, nunca estamos satisfeitos. É agradecer a eles por essa vitória de hoje, foi muito bom para o campeonato, temos conseguido emplacar resultados seguidos, o que nos anos anteriores não foi fácil. Então é ter a cabeça no lugar, pensar no campeonato. Amanhã largamos na pole, mas é outro dia, vamos lá, uma corrida de cada vez. “

Miguel Paludo
Foto Luca Bassani


“Haja emoção e fôlego. O calor que estava aqui em Interlagos hoje não foi brincadeira. Hoje tivemos treino livre, quali e corrida, tivemos muitas atividades na pista. Saindo para a corrida tive que trocar de carro ainda, o capô do meu abriu e quebrou o parabrisa. Dei uma volta inteira com o capô aberto e me esperaram na largada para voltar com o carro reserva. Apesar de acertar o setup não é a mesma coisa. Não abusei muito do carro reserva com medo de errar. Mantinha uma distância boa para os líderes, mas o enrosco com três carros me fez ir para a área de escape, o pneu ficou cheio de borracha. Mas, mesmo assim consegui trazer ele para casa”

Nelson Monteiro
Foto Victor Eleuterio


“Foi interessante porque acabei pegando a pole não por ter feito o melhor tempo, mas porque o Renan foi punido. Larguei superbem, até melhor do que o pessoal da GT3. Durante a prova, deixei o pessoal da GT3 passar e nisso dei uma errada. Não queria passar o cara da frente, vacilei, e o Toni me passou. Fiquei perto dele, cheguei a encostar nele algumas vezes. Do meio da prova em diante, as marchas não reduziram mais, tive de fazer o “S” do Senna e o Sol em quinta, e nisso sofri uma pancada, e o carro ficou torto. Não consegui mais fazer tempo, mas precisava acabar em segundo, estava bem, seis segundos à frente. O que importava será a pontuação, mantive a cabeça, fiquei esperando, e aconteceu o que aconteceu. O que vale é acabar a corrida, e acabei em primeiro, estou feliz! Foi a primeira das três!”

Rouman Ziemkiewicz
Foto Luca Bassani


“Bem feliz com as duas poles, esse era o grande objetivo do dia. Me decepcionei um pouco com meu resultado na geral, achei que no primeiro tínhamos o potencial para estar entre os três primeiros. Largo de P7 hoje e P4 amanhã com lastro de 35kg que custa no nosso tempo cerca de dois décimos. Vamos sair mais do fundo, porém tem tudo para ser uma etapa divertida.”

Nelson Marcondes
Foto Luca Bassani


“Foi realmente uma corrida maluca. Estávamos um pouco em desvantagem na largada, porém deu para garantir a terceira posição e terminar o dia líder geral. Amanhã tem mais e espero manter a liderança”

Zeca Feffer
Foto divulgação


As corridas de sábado da rodada tripla da quarta etapa da temporada 2020

Carrera Cup – Corrida 2

Largada Carrera Cup Foto Luca Bassani

Paludo sustentou a dianteira na largada. Lico tentou ataque, mas acabou surpreendido por Enzo Elias. Alceu Feldmann aproveitou e avançou para terceiro no fim da reta oposta
Foto Victor Eleuterio

Na volta seguinte Lico tentou dar o troco sobre Alceu no mesmo ponto. Passou sobre a zebra na freada e espalhou, atrapalhando o piloto do carro #100 no processo. Pedro Aguiar, Werner Neugebauer, Marçal Müller, JP Mauro e Pedro Boesel acabaram se aproveitando e passando tanto Lico quanto Alceu como resultado.


Na classe Sport a liderança era de Renan Pizii, bastante pressionado por Maurizio Billi nas voltas iniciais Foto Luca Bassani

Enquanto na cabeça do pelotão Enzo Elias procurava seguir o ritmo de Paludo e manter a pressão sobre o líder na metade da prova, Lico tentava recuperar posições. Primeiro passou Boesel, depois abriu ataque a JP Mauro. Conseguiu passar o carro #270 na volta 9, na tomada da Junção.

Pedro Boesel passou JP pela sétima posição na volta 10. Alceu Feldmann também passou o carro #270.

Disputa entre Miguel Paludo e Enzo Elias Foto Luca Bassani

Na 13ª volta, Elias ainda acompanhava Paludo, mas sem um ataque efetivo. Já Neugebauer atacava Pedro Aguiar pelo terceiro lugar. Mais atrás, Feldmann mergulhou por dentro de Pedro Boesel no Bico de Pato e acabou tocando novamente o carro de Lico, que vinha à frente. O #63 rodou, e Alceu tentou seguir com a frente danificada do carro #100.


Miguel Paludo recebendo a bandeirada Foto Luca Bassani

Paludo venceu pela 31ª vez na carreira e 16ª em Interlagos, igualando o recorde de vitórias de Ricardo Baptista com o Porsche na principal pista do Brasil. Enzo Elias cruzou em segundo lugar. De tanto pressionar, Werner mergulhou na Junção e passou Aguiar a metros da chegada. Müller completou o top5.

Na classe Sport a vitória ficou com Renan Pizii, depois de uma tocada muito consistente. Billi cruzou em segundo, seguido por Rodrigo Mello e o vencedor da véspera, Rouman Ziemkiewicz.

Carrera Cup – Corrida 3

Paludo sorteou o número seis depois do pódio, determinando a respectiva inversão de posições no grid. Assim Pedro Boesel ficou com o primeiro lugar e ele com o 6º lugar.


Na largada, Boesel manteve a liderança enquanto Muller segurava a segunda colocação após Pedro Aguiar colocar por dentro na primeira curva Foto Luca Bassani

Na segunda volta, Pedro Aguiar colocou por dentro na curva do mergulho e fez a ultrapassagem sobre Marçal Muller, subindo para segundo. Werner Neugebauer que vinha em quarto se aproximou do pelotão e na curva do lago também ultrapassou o piloto do carro #544.

Na categoria Sport Renan Pizii era o líder, seguido por Maurizio Billi e Rodrigo Mello.

Na quarta volta Muller, Enzo Elias e Miguel Paludo formavam uma fila valendo a quarta colocação da prova. Com isso Neugebauer abriu vantagem e começou a se aproximar dos líderes.

Na quinta volta, Pedro Aguiar colocou por dentro na curva do lago em busca de assumir a ponta, no entanto, Pedro Boesel se recuperou e passou o adversário após toque de porta com porta. Com isso Neugebauer se aproximou muito e passou a atacar os dois primeiros colocados.

O toque entre os líderes rendeu uma advertência para Boesel. Três voltas mais tarde Miguel Paludo colocou por dentro no final da curva do laranja e assumiu a quinta colocação de Enzo Elias.

Na sequência, JP Mauro ultrapassou Enzo no final da reta dos boxes, por fim, Elias rodou na curva do laranja, caindo do sétimo para o 14º lugar.

Na classe Sport, Pizzi continuava soberano na liderança enquanto Rodrigo Mello superava Billi e assumia a segunda colocação.


Rodrigo Mello Foto Luca Bassani

Faltando menos de quatro minutos para o fim da prova, na volta 12, Boesel, Aguiar, Neugebauer e Muller disputavam curva a curva as quatro primeiras posições. Mas sem troca de posições.


Marçal Muller Foto Luca Bassani

Na última volta, Marçal Muller forçou no Laranja em cima de Neugebauer, o atual campeão da Porsche Carrera Cup perdeu o ponto de freada e acertou o piloto do carro #8. Com isso, Miguel Paludo assumiu o terceiro lugar da prova.


Pedro Boesel recebe a bandeirada Foto Luca Bassani

No final das 17 voltas, Pedro Boesel foi o primeiro, seguido por Pedro Aguiar, Miguel Paludo, Marçal Muller e Lico Kaesemodel.

Na classe Sport Renan Pizii venceu pela segunda vez no final de semana, Rodrigo Mello foi segundo e Maurizio Billi o terceiro.

GT3 Cup – Corrida 2

Lucas Salles segurou a dianteira e Nelson Monteiro veio em segundo. Nelson Marcondes, em terceiro, atacou desde o início pela vice-liderança e conseguiu o movimento na volta 2.

Na sequência, Marcondes partiu pelo ataque sobre Salles. Logo atrás, Urubatan Jr pressionava Monteiro.

Na volta 4 Marcondes assumiu a dianteira com manobra por fora no contorno da primeira perna do S do Senna. Assim liderava tanto no geral quanto na classe GT3 Sport.

O carro #199 abriu mais de um segundo até a volta 7. Salles tentava acompanhar, mas logo atrás Monteiro, Urubatan e Marco Billi vinham praticamente colados.

Na volta 9 Lucas encostou em Marcondes no Lago. Nelson espalhou no contorno da Junção e deixou a porta aberta para o competidor do carro #7 retomar a liderança na subida do Café.

Marco Billi passou Urubatan no fim da reta na volta 12.

No mesmo trecho, Danilo Menossi e Paulo Totaro disputavam o 11º lugar no geral e a quinta e última posição de pódio na classe Sport, com o carro #45 levando a melhor.

Nelson Monteiro veio determinado a recuperar o segundo lugar na volta 14. Mas Nelson Marcondes duas vezes neutralizou seus ataques: no fim da reta principal e no fim da reta oposta. O duelo seguiu até a volta final, mas sem mudança de posições.

Na bandeirada, Lucas Salles venceu, com Marcondes em segundo vencendo na Sport, Monteiro em terceiro, Billi em quarto e Urubatan em quinto.

Em nono lugar no geral, Eduardo Menossi foi segundo na classe Sport, seguido por Leo Sanchez, Totaro e Georgios Frangulis. O último lugar no pódio para o piloto do carro #88 veio na volta final, se espremendo no pouco espaço deixado por André Gaidzinski a metros da bandeirada.


Campeonato

Carrera Cup           

1. Miguel Paludo 136           
2. Alceu Feldmann 88           
3. Werner Neugebauer 87           
4. Lico Kaesemodel 85           
5. Pedro Boesel 82           
6. Marçal Muller 81           
7. Pedro Aguiar 76           
8. Enzo Elias 71           
9. Luca Seripieri 55         
10. JP Mauro 52         
11. Maurizio Billi 36               
Rodrigo Mello 36         
13. Rodolfo Toni 29         
14. Rouman Ziemkiewicz 27         
15. Christian Hahn 20         
16. Ricardo Baptista 17             
  Fran Lara 17               
Renan Pizii 17         
19. Eduardo Azevedo 7

Carrera Cup Sport

1. Rodrigo Mello 54
2. Maurizio Billi 51
3. Rodolfo Toni 49
4. Rouman Ziemkiewicz 46
5. Fran Lara 30
6. Renan Pizii 22
7. Eduardo Azevedo 12

GT3 Cup – Corrida 3

Com a inversão do grid determinada por sorteio, Márcio Mauro ficou com a pole.

Na largada, Mauro manteve a primeira posição enquanto Cesar Urnhani conquistou o segundo lugar após uma ultrapassagem sobre Zeca Feffer na Curva do Lago.

Na segunda passagem pela pista, Urubatan Junior abandonou enquanto Nelson Marcondes assumia a sexta posição após ultrapassagem sobre Marco Billi. Na mesma volta Nelson Monteiro ultrapassou Zeca Feffer na entrada do “S”do Senna e assumiu a terceira colocação.

Na terceira volta, Francisco Horta tentava ultrapassar Leonardo Sanchez no fim da reta dos boxes, na busca pela 11ª posição. Na entrada do “S” do Senna Horta retardou a freada, mas perdeu o controle e rodou, Sanchez acabou rodando na sequência.

Na quinta volta, Nelson Monteiro alcançou Cesar Urnhani e decretou aberta a temporada de caça em busca da segunda posição. Monteiro foi neutralizado em suas tentativas e Marcondes, quarto colocado, também entrou na disputa.

Na categoria Sport, Nelson Marcondes liderava, seguido por Eduardo Menossi e Ayman Darwich.

Na volta sete, Nelson Monteiro ultrapassou Urnhani e garantiu a segunda posição na prova colocando por dentro do carro #26 no final da reta dos boxes. Rapidamente o piloto do carro #87 alcançou o líder Márcio Mauro e iniciou a pressão em busca da liderança.

Na volta seguinte, na curva da junção, Monteiro se aproximou de vez do líder e na curva do café assumiu a ponta da prova. Mauro ainda tentou o contragolpe no “S”do Senna, mas não conseguiu recuperar a posição.

Na classe Sport, Leonardo Sanchez assumia a terceira colocação após ultrapassagem sobre Danilo Menossi. O piloto do carro #15 vinha e grande recuperação após cair para oitavo na categoria.

A sequência da prova foi com Márcio Mauro tentando recuperar a primeira posição de Nelson Monteiro. O piloto do carro #11 chegou a fazer a melhor volta da prova na passagem número 12.

Na 14ª volta Marcondes tentou ultrapassar Cesar Urnhani em busca do terceiro lugar, no entanto, o piloto do carro #99 retardou demais e freada no “S”do Senna e Urnhani retomou a posição.

Após 16 voltas completadas, Nelson Monteiro venceu a corrida três em Interlagos, Márcio Mauro foi segundo, Cesar Urhani o terceiro. Completaram o top cinco Nelson Marcondes e Marco Billi.

Na classe Sport Marcondes venceu pela segunda vez no final de semana, seguido por Danilo Menossi e Eduardo Menossi.


Campeonato

GT3 Cup

1.Nelson Marcondes 100
2. Nelson Monteiro 98
3. Zeca Feffer 97
4. Marco Billi 90
5. Lucas Salles 87
6. Urubatan Jr 65
7. Eduardo Menossi 64
8. Marcio Mauro 59
9.Cesar Urnhani 53
10. Paulo Totaro 51
11. Leonardo Sanchez 45
12. Ayman Darwich 41
13. Francisco Horta 27
14. André Gaidzinski 26
15. Danilo Menossi 23
16. Ramon Alcaraz 22
17. Georgios Frangulis 22
18. SangHo Kim 14
19. Guilherme Reischl 6
20. Cristian Mohr 5
21. Ricardo Fontanari 1
22. Bruno Campos 0

GT3 Cup Sport

1.Nelson Marcondes 63
2. Eduardo Menossi 57
3. Paulo Totaro 46
4. Leonardo Sanchez 40
5. Ayman Darwich 37
6. André Gaidzinski 30 
7. Georgios Frangulis 23
8. Danilo Menossi 20
9. SangHo Kim 11
10. Ricardo Fontanari 6
11. Bruno Campos 2



“Muito feliz com essa vitória, minha terceira etapa na Porsche Cup e consegui essa vitória. Venho evoluindo muito, mas ainda não estamos no ritmo dos caras que estão andando na frente, mas estamos chegando neles. Sabia que para me consagrar aqui tinha que largar bem e consegui isso. Fiz uma corrida limpa, sem erros e muito dura. Feliz demais com essa vitória e com o final de semana em geral.”

Pedro Boesel


“Muito feliz pela primeira vitória na GT3. Larguei bem, mas perdi um pouco de ritmo durante a prova, o que possibilitou o Nelsinho de me passar. Impus um pouco de pressão e retomei a posição. Depois disso foi só olhar para frente e esperar a bandeirada.”

Lucas Salles


“Legal demais. Aprendi muito nesse final de semana andando junto com os caras da principal. Estou muito contente e feliz. O carro estava manhoso no final, nunca havia andado nessa condição, ontem fez muito calor e hoje caiu bastante a temperatura. Em resumo eu estou muito feliz com meu desempenho.”

Renan Pizii


Chegamos no final de semana com o objetivo de liderar a geral e manter a dianteira da Sport. Sabia que estaria com o carro competitivo para essa etapa. O Salles e o Horta são muito rápidos nos qualis e nas corridas. Ontem tivemos a infelicidade no final da corrida que me custou a vitória da geral. Hoje foi completamente diferente, duas vitórias na Sport e pódio na geral nas duas largadas de hoje, o resultado me coloca na liderança do campeonato, agora é manter o desempenho para terminar o ano como campeão da classe e da geral.”

Nelson Marcondes



Material Porsche Cup/texto/fotos

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.