FÓRMULA 1 – “O MEU CHEIRO PREFERIDO É DE BORRACHA QUEIMADA” … Gilles

Definições de Gilles Villeneuve por pilotos e amigos sempre lembrada como um grande piloto.

15Gilles Villeneuve Foto divulgação

‎- Niki Lauda: “GV foi um dos meus preferidos. Gostei de tudo nele…foi o piloto mais maluco que alguma vez a F1 viu.”

– Nelson Piquet: “Ele era um bocadinho maluco mas certamente um fenómeno. Ele conseguia fazer coisas que eram inalcançáveis para os demais.”

– Eddie Chever: “Toda a gente concorda que GV sempre arriscou mais do que qualquer outro piloto. Foi assim que ele construiu a sua carreira.”

– Jody Scheckter: “O GV estava sempre a colocar-se á prova em cada volta. Nunca o ouvi dizer que ia ir com calma. Era sempre ao máximo.”

– Nigel Roebuck: “A multidão adorava-o porque ele, de todos os pilotos que lá andavam, era o único que não trabalhava com uma rede de protecção.”

– Seville Villeneuve: “Gilles não tinha medo nenhum. Ele sempre guiou rapidíssimo, no limite. Ele sempre fez ir ao máximo que dava, tudo aquilo que guiou.”

– GV: “O meu cheiro preferido é o da borracha queimada.”

– GV: “Despistei-me várias vezes mas diverti-me imenso, e ganhei 70% das corridas.”

– Joann Villeneuve: “Ele chegou a casa e disse, vendi a casa para comprar um carro.”

– Joann Villeneuve: “ Pensei que ele talvez fosse um bocadinho maluco.”

– Kris Harrison: “GV sempre soube exactamente o que queria e sempre fez o que achava que tinha que fazer para consegui-lo – não importava quais fossem os obstáculos.”

– Ray Wardell: “Ele sabia quais eram os limites dele. O que acontecia era que esses limites eram diferentes dos normais e ele estava preparado para usa-los muito mais frequentemente que os outros.”

– John Lane: “ Depois de um acidente enorme ele entrava no carro reserva e fazia a PP, como se nada fosse, clássico GV.”

– Gaston Parent: “ Olhei para aquele miúdo e reparei que ele era muito animado e quando falava de corridas, vibrava.”

– Kris Harrison: “ E ali estava o GV, com exactamente o mesmo equipamento, mas milhas á frente dos rapazes da F1.”

– Keke Rosberg: “ Não tenho duvidas nenhumas, GV era anormalmente valente. Numa competição directa era o maior sacana que eu conheci, mas totalmente justo. Era um piloto gigantesco.”

– Chris Amon: “ Só conheci um piloto no mundo que tinha a capacidade de controlar o carro que GV tinha, alguém que sempre sabia onde estava o carro em qualquer situação. Esse piloto era Jim Clark.”

– Gilles Villeneuve: “ Disse para mim mesmo, este é o Scheckter e aquele é o Andretti e eu consigo andar com eles. Fiquei muito satisfeito.”

– Gilles Villeneuve: “Enzo Ferrari pessoa física telefonou-me e disse. Você está preparado para guiar para nós? Eu respondi, é claro que estou.”

– António Tomaine: “ Ele vai melhorar. É muito cedo para julga-lo.”

– Gilles Villeneuve a Joann: “Espera por mim, não me demoro.”

– Jody Scheckter: “ GV foi o homem mais genuíno que conheci.”

– Ronnie Peterson: “ O homem é uma ameaça pública.”

– Gilles Villeneuve: “ Não penso em morrer, mas aceito o facto de que a morte faz parte do jogo.”

– Gilles Villeneuve. “ Este é o dia mais feliz da minha vida.”

– Carlos Reutemann: “ GV é muito bom piloto. Um dia vai ser campeão do mundo. Para o ano vai fazer a vida negra ao Scheckter.”

– Jody Scheckter: “ A minha preocupação era manter-me vivo mas o Gilles tinha que ser o mais rápido em todas as voltas – mesmos nos testes.”

– Gilles Villeneuve: “ A minha estratégia é ir o mais depressa possível todo o tempo.”

– Jody Scheckter: “ Para o GV as corridas de automóveis eram uma coisa romântica. Nos éramos amigos íntimos a fazer o mesmo trabalho na mesma equipa mas tínhamos atitudes completamente diferentes com relação a isso.

– Jackie Stewart: “ GV é soberbo e eu acredito que ele ainda vai melhorar mais.”

– John Watson: “ GV evoluiu o impensável. Ele é muito, muito rápido e tem um potencial tremendo.”

– Jody Scheckter: “ Supostamente a equipa era para ser composta por mim, que ganhava tudo, e por aquele pequeno Canadiano que estava aqui para me ver e aprender…”

– Jody Scheckter: “ GV queria ganhar voltas. Ele realmente não queria ganhar corridas e muito menos campeonatos, isso era uma consequência e não um desejo.”

– Gilles Villeneuve: “ Jody, olha o que escreveram sobre ti no jornal, és famoso.”, e punha-lhe o jornal á frente da cara enquanto o outro dirigia a 200 km/h na auto-estrada.

– Mauro Forghieri: “ Hoje GV guiou tão rápido que ficou sem gasolina.”

– Mauro Forghieri: “ O mínimo que hoje podemos fazer a GV é dar-lhe uma enorme salva de palmas. Se fosse Jim Clark a imprensa diria que tinha sido a maior corrida da sua vida.”

– Mauro Forghieri: “ GV tem raiva de vencer, muito mais que qualquer outro piloto.”

– Gilles Villeneuve: “ Quando passava na piscina estava muito rápido e podia ver claramente que o publico estava a apreciar o que eu estava a fazer.”

– Gilles Villeneuve: “ A chicane de Mónaco não passa de um borrão, é rapidíssima! Cada vez que lá entro digo: Wow! – vou me partir todo! Depois: SHOOOM! ZAP! Já passou. Travas – o alcatrão é tão mau que te faz sacudir muito e mal vês – e quase ao mesmo tempo já passaste. Mas a verdade é que não sabes bem o que se está a passar. É muito, muito rápida. Um borrão …… podes ouvir – de facto sentir – que vais realmente rápido porque o motor não baixa as rotações. É uma sensação completa: ouvir e sentir – com se fosse uma dança, como uma valsa, onde cada compasso e cada nota leva a outra.”

– Rene Arnoux: “Eu penso que só duas pessoas poderiam ter feito aquilo, GV e eu. Para mim aquilo é a minha melhor memória de GV. Ele era um muito bom tipo tanto na vida como na pista. Gostava dele porque ele era completamente natural. Ele era muito popular porque ele dizia exactamente o que ia na sua cabeça. Aquilo era muito importante para mim. Se GV te dizia alguma coisa é porque era assim que era.”

– Enzo Ferrari: “Eu acho que a Ferrari tem em GV um piloto maravilhoso.”

– Jody Scheckter: “Depois de Dijon queixei-me que nem um doido ao Piccinini e ao Forghieri para que me dessem o melhor material e para segurarem o GV…mas eles não fizeram nada.”

– Alan Jones: “Estava meio á espera que um Renault pudesse aparecer durante a largada mas de maneira nenhuma um Ferrari. Apanhou-me realmente de surpresa e pensei: Mas de onde raio veio ele.”

– Enzo Ferrari:” Não se esqueçam que Nuvolari ganhou uma corrida só com 3 rodas”.

– Nigel Roebuck: “ Graças a Deus que haverá sempre algumas pessoas neste mundo que simplesmente não sabem o que é desistir. Foi um bocadinho louco concordo mas é bom não se esquecerem que o que ele fez veio da sua competitividade e do seu espírito que caracterizam todas as suas corridas. Ele gosta de ganhar mais do que de não perder.”

– Gilles Villeneuve: “Para mim, enquanto o carro andar eu guio-o.”

– Denis Jenkinson: “ O seu julgamento a alta velocidade, os seus reflexos, a sua tenacidade e a sua excitante forma de guiar fazia com que todos nós fossemos ao circuito só para o ver guiar.”

– Alan Jones: “ Dassse…este baixinho pura e simplesmente não desiste.2

– Alan Jones: “ Não conseguia acreditar naquilo. Ele pura e simplesmente não aceita que foi batido. Suei que nem um doido para lhe ganhar dois segundos, relaxei durante duas ou três curvas e ali estava ele a encher-me os espelhos retrovisores. Aquele balde de merda vermelho em cima de mim. Tive que seguir a fundo o resto da corrida porque sabia que se ele me passasse não teria mais hipótese de passa-lo outra vez.”

– Alan Jones: “ HEY…O MEU NOME É ALAN JONES E SE NÃO SABEM FUI EU QUE GANHEI A CORRIDA. Por acaso estou aqui sentado ao lado de Gilles Villeneuve…”

– Denis Jenkinson: “ Nós tínhamos que ver aquilo, Foi uma coisa muito especial. Ele foi fantástico, ele foi inacreditável.”

– Jacques Lafitte: “ Porque é que havia de me importar? Ele é diferente do resto de nós, num nível diferente.”

(reprodução/dica de Washington Luiz Demosthenes/F1 – Formula 1 Brasil/foto: http://www.yallaf1.com)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Um comentário em “FÓRMULA 1 – “O MEU CHEIRO PREFERIDO É DE BORRACHA QUEIMADA” … Gilles

  • 29 de janeiro de 2013 em 18:10
    Permalink

    Gilles era o cara! O piloto FERRARI! O inesquecível Gilles. A F-1 precisaria urgente de um novo Gilles. Mas nem daqui a 100 anos vai nascer outro igual…nem parecido.
    Quem viu, viu.
    Romeu.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *