GALERIA DOS SANCHEZ"…#3

Mais uma das pérolas do sotão da D. Ilde, corridas em Interlagos. O velho Lôbo do Canindé e seu inseparável #18. Mas vale falar dos coadjuvantes noi grid…

Grid do Torneio Sul Americano, 11/18-dez-1971, Camilo Cristófaro e seu Fúria-Ferrari #18, acompanhado de Renault Rabo Quente (pelo desenho das rodas, pode até ser que tenha mecânica VW), Alfa GTA (seria a Graziela Fernandes), Puma e talvez a traseira de um Opala com pinduricálios aerodinâmicos…

“Os Sanchez”, disponibilizam para a galera do boteco, todo um acervo guardado no sotão da D. Ilde. E dito pelo Augusto…”porque meu pai e meu tio tiraram as fotos, meu avô forneceu negativos e revelação, eu aporrinhei os velhos até subirmos ao sótão”…
Augusto, “levantando a saia” do Karmann-Ghia TC do clã…
(reprodução)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

100 comentários em “GALERIA DOS SANCHEZ"…#3

  • 5 de agosto de 2008 em 14:18
    Permalink

    Puta foto legal!!!!!!!!!

    A traseira ali eu acho que é um Dodjão….a Alfa poderia ser dos Diniz ou seria do Zambello???

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 14:18
    Permalink

    Puta foto legal!!!!!!!!!

    A traseira ali eu acho que é um Dodjão….a Alfa poderia ser dos Diniz ou seria do Zambello???

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 15:02
    Permalink

    Foto raríssima – creio que pela primeira vez – se vê o Fúria Ferrari do Camilão em detalhes. Pra quem ainda não sabe o motor deste carro era o mesmo Ferrari V-12 Testa Rossa que pertenceu a Jean Louis Lacerda e Agnaldo de Góis e que acidentou-se em Interlagosem 62, matando o piloto Rio Negro. Camilão arrebanhou o que sobrara do carro, com o eixo traseiro de Dion indo para sua famosa carretera #18 e o motor mais tarde para este Fúria.
    O carro encontra-se ainda empoder da familia do camilão mas o motor se foi há muito, equipando uma Ferrari de rua que teve seu motor fundido.

    Isso aí…

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 15:02
    Permalink

    Foto raríssima – creio que pela primeira vez – se vê o Fúria Ferrari do Camilão em detalhes. Pra quem ainda não sabe o motor deste carro era o mesmo Ferrari V-12 Testa Rossa que pertenceu a Jean Louis Lacerda e Agnaldo de Góis e que acidentou-se em Interlagosem 62, matando o piloto Rio Negro. Camilão arrebanhou o que sobrara do carro, com o eixo traseiro de Dion indo para sua famosa carretera #18 e o motor mais tarde para este Fúria.
    O carro encontra-se ainda empoder da familia do camilão mas o motor se foi há muito, equipando uma Ferrari de rua que teve seu motor fundido.

    Isso aí…

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 16:59
    Permalink

    Joaquim , ainda bem que surgiu éssas fotos do Fúria do Camilo , pra provar que um dia êle foi bonito rsrsr . Porque , depois que êle INVENTOU aquéla nova carenagem , Deus me livre em …

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 16:59
    Permalink

    Joaquim , ainda bem que surgiu éssas fotos do Fúria do Camilo , pra provar que um dia êle foi bonito rsrsr . Porque , depois que êle INVENTOU aquéla nova carenagem , Deus me livre em …

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 17:30
    Permalink

    A Alfa GTA deve ser da Graziela Fernandes.

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 17:30
    Permalink

    A Alfa GTA deve ser da Graziela Fernandes.

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 17:46
    Permalink

    Tá vendo … Fui falar mal do Fúria , esquecí de comentar a foto . rsrs Mas vamos lá .
    Tem alí na frente o Puma Autozoom do Cabeção , êsse carro andava muuuuito mesmo , na mão do Teléco fez misérias , o Cabeção é que não tinha muito a manha . Ao lado , acho que é um Dodge mesmo , não me lembro dêsse carro , mas Opala , sem dúvida , não é . A Alfa acho que é o Emílio mesmo , pois o Abílio corria com a GTAm nº 25 que é bem diferênte déssa . Êsse Rabo Quente , nunca ví correr , não sei de quem é , mas pode ser do Vinícios Losacco , que tinha um bem parecido , com mecânica Vw e que éra um ROJÃO . E o Fúria , apesar de bonito e ter motor Ferrari , não fez nada , tanto que logo o Camilo trocou o motor por um Crysler e a malfadada carenagem , aí melhorou a performance , não tenho certeza , mas acho até que ganhou uma prova com êle . É isso .
    Abs .

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 17:46
    Permalink

    Tá vendo … Fui falar mal do Fúria , esquecí de comentar a foto . rsrs Mas vamos lá .
    Tem alí na frente o Puma Autozoom do Cabeção , êsse carro andava muuuuito mesmo , na mão do Teléco fez misérias , o Cabeção é que não tinha muito a manha . Ao lado , acho que é um Dodge mesmo , não me lembro dêsse carro , mas Opala , sem dúvida , não é . A Alfa acho que é o Emílio mesmo , pois o Abílio corria com a GTAm nº 25 que é bem diferênte déssa . Êsse Rabo Quente , nunca ví correr , não sei de quem é , mas pode ser do Vinícios Losacco , que tinha um bem parecido , com mecânica Vw e que éra um ROJÃO . E o Fúria , apesar de bonito e ter motor Ferrari , não fez nada , tanto que logo o Camilo trocou o motor por um Crysler e a malfadada carenagem , aí melhorou a performance , não tenho certeza , mas acho até que ganhou uma prova com êle . É isso .
    Abs .

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 17:48
    Permalink

    A Alfa pode ser a Graziela mesmo .

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 17:48
    Permalink

    A Alfa pode ser a Graziela mesmo .

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 18:06
    Permalink

    Humm….as fotos são da etapa do dia 18 de Dezembro de 71. Na etapa anterior, 11/12/71, o Camilão havia corrido com a carretera 18; acho que foi a última corrida deste famoso carro.
    Aquela Alfa GTA era da Graziela Fernandez que às vezes fez dupla com o Ciro Caires. Nesta prova acho que correu com o Aldo Pugliese, não tenho muita certeza Já o Puma da Autozoom pode ser o Ricardo di Loreto ou o Artur Bragantini. Se bem quem corria de Puma pela Autozoom era o Luis Alberto “Cabeção” do Casal, mas também não me lembro dele nesta prova.
    Quanto à Rabo Quente-VW não tenho a menor idéia mas aquele carro que aparece só um pedaço da traseira, parece ser um Opala com a traseira modificada com uns pequenos spoilers. Era patrocinado pelo Restaurante Box e tinha a frente toda modificada em cunha. Horroroso, só não lembro o nome do piloto…

    Resposta
  • 5 de agosto de 2008 em 18:06
    Permalink

    Humm….as fotos são da etapa do dia 18 de Dezembro de 71. Na etapa anterior, 11/12/71, o Camilão havia corrido com a carretera 18; acho que foi a última corrida deste famoso carro.
    Aquela Alfa GTA era da Graziela Fernandez que às vezes fez dupla com o Ciro Caires. Nesta prova acho que correu com o Aldo Pugliese, não tenho muita certeza Já o Puma da Autozoom pode ser o Ricardo di Loreto ou o Artur Bragantini. Se bem quem corria de Puma pela Autozoom era o Luis Alberto “Cabeção” do Casal, mas também não me lembro dele nesta prova.
    Quanto à Rabo Quente-VW não tenho a menor idéia mas aquele carro que aparece só um pedaço da traseira, parece ser um Opala com a traseira modificada com uns pequenos spoilers. Era patrocinado pelo Restaurante Box e tinha a frente toda modificada em cunha. Horroroso, só não lembro o nome do piloto…

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 08:54
    Permalink

    Águia,

    Lembro do Rabo Quente da Torke pintado com tinta Quantil. Sempre que estava em SP na cvasa de meus tios, passava por lá, Se você ainda tem alguma foto do carrinho, por favor divulgue.
    Por acaso você se lembra de uma carretera VW esquisitíssima, que mais parecia um carro alegórico? A quem pertencia? Acho que o nome do piloto-proprietário era … “alguma coisa Miguel”.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 08:54
    Permalink

    Águia,

    Lembro do Rabo Quente da Torke pintado com tinta Quantil. Sempre que estava em SP na cvasa de meus tios, passava por lá, Se você ainda tem alguma foto do carrinho, por favor divulgue.
    Por acaso você se lembra de uma carretera VW esquisitíssima, que mais parecia um carro alegórico? A quem pertencia? Acho que o nome do piloto-proprietário era … “alguma coisa Miguel”.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 11:04
    Permalink

    O Renault era branco e tinha o patrocínio(??) do Jirau drink´s na lateral. Não era o foguete descrito acima, mas tinha motorização VW. Andou pouco e muito lá atrás. Foi pilotado pelo Nenê (vou tentar descobrir o nome) que era, na época, namorado de uma amiga.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 11:04
    Permalink

    O Renault era branco e tinha o patrocínio(??) do Jirau drink´s na lateral. Não era o foguete descrito acima, mas tinha motorização VW. Andou pouco e muito lá atrás. Foi pilotado pelo Nenê (vou tentar descobrir o nome) que era, na época, namorado de uma amiga.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 13:06
    Permalink

    Joaquim, o Paulo Prata também correu com um Opala azul, patrocinado pelo restaurante Box, mas não me
    lembro dos penduricalhos, acho que não tinha não.
    Concordo com o Luca: o Furia de motor Ferrari ainda
    era lindo, conservando as linhas do Toni Bianco,
    depois virou uma coisa sem personalidade. Se bem que
    carro bonito é o que anda, como disse o Divila. Abraços, Fred.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 13:06
    Permalink

    Joaquim, o Paulo Prata também correu com um Opala azul, patrocinado pelo restaurante Box, mas não me
    lembro dos penduricalhos, acho que não tinha não.
    Concordo com o Luca: o Furia de motor Ferrari ainda
    era lindo, conservando as linhas do Toni Bianco,
    depois virou uma coisa sem personalidade. Se bem que
    carro bonito é o que anda, como disse o Divila. Abraços, Fred.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 13:33
    Permalink

    Vicente , o Vw que você se refere éra do Comino , o PELÉX DO SOLEX , como êle se intitulava rsrs , a oficína dêle , como a Torke , éra na Jesuíno Pascoal . Tenho foto dêle , a hora que eu achar mando pro Saloma postar .
    Abs .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 13:33
    Permalink

    Vicente , o Vw que você se refere éra do Comino , o PELÉX DO SOLEX , como êle se intitulava rsrs , a oficína dêle , como a Torke , éra na Jesuíno Pascoal . Tenho foto dêle , a hora que eu achar mando pro Saloma postar .
    Abs .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 14:04
    Permalink

    Carlos Alberto Sgarbi também andou de Opala naquela época, e em algumas provas em dupla com Stanley Ostrower (ou com o irmão Ricardo Ostrower). Só não me lembro de nenhum penduricalho aerodinâmico.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 14:04
    Permalink

    Carlos Alberto Sgarbi também andou de Opala naquela época, e em algumas provas em dupla com Stanley Ostrower (ou com o irmão Ricardo Ostrower). Só não me lembro de nenhum penduricalho aerodinâmico.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 14:17
    Permalink

    Luca…tenho foto do VW da Comino. Está parado nos boxes antigos de Interlagos. É um carro cheio de recorte e acredito, para época, extremamente leve…

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 14:17
    Permalink

    Luca…tenho foto do VW da Comino. Está parado nos boxes antigos de Interlagos. É um carro cheio de recorte e acredito, para época, extremamente leve…

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 15:25
    Permalink

    Luca, …então era isso. Nos anos 60, quando eu ia a SP de férias, percorria a Via Sacra das oficinas de carros de corrida, do Canindé a Interlagos, sempre que passava pela Torke, dava sempre uma paradinha para ver aquela estranha carretera VW.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 15:25
    Permalink

    Luca, …então era isso. Nos anos 60, quando eu ia a SP de férias, percorria a Via Sacra das oficinas de carros de corrida, do Canindé a Interlagos, sempre que passava pela Torke, dava sempre uma paradinha para ver aquela estranha carretera VW.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 15:58
    Permalink

    Saloma , o carro do Comino Tinha até periscópio rsrsrs , mas uma coisa criativa que êle fez , foi enrrolar o volante inteiro com barbante . ficou extremamente aderênte . Êle éra gozado , na oficína tinha um monte de frases engraçadas penduradas em quadros . Meu pai tinha loja de automóveis na Frederico Abranches e eu vivia fazendo a via sagra , então eu sempre ía lá .
    Abs .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 15:58
    Permalink

    Saloma , o carro do Comino Tinha até periscópio rsrsrs , mas uma coisa criativa que êle fez , foi enrrolar o volante inteiro com barbante . ficou extremamente aderênte . Êle éra gozado , na oficína tinha um monte de frases engraçadas penduradas em quadros . Meu pai tinha loja de automóveis na Frederico Abranches e eu vivia fazendo a via sagra , então eu sempre ía lá .
    Abs .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 16:32
    Permalink

    Vicente , néssa época na região , a via sacra éra :
    A oficína do Reis na Martin Francisco , um português que sabía tudo de DKW , tinha trabalhado com o Lettry no dep. de competição da Vemag , néssa época êle preparava o Malzoni do Aníbal Fusetti , um caipira de Piracicaba gente boa mesmo , êle corria escondido da mulher , então as mágicas que êle fazia pra correr e a mulher não descobrir éram engraçadíssimas . Eu acho , que o José Fusetti que andou de Div.3 depois de Formula Ford na Inglaterra deve ser filho dêle . Tinha o Dante Di Camilo e o Zé Augusto Contijo que andavam de DKW . E uma renca de estreantes e novatos . O legal de lá é que sempre tinha algum piloto famoso . Na Frederico Abranches , tinha o Oswaldo de Barros que preparava os JK , na Jesuíno Pascoal éra a Garagem Fulgor do Emílio e o Ruggero , que depois foi a loja de barcos do Troncon , o Comino e a Torke e mais pra frente um pouco éra a Jolly . Como eu estudava em Higienópolis , estávamos sempre dando o ar da graça . Tenho boas recordações e histórias déssa época .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 16:32
    Permalink

    Vicente , néssa época na região , a via sacra éra :
    A oficína do Reis na Martin Francisco , um português que sabía tudo de DKW , tinha trabalhado com o Lettry no dep. de competição da Vemag , néssa época êle preparava o Malzoni do Aníbal Fusetti , um caipira de Piracicaba gente boa mesmo , êle corria escondido da mulher , então as mágicas que êle fazia pra correr e a mulher não descobrir éram engraçadíssimas . Eu acho , que o José Fusetti que andou de Div.3 depois de Formula Ford na Inglaterra deve ser filho dêle . Tinha o Dante Di Camilo e o Zé Augusto Contijo que andavam de DKW . E uma renca de estreantes e novatos . O legal de lá é que sempre tinha algum piloto famoso . Na Frederico Abranches , tinha o Oswaldo de Barros que preparava os JK , na Jesuíno Pascoal éra a Garagem Fulgor do Emílio e o Ruggero , que depois foi a loja de barcos do Troncon , o Comino e a Torke e mais pra frente um pouco éra a Jolly . Como eu estudava em Higienópolis , estávamos sempre dando o ar da graça . Tenho boas recordações e histórias déssa época .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 16:40
    Permalink

    Vicente , o Opala do Sgarbi não é , sem dúvida . O carro dêle éra bonito e muito bem feito . E foi um dos pilotos que andava muito bem e não deu continuidade na carreira .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 16:40
    Permalink

    Vicente , o Opala do Sgarbi não é , sem dúvida . O carro dêle éra bonito e muito bem feito . E foi um dos pilotos que andava muito bem e não deu continuidade na carreira .

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 17:30
    Permalink

    Luca, se vc topar, mande vê nos teclados e faça um relato dos momentos dessa época…acredito ser du car#$@%.
    E mando para a galera suas aventuras…com fotinhas é claro!!
    LS

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 17:30
    Permalink

    Luca, se vc topar, mande vê nos teclados e faça um relato dos momentos dessa época…acredito ser du car#$@%.
    E mando para a galera suas aventuras…com fotinhas é claro!!
    LS

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 18:39
    Permalink

    Luca,

    Somente para complementar as informações. Stanley e Ricardo Ostrower vieram para o Rio no início dos anos 70 e compraram uma revenda Suzuki na Rua Marques de São Vicente, na Gávea, em frente à PUC. Eu vivia por lá na época em que eu corria de kart e o bairro da Gávea era o point do esporte.
    Revendo aquele carro que aparece de traseira na foto, e pesquisando aqui e ali pela data em diversos sites (YellowPages, etc ..) não vi nenhuma prova que tivesse um Renault Rabo Quente inscrito. No entanto, pela data da prova, quem sabe o estranho veículo cuja traseira nos põe a pensar possa ser um “daqueles” protótipos argentinos, um Mavicapache da vida, ou coisa parecida. Muito estranhos aqueles apêndices na traseira, ideal para quem guardou AutoEsporte desde aquele tempo..

    Resposta
  • 6 de agosto de 2008 em 18:39
    Permalink

    Luca,

    Somente para complementar as informações. Stanley e Ricardo Ostrower vieram para o Rio no início dos anos 70 e compraram uma revenda Suzuki na Rua Marques de São Vicente, na Gávea, em frente à PUC. Eu vivia por lá na época em que eu corria de kart e o bairro da Gávea era o point do esporte.
    Revendo aquele carro que aparece de traseira na foto, e pesquisando aqui e ali pela data em diversos sites (YellowPages, etc ..) não vi nenhuma prova que tivesse um Renault Rabo Quente inscrito. No entanto, pela data da prova, quem sabe o estranho veículo cuja traseira nos põe a pensar possa ser um “daqueles” protótipos argentinos, um Mavicapache da vida, ou coisa parecida. Muito estranhos aqueles apêndices na traseira, ideal para quem guardou AutoEsporte desde aquele tempo..

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 00:10
    Permalink

    Realmente o Emilio Comino era uma figuraça, muito engraçado e as vezes rabugento.
    Corria com um Fusca 1200, cheio de recortes, curiosas soluções aerodinamicas, dois periscópios na traseira para melhorar a refrigeração, rodas traseiras invertidas que aumentavam a bitola (e virou moda nas ruas),na lateral da porta do motorista perto do vidro, tinha um suporte com 4 velas de reserva.
    De manhã ele abria a loja, e ia tomar um “rabinho de galo” no bar vizinho.
    Tinha um filha (Adriana) que chegou a fazer algumas corridas tambem de Fusca.
    Eu tive um 1200 65, com carburador preparado por ele (injeção direta como ele chamava os minusculos caninhos de cobre) tinha um ótimo efeito psicológico, porque na época eu achava que meu carro andava muuuuito!
    O Comino morreu na oficina, trabalhando nos Solex.

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 00:10
    Permalink

    Realmente o Emilio Comino era uma figuraça, muito engraçado e as vezes rabugento.
    Corria com um Fusca 1200, cheio de recortes, curiosas soluções aerodinamicas, dois periscópios na traseira para melhorar a refrigeração, rodas traseiras invertidas que aumentavam a bitola (e virou moda nas ruas),na lateral da porta do motorista perto do vidro, tinha um suporte com 4 velas de reserva.
    De manhã ele abria a loja, e ia tomar um “rabinho de galo” no bar vizinho.
    Tinha um filha (Adriana) que chegou a fazer algumas corridas tambem de Fusca.
    Eu tive um 1200 65, com carburador preparado por ele (injeção direta como ele chamava os minusculos caninhos de cobre) tinha um ótimo efeito psicológico, porque na época eu achava que meu carro andava muuuuito!
    O Comino morreu na oficina, trabalhando nos Solex.

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 05:21
    Permalink

    Joaquim , Néssa posso estar enganado , mas acho muito difícil , o Di Loróta e o Bragantini nunca andaram de Autozoom . Aliás , se alguèm tiver a manha de arrastar o Di Loreto pra cá , aí sim você vão ver o que é contar histórias de corridas . Êsse cara é demais . Muito engraçado , em corridas fóra de São Paulo , êle é que salvava as noites nos hotéis , ficava um bando de pilotos e mecânicos depois do jantar escutando êle contar história na saguão até as tantas , o cara é realmente divertido . Figuraça .
    Saloma , agora vou ter que viagar e o tempo vai ficar escasso , mas assim que tiver um tempo , vou te mandando . Ok ?
    Abs

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 05:21
    Permalink

    Joaquim , Néssa posso estar enganado , mas acho muito difícil , o Di Loróta e o Bragantini nunca andaram de Autozoom . Aliás , se alguèm tiver a manha de arrastar o Di Loreto pra cá , aí sim você vão ver o que é contar histórias de corridas . Êsse cara é demais . Muito engraçado , em corridas fóra de São Paulo , êle é que salvava as noites nos hotéis , ficava um bando de pilotos e mecânicos depois do jantar escutando êle contar história na saguão até as tantas , o cara é realmente divertido . Figuraça .
    Saloma , agora vou ter que viagar e o tempo vai ficar escasso , mas assim que tiver um tempo , vou te mandando . Ok ?
    Abs

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 12:14
    Permalink

    E até agora ninguém matou a charada: de que carro é a tal traseira com penduricalhos?
    Vamos fazer uma corrente para Pai Joaquim invocar seus guias…

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 12:14
    Permalink

    E até agora ninguém matou a charada: de que carro é a tal traseira com penduricalhos?
    Vamos fazer uma corrente para Pai Joaquim invocar seus guias…

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 14:50
    Permalink

    E agora que Pai Joaquim matou a charada, descobrindo de quem é a traseira misteriosa, voltemos ao tema do post.
    Se a largada não foi por sorteio, o Puma da Autozoom fez tempo melhor que o Dodge (traseira exótica), que por sua vez andou mais que a Alfa GTA (aparentemente da Graziela Fernandes), esta mais rápida que o Renault Rabo Quente e este, incrivelmente mais rápido que o protótipo Furia equipado com motor de Ferrari Testa Rossa. Seria um espanto!
    Alguém pode desvendar o enigma? Alguém teria a lista de inscritos nessa prova? Dicas: busca na YellowPages, Obvio, etc …

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 14:50
    Permalink

    E agora que Pai Joaquim matou a charada, descobrindo de quem é a traseira misteriosa, voltemos ao tema do post.
    Se a largada não foi por sorteio, o Puma da Autozoom fez tempo melhor que o Dodge (traseira exótica), que por sua vez andou mais que a Alfa GTA (aparentemente da Graziela Fernandes), esta mais rápida que o Renault Rabo Quente e este, incrivelmente mais rápido que o protótipo Furia equipado com motor de Ferrari Testa Rossa. Seria um espanto!
    Alguém pode desvendar o enigma? Alguém teria a lista de inscritos nessa prova? Dicas: busca na YellowPages, Obvio, etc …

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 17:57
    Permalink

    Vicente, meu jovem…seja feita sua vontade!
    Reproduzo abaixo material pescado no site Brazilyellowpages, do Carlos de Paula:

    Prova Argentina, Interlagos, 1971

    19 de Dezembro – Duas baterias de 10 voltas. Resultado final pela soma dos tempos)

    1 – Luiz Pereira Bueno – Porsche 908/2
    2 – Lian Abreu Duarte – Porsche 910
    3 – Angi Munhoz – Porsche 907
    4 – Antonio Carlos Avallone – Lola T-70 Mk 3 B
    5 – Pedro Victor DeLamare – Trueno-Chevrolet
    6 – Norberto Pauloni – Mavicapache-Chevrolet
    7 – Pedro Rezende de Mello – Kinko-Volkswagen
    8 – Aldo Pugliese – Alfa Romeo GTA
    9 – Ciro Cayres – Opala 4100
    10 – Luiz Moura Brito – Manta-Volkswagen

    NT – José Renato Catapani – Lola T-210
    NT – Jorge Cupeiro – Baufer-Chevrolet
    NT – Ramon Requejo – Requejo-Chevrolet
    NT – Rubem Alonso – Vounta-Tornado
    NT – Wilson Fittipaldi Jr. – Ford GT-40
    NT – Esteban Ferdinando – McLaren M-8 C
    NT – Camilo Christófaro – Fúria Ferrari 3000

    Também correram –

    Ricardo Di Loreto – Puma GT-1800
    Newton Pereira – Newcar-Volkswagen
    Bob Sharp – Repe 227
    Arthur Bragantini – Puma GT-1700

    Prova Brasil, Interlagos, 1971

    11 de Dezembro – (Duas baterias de 10 voltas. Resultado final pela soma dos tempos)

    1 – Luiz Pereira Bueno – Porsche 908/2
    2 – Lian Abreu Duarte – Porsche 910
    3 – José Renato Catapani – Lola T-210
    4 – Freddy Giorgi – Porsche 907
    5 – José Pedro Chateaubriand – Avallone-Crysler
    6 – Jorge Cupeiro – Baufer-Chevrolet
    7 – Pedro Victor DeLamare – Trueno-Chevrolet
    8 – Evandro de Sá – Newcar-Volkswagen
    9 – Aldo Pugliese – Alfa Romeo GTA
    10 – Edson Yoshikuma – Puma GT 1800

    NT – Ramon Requejo – Requejo-Chevrolet
    NT – Rubem Alonso – Vounta-Tornado
    NT – Norberto Pauloni – Mavicapache-Chevrolet
    NT – Olavo Pires – Fúria-Chevrolet 2500
    NT – Wilson Fittipaldi Jr. – Ford GT-40

    Também correram :

    Arthur Bragantini – Puma GT-1700
    Camilo Christófaro – Carretera-Chevrolet ( Pelas minhas pesquisas, foi a última corrida da Carretera-Chevrolet 18 )
    Pedro Rezende de Mello – Kinko-Volkswagen

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 17:57
    Permalink

    Vicente, meu jovem…seja feita sua vontade!
    Reproduzo abaixo material pescado no site Brazilyellowpages, do Carlos de Paula:

    Prova Argentina, Interlagos, 1971

    19 de Dezembro – Duas baterias de 10 voltas. Resultado final pela soma dos tempos)

    1 – Luiz Pereira Bueno – Porsche 908/2
    2 – Lian Abreu Duarte – Porsche 910
    3 – Angi Munhoz – Porsche 907
    4 – Antonio Carlos Avallone – Lola T-70 Mk 3 B
    5 – Pedro Victor DeLamare – Trueno-Chevrolet
    6 – Norberto Pauloni – Mavicapache-Chevrolet
    7 – Pedro Rezende de Mello – Kinko-Volkswagen
    8 – Aldo Pugliese – Alfa Romeo GTA
    9 – Ciro Cayres – Opala 4100
    10 – Luiz Moura Brito – Manta-Volkswagen

    NT – José Renato Catapani – Lola T-210
    NT – Jorge Cupeiro – Baufer-Chevrolet
    NT – Ramon Requejo – Requejo-Chevrolet
    NT – Rubem Alonso – Vounta-Tornado
    NT – Wilson Fittipaldi Jr. – Ford GT-40
    NT – Esteban Ferdinando – McLaren M-8 C
    NT – Camilo Christófaro – Fúria Ferrari 3000

    Também correram –

    Ricardo Di Loreto – Puma GT-1800
    Newton Pereira – Newcar-Volkswagen
    Bob Sharp – Repe 227
    Arthur Bragantini – Puma GT-1700

    Prova Brasil, Interlagos, 1971

    11 de Dezembro – (Duas baterias de 10 voltas. Resultado final pela soma dos tempos)

    1 – Luiz Pereira Bueno – Porsche 908/2
    2 – Lian Abreu Duarte – Porsche 910
    3 – José Renato Catapani – Lola T-210
    4 – Freddy Giorgi – Porsche 907
    5 – José Pedro Chateaubriand – Avallone-Crysler
    6 – Jorge Cupeiro – Baufer-Chevrolet
    7 – Pedro Victor DeLamare – Trueno-Chevrolet
    8 – Evandro de Sá – Newcar-Volkswagen
    9 – Aldo Pugliese – Alfa Romeo GTA
    10 – Edson Yoshikuma – Puma GT 1800

    NT – Ramon Requejo – Requejo-Chevrolet
    NT – Rubem Alonso – Vounta-Tornado
    NT – Norberto Pauloni – Mavicapache-Chevrolet
    NT – Olavo Pires – Fúria-Chevrolet 2500
    NT – Wilson Fittipaldi Jr. – Ford GT-40

    Também correram :

    Arthur Bragantini – Puma GT-1700
    Camilo Christófaro – Carretera-Chevrolet ( Pelas minhas pesquisas, foi a última corrida da Carretera-Chevrolet 18 )
    Pedro Rezende de Mello – Kinko-Volkswagen

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 21:56
    Permalink

    Meu Nobre Pai Joaquim,

    Amén. Agradeço por tem feito minha vontade, aqui no blog, pelo menos.
    Eu já havia visto isso no Yellow Pages e fiquei grilado, mas não tive tempo para pesquisar mais. Como diria Hamlet, “tem algo de podre no Reino da Dinamarca” ou, de forma mais tupiniquim, tem carne debaixo desse angu.
    Leia meu comentário no post do Pavão Misterioso. Obsevando com calma, estômago cheio, aquilo ali seria uma carretera Dodge, não relacionada na lista de inscritos. O Renault Rabo Quente também não aparece na lista de inscritros.
    Continuando na linha Shakespeareana, tem mais coisas entre o céu e a Terra que supõe nossa vã filosofia.
    Volte ao terreiro, invoque seus guias, salve o defumador, e tente decifrar esse segredo. Caso contrário o stranho bólido pode transformar-se na Esfinge e te devorar.

    Resposta
  • 7 de agosto de 2008 em 21:56
    Permalink

    Meu Nobre Pai Joaquim,

    Amén. Agradeço por tem feito minha vontade, aqui no blog, pelo menos.
    Eu já havia visto isso no Yellow Pages e fiquei grilado, mas não tive tempo para pesquisar mais. Como diria Hamlet, “tem algo de podre no Reino da Dinamarca” ou, de forma mais tupiniquim, tem carne debaixo desse angu.
    Leia meu comentário no post do Pavão Misterioso. Obsevando com calma, estômago cheio, aquilo ali seria uma carretera Dodge, não relacionada na lista de inscritos. O Renault Rabo Quente também não aparece na lista de inscritros.
    Continuando na linha Shakespeareana, tem mais coisas entre o céu e a Terra que supõe nossa vã filosofia.
    Volte ao terreiro, invoque seus guias, salve o defumador, e tente decifrar esse segredo. Caso contrário o stranho bólido pode transformar-se na Esfinge e te devorar.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 05:58
    Permalink

    Pois é, Vicente, achei estranho também…
    O caso é que esses resultados também não estão completos, mostram apenas os principais participantes. Como não tenho acervo de revistas, fico impossibilitado de checar maiores informações. Mas também creio que ninguém ia se dar o trabalho de registrar uma trapizonga dessas. Como disse antes, não tenho a menor idéia do que seja ou quem ousa pilotar o dito cujo.

    Abs.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 05:58
    Permalink

    Pois é, Vicente, achei estranho também…
    O caso é que esses resultados também não estão completos, mostram apenas os principais participantes. Como não tenho acervo de revistas, fico impossibilitado de checar maiores informações. Mas também creio que ninguém ia se dar o trabalho de registrar uma trapizonga dessas. Como disse antes, não tenho a menor idéia do que seja ou quem ousa pilotar o dito cujo.

    Abs.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 06:41
    Permalink

    Vicente,

    Seguindo seu conselho – não tão literalmente, é claro – consultei meus oráculos e, reproduzindo o que disse no post acima, o piloto é Ricardo Conde e, acredite, seu Dodge Dart Divisão Quatro!!!
    Pra complicar um pouquinho mais, o único registro que achei do carro é de 1972 e nesta prova o Fúria #18 aparece com motor Chrysler e tendo Eduardo Celidônio – raríssima participação com o carro – ao volante.
    Será?
    Ô falta de material de consulta, sô…

    Abs.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 06:41
    Permalink

    Vicente,

    Seguindo seu conselho – não tão literalmente, é claro – consultei meus oráculos e, reproduzindo o que disse no post acima, o piloto é Ricardo Conde e, acredite, seu Dodge Dart Divisão Quatro!!!
    Pra complicar um pouquinho mais, o único registro que achei do carro é de 1972 e nesta prova o Fúria #18 aparece com motor Chrysler e tendo Eduardo Celidônio – raríssima participação com o carro – ao volante.
    Será?
    Ô falta de material de consulta, sô…

    Abs.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 08:08
    Permalink

    Joaquim,

    Decifrado o enigma da Esfinge, livres de ser devorado pelo misterioso Protótipo Dodge, sabendo-se que Alfa GTA foi pilotada na ocasião por Aldo Pugliese, e não Graziela Fernandes, concentremo-nos agora no simpático Renault Glúteo Aquecido, seu piloto e/ou proprietário, mecânica, etc.
    Resta outra indagação: se ordem da largada não foi por sorteio ou palitinho (porrinha no RJ), o misterioso Protótipo Dodge foi mais rápido nos treinos que a Alfa GTA, esta por sua vez superou o Renault e este, bravamente, superou a bela obra de Toni Bianco pilotada pelo Lobo do Canindé.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 08:08
    Permalink

    Joaquim,

    Decifrado o enigma da Esfinge, livres de ser devorado pelo misterioso Protótipo Dodge, sabendo-se que Alfa GTA foi pilotada na ocasião por Aldo Pugliese, e não Graziela Fernandes, concentremo-nos agora no simpático Renault Glúteo Aquecido, seu piloto e/ou proprietário, mecânica, etc.
    Resta outra indagação: se ordem da largada não foi por sorteio ou palitinho (porrinha no RJ), o misterioso Protótipo Dodge foi mais rápido nos treinos que a Alfa GTA, esta por sua vez superou o Renault e este, bravamente, superou a bela obra de Toni Bianco pilotada pelo Lobo do Canindé.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 09:05
    Permalink

    Vicente,
    Ao fim e ao cabo acho que esta turma estava mesmo era se reunindo para o larga, ainda não definidas as posições no grid de largada. É que eu parece pela non-chalance da tchurma!

    abs.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 09:05
    Permalink

    Vicente,
    Ao fim e ao cabo acho que esta turma estava mesmo era se reunindo para o larga, ainda não definidas as posições no grid de largada. É que eu parece pela non-chalance da tchurma!

    abs.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 16:03
    Permalink

    Pode crê … Ricardo Conde , só você mesmo em Joaquim , nunca nos deixe , senão o valôr das comódites do Botéco , despencaram na Bolsa . Ví êle andar de Dodge mesmo , mas não com êsse . Dêsse graças a Deus eu me livrei . Êsse cara chegou a fazer umas provas de Super Vê .

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 16:03
    Permalink

    Pode crê … Ricardo Conde , só você mesmo em Joaquim , nunca nos deixe , senão o valôr das comódites do Botéco , despencaram na Bolsa . Ví êle andar de Dodge mesmo , mas não com êsse . Dêsse graças a Deus eu me livrei . Êsse cara chegou a fazer umas provas de Super Vê .

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 16:19
    Permalink

    Romeu…uma das provas que a filha do Emilio Comino fez em Interlagos, só para veículos da marca VW, ou melhor fusca:

    Prova: 2 Horas de Volkswagen de 1967 (25 de janeiro)
    1. Emerson Fittipaldi, 25 v, 2h04m59s7
    2. Ricardo Moretti
    3. Cacaio
    4. Francisco Sabatore
    5. Maneco Combacau
    6. Cobra
    7. Preto
    8. Mike
    9. Romano Guaraldi
    10. Berco Acherboim
    11. Adriana Comino
    12. Isvami R. Estoppa
    13. Lenine Abramo
    14. Clelio M. de Souza

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 16:19
    Permalink

    Romeu…uma das provas que a filha do Emilio Comino fez em Interlagos, só para veículos da marca VW, ou melhor fusca:

    Prova: 2 Horas de Volkswagen de 1967 (25 de janeiro)
    1. Emerson Fittipaldi, 25 v, 2h04m59s7
    2. Ricardo Moretti
    3. Cacaio
    4. Francisco Sabatore
    5. Maneco Combacau
    6. Cobra
    7. Preto
    8. Mike
    9. Romano Guaraldi
    10. Berco Acherboim
    11. Adriana Comino
    12. Isvami R. Estoppa
    13. Lenine Abramo
    14. Clelio M. de Souza

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 19:51
    Permalink

    Saloma,
    Põe logo a foto do VW do Comino para a turma se assustar de vez. Vai fazer um belo par com o “magnífico” Protótipo Dodge do Conde.
    Quem sabe podemos criar uma galeria dos carros mais esquisitos, incluindo algumas versões dos Caçadores (Bica Votnamis), a Maserati 300S modificada por Salvador Cianciaruso e Domingos Papaleo, aquele Avallone Divisão Quatro que mais parecia uma versão agigantada do Patinho Feio, os diversos Patinhos Feios, e por aí vai …

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 19:51
    Permalink

    Saloma,
    Põe logo a foto do VW do Comino para a turma se assustar de vez. Vai fazer um belo par com o “magnífico” Protótipo Dodge do Conde.
    Quem sabe podemos criar uma galeria dos carros mais esquisitos, incluindo algumas versões dos Caçadores (Bica Votnamis), a Maserati 300S modificada por Salvador Cianciaruso e Domingos Papaleo, aquele Avallone Divisão Quatro que mais parecia uma versão agigantada do Patinho Feio, os diversos Patinhos Feios, e por aí vai …

    Resposta
  • 13 de maio de 2009 em 04:08
    Permalink

    Eu nao penso que o motor no Furia-Ferrari foi do 290MM #0606 que Joaquim menciona. Penso mais provavel que veu do 250TR #0738, compradodo por Camillo Christofaro en 1970 ja com carrosseria GTO-esque feito por Drogo (en qual forma ganhou o GP R de J 1965). O motor voltou em #0738 depois do experimente Furia, e fica la ate hoje.

    Gostaria muito de saber o numero do motor TR que equipava #0606 e se ainda existe.

    #0726 (250TR) que possivelmente pertenceo a Christofaro disappareceu no Brazil (alem do fato que um replica existe usando este numero). Onde e o motor?

    Resposta
  • 13 de maio de 2009 em 04:08
    Permalink

    Eu nao penso que o motor no Furia-Ferrari foi do 290MM #0606 que Joaquim menciona. Penso mais provavel que veu do 250TR #0738, compradodo por Camillo Christofaro en 1970 ja com carrosseria GTO-esque feito por Drogo (en qual forma ganhou o GP R de J 1965). O motor voltou em #0738 depois do experimente Furia, e fica la ate hoje.

    Gostaria muito de saber o numero do motor TR que equipava #0606 e se ainda existe.

    #0726 (250TR) que possivelmente pertenceo a Christofaro disappareceu no Brazil (alem do fato que um replica existe usando este numero). Onde e o motor?

    Resposta
  • 13 de maio de 2009 em 15:09
    Permalink

    Joca…essa é para vc. O compadre está indagando sobre a motorização da barata do Calilão…ajuda ele, ajuda!

    Resposta
  • 13 de maio de 2009 em 15:09
    Permalink

    Joca…essa é para vc. O compadre está indagando sobre a motorização da barata do Calilão…ajuda ele, ajuda!

    Resposta
  • 13 de maio de 2009 em 18:15
    Permalink

    Logo depois da corrida na Argentina as duas Ferrari de fábrica foram trazidas para o Brasil. Uma, é aquela estoria que contei da TR que virou GTO Drogo, e agora está na Europa com carroceria Testa Rossa novamente.
    A outra tb. andou por aí, e deve ser a que se acidentou em Interlagos.
    Quem sabe é dela o motor…
    Vicente, conta aí a estória da GTO amarela! hehehe…

    Resposta
  • 13 de maio de 2009 em 18:15
    Permalink

    Logo depois da corrida na Argentina as duas Ferrari de fábrica foram trazidas para o Brasil. Uma, é aquela estoria que contei da TR que virou GTO Drogo, e agora está na Europa com carroceria Testa Rossa novamente.
    A outra tb. andou por aí, e deve ser a que se acidentou em Interlagos.
    Quem sabe é dela o motor…
    Vicente, conta aí a estória da GTO amarela! hehehe…

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 01:20
    Permalink

    Will,
    Sua observação confere ! O motor que equipou o Furia era da ex-TR vestida de Drogo, que foi mais tarde vendida também para o Colin.
    Infelizmente não tenho registro dos números dos motores.

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 01:20
    Permalink

    Will,
    Sua observação confere ! O motor que equipou o Furia era da ex-TR vestida de Drogo, que foi mais tarde vendida também para o Colin.
    Infelizmente não tenho registro dos números dos motores.

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 21:41
    Permalink

    Hugo,
    Não me mete nessa encrenca de Ferrari amarela não. Tenho 2 filhos para acabar de criar…
    Em tempo, li seu relato sobre diferenças em 2 Webers 40 DCOE que deveriam ser iguais. Aqui em casa tenho 3 40 DCOE, e um deles, o mais antigo, é diferente dos outros 2. E todos são italianos, nenhum é espanhol.
    Quando quiser, telefone, ou marquemos um almoço no Centro-RJ.

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 21:41
    Permalink

    Hugo,
    Não me mete nessa encrenca de Ferrari amarela não. Tenho 2 filhos para acabar de criar…
    Em tempo, li seu relato sobre diferenças em 2 Webers 40 DCOE que deveriam ser iguais. Aqui em casa tenho 3 40 DCOE, e um deles, o mais antigo, é diferente dos outros 2. E todos são italianos, nenhum é espanhol.
    Quando quiser, telefone, ou marquemos um almoço no Centro-RJ.

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 23:30
    Permalink

    Ei, me incluam nessa…pego uma ponte e vou almoçar com vcs!

    Resposta
  • 14 de maio de 2009 em 23:30
    Permalink

    Ei, me incluam nessa…pego uma ponte e vou almoçar com vcs!

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 00:01
    Permalink

    Hugo,
    No almoço, te conto um babado sobre um Aston Martin que andou aqui pela Cidade Maravilhosa nos anos 60, devidamente malocado nos altiplanos cariocas e só saía às ruas protegido por um documento de Austin. Entrou pela fronteira verde e saiu por onde entrou. Se é verdade não fosso afirmar, mas que é engraçado é.

    Saloma,
    Esse seu papo é mais furado que lingerie erótica!

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 00:01
    Permalink

    Hugo,
    No almoço, te conto um babado sobre um Aston Martin que andou aqui pela Cidade Maravilhosa nos anos 60, devidamente malocado nos altiplanos cariocas e só saía às ruas protegido por um documento de Austin. Entrou pela fronteira verde e saiu por onde entrou. Se é verdade não fosso afirmar, mas que é engraçado é.

    Saloma,
    Esse seu papo é mais furado que lingerie erótica!

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 00:21
    Permalink

    Sobre as Weber:
    Você vai ler, na tampa delas, 40 DCOE xx. Este xx é diferente entre elas. Diz respeito ao set-up inicial, tal como giclagem, curso dos injetores de rápida, entre outras pequenas diferenças… É muitíssimo difícil conseguir um acerto com dois carburadores de xx diferentes (mesmo sendo todos eles 40 DCOE…). Portanto, para usar dois carburadores no mesmo carro, parta do princípio de que as duas tem que ter os xx iguais (além dos gicles, venturis, difusores, etc, obviamente).

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 00:21
    Permalink

    Sobre as Weber:
    Você vai ler, na tampa delas, 40 DCOE xx. Este xx é diferente entre elas. Diz respeito ao set-up inicial, tal como giclagem, curso dos injetores de rápida, entre outras pequenas diferenças… É muitíssimo difícil conseguir um acerto com dois carburadores de xx diferentes (mesmo sendo todos eles 40 DCOE…). Portanto, para usar dois carburadores no mesmo carro, parta do princípio de que as duas tem que ter os xx iguais (além dos gicles, venturis, difusores, etc, obviamente).

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 00:41
    Permalink

    Vicente, está provocando a ira de KAN! huaaaaaaaaa……….
    @, sua experiência no assunto é demais. me fez lembrar do velho caipira, que quando sentamos para rolar um papo sobre carburas ele dá uma aula! E outros assuntos mais…em tempo, o caipira é o mestre Amador!

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 00:41
    Permalink

    Vicente, está provocando a ira de KAN! huaaaaaaaaa……….
    @, sua experiência no assunto é demais. me fez lembrar do velho caipira, que quando sentamos para rolar um papo sobre carburas ele dá uma aula! E outros assuntos mais…em tempo, o caipira é o mestre Amador!

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 13:28
    Permalink

    Hugo, @ e Saloma,
    Dos meus 3 Webers 40 DCOE, dois deles vieram de uma Alfa, daí, acredito, terem o mesmo xx. Vou verificar.

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 13:28
    Permalink

    Hugo, @ e Saloma,
    Dos meus 3 Webers 40 DCOE, dois deles vieram de uma Alfa, daí, acredito, terem o mesmo xx. Vou verificar.

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 14:58
    Permalink

    Vicente, Amador vai me visitar na segunda, vc está precisando de algo?

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 14:58
    Permalink

    Vicente, Amador vai me visitar na segunda, vc está precisando de algo?

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 23:16
    Permalink

    Saloma
    Grato pelo comentário lisonjeiro.

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 23:16
    Permalink

    Saloma
    Grato pelo comentário lisonjeiro.

    Resposta
  • 16 de maio de 2009 em 15:34
    Permalink

    Obrigado Saloma, o 914 está afinadinho.

    Resposta
  • 16 de maio de 2009 em 15:34
    Permalink

    Obrigado Saloma, o 914 está afinadinho.

    Resposta
  • 17 de maio de 2009 em 20:22
    Permalink

    Vicente, ele me disse que tem uma surpresa para o Okrasinha! Da última vez que disse isso, ganhamos um escape cópia dos Porsche de corrida com saída tipo difusor. Para quem estava atrás do Okrasa no Bico de Pato e Mergulho viu o “escape cuspindo fogo” nas espetadas de marchas. A barata está o demônio…vira fácil em Interlagos!

    Resposta
  • 17 de maio de 2009 em 20:22
    Permalink

    Vicente, ele me disse que tem uma surpresa para o Okrasinha! Da última vez que disse isso, ganhamos um escape cópia dos Porsche de corrida com saída tipo difusor. Para quem estava atrás do Okrasa no Bico de Pato e Mergulho viu o “escape cuspindo fogo” nas espetadas de marchas. A barata está o demônio…vira fácil em Interlagos!

    Resposta
  • 18 de maio de 2009 em 12:04
    Permalink

    VICENTE:
    Deixa acalmar um pouquinho a vida que já te ligo para almoçarmos…
    Essa “Austin” Martin deve ser aquela que mencionaram recentemente aqui no blog ter sido vista no sítio/casa do MA ?!
    Abração.

    @ :

    Obrigado pela dica! Vou verificar os XX tb.

    Resposta
  • 18 de maio de 2009 em 12:04
    Permalink

    VICENTE:
    Deixa acalmar um pouquinho a vida que já te ligo para almoçarmos…
    Essa “Austin” Martin deve ser aquela que mencionaram recentemente aqui no blog ter sido vista no sítio/casa do MA ?!
    Abração.

    @ :

    Obrigado pela dica! Vou verificar os XX tb.

    Resposta
  • 1 de dezembro de 2009 em 23:36
    Permalink

    Eu não acredito!!!!!!!!!!Vi seus comentários sobre Emilio Comino eu sou a filha dele. Fiquei emocionada e voltei ao passado, Tenho materia de jornal e historias se quiser posso mandar. aguardo resposta.
    Obrigada

    Resposta
  • 1 de dezembro de 2009 em 23:36
    Permalink

    Eu não acredito!!!!!!!!!!Vi seus comentários sobre Emilio Comino eu sou a filha dele. Fiquei emocionada e voltei ao passado, Tenho materia de jornal e historias se quiser posso mandar. aguardo resposta.
    Obrigada

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2012 em 08:13
    Permalink

    É ja foi dito … !! grande figura ,sempre cordial sempre me recebia com um : bon giorno cavagliero … Dos muitos paineis em sua memorável oficina na rua Jesuino Pascoal ,me lembro de um que anunciava : “Fizemos um acordo com os Bancos ,eles não consertam carburadores ,e nos não recemos cheques ´´
    Bons tempos … saudades !!

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2012 em 08:13
    Permalink

    É ja foi dito … !! grande figura ,sempre cordial sempre me recebia com um : bon giorno cavagliero … Dos muitos paineis em sua memorável oficina na rua Jesuino Pascoal ,me lembro de um que anunciava : “Fizemos um acordo com os Bancos ,eles não consertam carburadores ,e nos não recemos cheques ´´
    Bons tempos … saudades !!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.