QUIZZZ HISTÓRICO – A PILOTO E O CARRO

Foto divulgação/www.carroantigo.com/cedida pelo Blig do Gomes

Foto postada no antigo Blig do Gomes (acima/que deve estar em alguma gaveta nas nuvens), deixa um suspense com a imagem da Sra. dentro de um Malzoni no Autódromo de Jacarepaguá da antiga Equipe Vemag, talvez em 1966.

Parece ser uma preliminar de prova feminina, e a informação inclin-se para a nossa primeira dama do esporte automobilístico, Graziela Fernandez.
Um detalhe importante, ela está usando o capacete do piloto do Malzone, Marinho.


Grid de largada, o Malzone com Marinho, titular do numeral 10, ao lado de outro Malzone do Emerson e na fila de trás o Malzone do Norman Casari e o adesivo da Cota do Rio de janeiro está em todos os carros da equipe
Foto divulgação/www.carroantigo.com/cedida pelo Blig do Gomes

Cacaio, Emerson e o mago “Crispim”, lado a lado junto do Malzone de Emerson na prova em Jacarepaguá, depois das Mil Milhas em 1966
Foto divulgação/www.carroantigo.com/cedida pelo Blig do Gomes

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

12 comentários em “QUIZZZ HISTÓRICO – A PILOTO E O CARRO

  • 30 de dezembro de 2008 em 17:27
    Permalink

    Duas coisas diferentes:

    A foto da senhora ao volante é da inauguração do autódromo de Jacarepaguá ou das Três Horas do Rio de Janeiro, ambas de 1966.
    Não me lembro de nenhuma prova feminina, prática pouco comum no automobilismo do RJ da época.

    As outras duas são nitidamente dos 1000 KM da Guanabara, última prova do calendário de 66, que teve o seguinte resultado:

    1000 km Guanabara de 1966

    1. Ludovino Perez/Wilson Fittipaldi Jr – KG Porsche
    2. Jose Carlos Pace/Antonio Carlos Porto – KG Porsche
    3. Luiz Fernando T.Smith/Marivaldo Fernandes – Alpine
    4. Emerson Fittipaldi/Jan Balder – DKW Malzoni
    5. Luiz Pereira Bueno/Bird Clemente – Alpine
    6. Piero Gancia/Emilio Zambello – Alfa Giulia
    7. Norman Casari/Carlos Erima – DKW Malzoni
    8. Sergio Cardoso/Carlos Sicupira – Alfa Romeio Giulia
    9. Luiz Felipe Gama Cruz/Aberlando Milanez
    10.Fernando Pereira/Ronaldo Rebecchi – Interlagos

    (fonte: brazylyellowpages)

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 17:27
    Permalink

    Duas coisas diferentes:

    A foto da senhora ao volante é da inauguração do autódromo de Jacarepaguá ou das Três Horas do Rio de Janeiro, ambas de 1966.
    Não me lembro de nenhuma prova feminina, prática pouco comum no automobilismo do RJ da época.

    As outras duas são nitidamente dos 1000 KM da Guanabara, última prova do calendário de 66, que teve o seguinte resultado:

    1000 km Guanabara de 1966

    1. Ludovino Perez/Wilson Fittipaldi Jr – KG Porsche
    2. Jose Carlos Pace/Antonio Carlos Porto – KG Porsche
    3. Luiz Fernando T.Smith/Marivaldo Fernandes – Alpine
    4. Emerson Fittipaldi/Jan Balder – DKW Malzoni
    5. Luiz Pereira Bueno/Bird Clemente – Alpine
    6. Piero Gancia/Emilio Zambello – Alfa Giulia
    7. Norman Casari/Carlos Erima – DKW Malzoni
    8. Sergio Cardoso/Carlos Sicupira – Alfa Romeio Giulia
    9. Luiz Felipe Gama Cruz/Aberlando Milanez
    10.Fernando Pereira/Ronaldo Rebecchi – Interlagos

    (fonte: brazylyellowpages)

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 19:24
    Permalink

    como era bonita a paisagem desse autódromo. agora entendo a vantagem dele ser praticamente plano. lamentável mesmo que tenham acabado com a pista, e talvez num futuro próximo,com todo o lugar mesmo, cobrindo a paisagem com prédios.

    sinto não poder ajudar, dessa época eu só posso é aprender nessas fotos e nos comentários de quem sabe.
    muito rica a foto da largada, três Malzoni preenchendo o campo, e não sabia que Emerson tinha corrido com esse carro além das Mil Milhas de 66.
    essa foto precisava estar nas biografias dele.
    e, bem, sendo a largada de uma corrida desse nível, a arquibancada tá meio vazia, né? será q era tão mais popular o esporte então?
    tá certo que essa acho q não era a principal, cuja cobertura aparece no esquerdo da 1ª foto.
    e adiciono uma pergunta: “Olympic” não era uma companhia aérea grega, propriedade do Onassis?
    operava no Brasil?

    feliz ano novo a todos
    abs
    Amaral

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 19:24
    Permalink

    como era bonita a paisagem desse autódromo. agora entendo a vantagem dele ser praticamente plano. lamentável mesmo que tenham acabado com a pista, e talvez num futuro próximo,com todo o lugar mesmo, cobrindo a paisagem com prédios.

    sinto não poder ajudar, dessa época eu só posso é aprender nessas fotos e nos comentários de quem sabe.
    muito rica a foto da largada, três Malzoni preenchendo o campo, e não sabia que Emerson tinha corrido com esse carro além das Mil Milhas de 66.
    essa foto precisava estar nas biografias dele.
    e, bem, sendo a largada de uma corrida desse nível, a arquibancada tá meio vazia, né? será q era tão mais popular o esporte então?
    tá certo que essa acho q não era a principal, cuja cobertura aparece no esquerdo da 1ª foto.
    e adiciono uma pergunta: “Olympic” não era uma companhia aérea grega, propriedade do Onassis?
    operava no Brasil?

    feliz ano novo a todos
    abs
    Amaral

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 20:26
    Permalink

    Certo Amaral, era essa mesma…

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 20:26
    Permalink

    Certo Amaral, era essa mesma…

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 23:04
    Permalink

    Hummm…
    Na 1a. foto, acho que é a Marise, irmã do Cirão.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2008 em 23:04
    Permalink

    Hummm…
    Na 1a. foto, acho que é a Marise, irmã do Cirão.

    Resposta
  • 2 de janeiro de 2009 em 11:49
    Permalink

    Bom mesmo é o santo antônio, que coisa espetacular.

    Resposta
  • 2 de janeiro de 2009 em 11:49
    Permalink

    Bom mesmo é o santo antônio, que coisa espetacular.

    Resposta
  • 3 de janeiro de 2009 em 15:41
    Permalink

    Primeira dama, que sofreu com o Marinho, já que o piloto largou a própria lua de mel, em 1961, para correr e vencer no Aterro.

    Grande Marinho…

    Um verdadeiro “Romântico” do automobilismo

    Abração, Saloma

    Resposta
  • 3 de janeiro de 2009 em 15:41
    Permalink

    Primeira dama, que sofreu com o Marinho, já que o piloto largou a própria lua de mel, em 1961, para correr e vencer no Aterro.

    Grande Marinho…

    Um verdadeiro “Romântico” do automobilismo

    Abração, Saloma

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.