IMPÉRIO ENDURANCE BRASIL – SEXTOU EM INTERLAGOS PARA AS QUATRO HORAS DE RESISTÊNCIA MÁXIMA DE CARROS E PILOTOS

Dupla da GT3, Cacá Bueno e Ricardo Baptista, na Geral e na categoria GT3, emplacam o primeiro lugar com ultrapassagem de Cacá sobre o protótipo de David Muffato no S do Senna na última hora de prova

Emílio Padron, Lucas Kohl e Marcelo Vianna emplacaram a pole das Quatro Horas de Interlagos, prova válida pela quarta etapa do campeonato. De olho em manter a liderança da competição, o trio deu o primeiro passo para aumentar a distância em relação aos segundos colocados Vicente Orige e Gustavo Kiryla, que partem na segunda colocação. 


“Estávamos buscando essa pole desde a primeira etapa do campeonato e com certeza ela veio em boa hora. Estamos com um carro rápido, competitivo e esperamos converter este bom resultado em uma vitória amanhã”, disse Vianna após o quali. 
Foto Bruno Terena/MS2


Na categoria GT3, a pole ficou com Cacá Bueno e Ricardo Baptista. Foi a terceira vez que a dupla colocou a Mercedes AMG GT3 preparada pela equipe Team RC na primeira colocação dos carros de Gran Turismo. 

“Estamos felizes com este resultado, mostramos que temos um carro rápido para uma volta e agora temos que buscar um acerto para as quatro horas de prova para alcançarmos a vitória”, contou Cacá Bueno. Foto Bruno Terena/MS2

Na categoria P2, quem ficou com a pole foi Alan Hellmeister e Renato Turelli. Na categoria P3, quem levou a melhor foram Carlos e Yuri Antunes.

Na GT4 Cassio Homem de Mello, André Moraes Jr. e Flavio Abrunhoza repetiram o feito do Velopark e garantiram a pole. Na categoria GT4 Light, Gaetano di Mauro, Pedro Burger e Guilherme Bottura. Na categoria GT3 Light o trio Ricardo Mendes, Marçal Muller e Tom Filho foram os mais rápidos.

Grid de largada para as Quatro Horas de Interlagos

Uma sexta que vai ficar para a história da categoria com fortes emoções na pista e nos boxes. A evolução da categoria multimarca a cada etapa a credencia como a mais veloz dos autódromos brasileiros.

Na disputa do pelotão da P1 estreiou a terceira geração do projeto Sigma. O Sigma P1 G3, pilotado por Aldo Piedade Jr. e Jindra Kraucher, fechou a prova na quarta colocação geral e em segundo na classe P1, a principal para os protótipos. Foi o melhor resultado da história da equipe, que por boa parte da corrida, sonhou com a vitória, já que o carro iniciou a última das quatro horas de prova na frente, mas um problema de câmbio na saída dos boxes fez o bólido perder um minuto e a liderança da classificação.


“Sabíamos que o carro era bom. O que falta nele é lapidar, ter quilometragem para ganhar equilíbrio na corrida e ritmo de prova”, destacou Piedade. “Foi maravilhoso. Quem acompanha o Endurance Brasil sabe o quanto a categoria é competitiva, quantos pilotos excelentes e quantos carros maravilhosos existem. Tivemos um problema no box na última parada, mas não tem problema. É uma alegria muito grande e uma emoção muito forte!”, emocionou-se Kraucher. Foto William Inacio


Aldo Piedade Jr. e Jindra Kraucher pódio P1 Foto William Inacio

Responsáveis pela engenharia do projeto, Pedro Fetter e Evandro Flesch também vibraram muito com a estreia positiva do carro e agradeceram à FTR Motorsports, que presta o serviço operacional ao projeto. “Liderar na geral a uma hora do fim era algo que a gente nem imaginava. Passamos a semana tentando e ainda não achamos o acerto ideal do carro. O carro foi montado de forma excepcional e estamos muito contentes”, destacou Fetter. “Temos que agradecer ao Jindra por acreditar em nós diante de tantos percalços, ao Aldo pelo que ele fez no fim da corrida e ao pessoal da FTR. É coisa de corrida, perdemos por causa de uma bobagem, mas foi uma amostra do que está por vir”, emendou Flesch.

Um feito magistral foi com a dupla classificada em primeiro na geral e na categoria, Cacá Bueno e Ricardo Baptista triunfaram na pista e nos boxes com uma estratégia perfeita.

A ultrapassagem de Cacá sobre o protótipo de David Muffato no S do Senna trouxe a liderança na última hora de prova e coroou uma etapa perfeita.

Esse é o terceiro pódio conquistado em quatro etapas na temporada pela dupla do carro #27, sendo um segundo lugar em Goiânia, uma terceira colocação no Velopark – ambos na classe GT3 – e agora a vitória na geral em Interlagos. Além disso, Cacá e Ricardo estão com uma sequência de três pole positions consecutivas na categoria GT3.


“Foram quatro etapas até aqui e temos ainda toda a segunda metade da temporada pela frente, mas o bom desempenho nos dá um ânimo muito bom e agradeço ao Ricardo (Baptista) pelo trabalho que temos feito. Estou animado para continuar buscando vitórias em uma categoria tão legal quanto é o Endurance Brasil, então vamos com tudo. Muito obrigado a todos que nos apoiam e torcem por nós, sem vocês nada disso seria possível”, completa Cacá.
Foto Bruno Terena/RF1


Na categoria GT4, Henry Visconde, Paulo Sousa e Lucas Foresti, pilotos da Eurobike no Endurance Brasil, celebraram em Interlagos a melhor corrida da temporada. O BMW M4 GT4 preparado pela equipe MC Tubarão liderou boa parte da prova na categoria GT4, protagonizou disputas emocionantes e recebeu a bandeirada em segundo lugar, atrás do Mercedes AMG GT4 de André Moraes Jr./Cassio Homem de Mello e do McLaren 570S GT4 de Marco Pisani/Gustavo Conde/Marcelo Brisac.



BMW M4 GT4 de Henry Visconde, Paulo Sousa e Lucas Foresti na disputa com a Mercedes de Sanchez e Abreu Fotos Rodrigo Ruiz/Eurobike

Na primeira fase da corrida, o BMW da Eurobike andou “embolado” com os dois Mercedes AMG GT4 conduzidos por Moraes/Mello e por Leonardo Sanchez/Átila Abreu, vencedor das três provas anteriores. Uma disputa que terminou com o Mercedes de Sanchez/Abreu fora da corrida após um acidente causado pela perda de uma roda.

A luta pela vitória continuou entre o BMW e o Mercedes resmanescente, e terminou com o BMW recebendo a bandeirada na mesma volta dos vencedores.


Sousa e Visconde foram ao pódio; Foresti teve que sair mais cedo do autódromo para disputa da etapa da Stock car em Curitiba Foto Rodrigo Ruiz/Eurobike

Após esta etapa, Henry Visconde, Paulo Sousa e Lucas Foresti ocupam o terceiro lugar no campeonato da categoria GT4 com 265 pontos. Leonardo Sanchez e Átila Abreu lideram com 330; André Moraes Jr. e Cássio Homem de Mello têm 295 (pontuações extra-oficiais).


Porsche 911 GT3 R de Marcel Visconde/Ricardo Mauricio no S do Senna a frente da Ferrari vencedora da categoria GT3 Light com Ricardo Mendes, Marçal Muller e Tom Filho
Foto Rodrigo Guimarães/Stuttgart Motorsport

O Porsche 911 GT3 R da Stuttgart Motorsport com a dupla Marcel Visconde e Ricardo Mauricio chegaram ao terceiro lugar na categoria GT3 nas Quatro Horas de Interlagos, quarta etapa do Endurance Brasil 2021. A dupla se recuperou de um atraso ocorrido logo no começo da corrida devido a uma parada de box não programada para trocar um pneu furado. O Porsche chegou a estar uma volta atrás dos líderes, mas um ritmo forte e constante permitiu recuperar o tempo perdido e receber a bandeirada na mesma volta dos dois primeiros na GT3 – as duplas Ricardo Baptista/Cacá Bueno, vencedora, e Marcelo Hahn/Allam Khodair, segunda colocada.


Com o resultado das Quatro Horas de Interlagos, Marcel Visconde e Ricardo Mauricio se mantém na vice-liderança na pontuação da categoria GT3 com 385 pontos. Marcelo Hahn/Allam Khodair (McLaren 720S GT3) têm 415 e Ricardo Baptista/Cacá Bueno (Mercedes AMG GT3), terceiros colocados, acumulam 295 (pontuações extra-oficiais).
Foto Rodrigo Guimarães/Stuttgart Motorsport


Colocando em ordem os resultados da quarta etapa da Imperio Endurance Brasil numa sexta iluminada que levou ao autódromo de Interlagos emoções fortes dos carros mais rápidos do país, temos pela primeira vez na temporada um carro da GT3 superou os protótipos e levou a vitória no Império Endurance Brasil Feito esse da dupla estreante na categoria: Cacá Bueno e Ricardo Baptista saíram da 11a colocação e levaram à Mercedes ao topo do pódio.

A segunda colocação na geral ficou com Pedro Queirolo e David Muffato, resultado que deu à dupla do AJR #113 a vitória na categoria P1. Completaram o pódio Allam Khodair e Marcelo Hahn, que seguem líderes da GT3, Jindra Kraucher e Aldo Piedade, que fizeram história ao levar o novíssimo protótipo Sigma P1 para o pódio em sua corrida de estreia, e a dupla da Porsche Ricardo Maurício e Marcel Visconde.


Mercedes de Moraes e Mello levou a melhor na GT4 Foto Bruno Terena/MS2

Na categoria GT4, quem levou a melhor também foi a Mercedes. André Moraes e Cássio Homem de Mello cruzaram a linha na primeira colocação, deixando a BMW M4 do trio Henry Visconde, Lucas Foresti e Paulo Sousa na segunda colocação numa performance excelente do carro preparado pela MC Tubarão. A McLaren de Marco Pisani, Gustavo Conde e Marcelo Brisac chegou em terceiro. 

Já na GT4 Light, o trio Guilherme Bottura, Gaetano Di Mauro e Pedro Burger emplacou a segunda vitória seguida a bordo da Ginetta da equipe que também pontuou com a outra Gineta com Nelson Monteiro, Ramon Alcaraz, Francisco Hortae Renan Guerra chegando em segundo na categoria. E na GT3 Light, a Ferrari de Ricardo Mendes, Tom Filho e  Marçal Muller levou a melhor sobre o Aston Martin da família Ribas


Protótipo MCR venceu na P2 Foto Bruno Terena/MS2

Na categoria P2, Fernando Poeta, Claudio Ricci. Hugo Cibien, Leandro Totti e Luiz Oliveira conquistaram a vitória na P3.


Resultados das Quatro Horas de Interlagos
Categorias
Tempo de box


Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.