Walter Röhrl Audi Quattro S1 WRC Groupo B…

[youtube]vky1uh_kCf0[/youtube]
[youtube]yyVHj3sHVHQ[/youtube]
(reperem a loucura que era as provas em Portugal, contribuição do blogueiro master, Rubens Casses)
Röhrl foi um dos mais bem sucedidos pilotos do Campeonato Mundial de Rally durante as décadas de 1970 e 1980, vencendo o Rally de Monte Carlo quatro vezes com quatro marcas diferentes. Com o Fiat 131 Abarth conquistou o título de 1980, mas seu título de 1982 impressionou mais, com Röhrl enfrentando concorrentes com os novos carros com tração nas quatro rodas – liderados pela piloto Michèle Mouton da Audi – Röhrl conquistou o campeonato graças a sua consistência de seu desempenho com o Opel Ascona. Na mesma época conquistou o Campeonato Africano de Rali, em 1982. Em 1983, se juntou à Lancia para pilotar o novo Lancia 037 de tração traseira, até que mudou no ano seguinte para o Audi Quattro de tração nas quatro rodas, coincidentemente fabricado na região da Baviera…
Registros no Campeonato Mundial de Rali
Pilotou em Rally de 1973 a 1987. Passou por equipes Fiat, Opel, Lancia, Audi. Teve 14 vitórias, 31 pódios, acumulou 494 pontos 494. Seu primeiro rali no mundial – Rally de Monte Carlo,1973. Sua primeira vitória em rally – Rally de Acrópole, 1975. Última vitória em Rally – Rally San Remo,1985. Última prova em rally, Campeonato Mundial de Rally – Acrópole, 1987.
LS(reprodução/wikipedia)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

12 comentários em “Walter Röhrl Audi Quattro S1 WRC Groupo B…

  • 17 de outubro de 2008 em 10:18
    Permalink

    Rubens, o cabra é daqueles imortais no que faz. A idéia de colocar um post sobre o cabra, partiu de papo sobre tal com o brother Rick Martins que é um adepto da condução de lado em rallys. E chamou atenção os vídeos desse “Sr.”, brincando com uma Porsche no gelo, no asfalto seco e molhado. O cabra é pra de bom…é uma lenda viva.
    abs
    LS

    *E camarada, é blogueiro master sim e acabou!

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 10:18
    Permalink

    Rubens, o cabra é daqueles imortais no que faz. A idéia de colocar um post sobre o cabra, partiu de papo sobre tal com o brother Rick Martins que é um adepto da condução de lado em rallys. E chamou atenção os vídeos desse “Sr.”, brincando com uma Porsche no gelo, no asfalto seco e molhado. O cabra é pra de bom…é uma lenda viva.
    abs
    LS

    *E camarada, é blogueiro master sim e acabou!

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 10:32
    Permalink

    Esse eu vi tocar em 1979 no 1 Rallye Internacional do Brasil, um Fiat Abahrt 131, num dos primes em Campos do Jordão, subida em asfalto, várias vezes quase metade do peneu trazeiro ficou pra fora, no precipício, e os trilhos do bondinho la em baixo, eu ja tinha abandonado, depois disso Rallye de velocidade nunca mais, ficou a lembrança e a saudade.

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 10:32
    Permalink

    Esse eu vi tocar em 1979 no 1 Rallye Internacional do Brasil, um Fiat Abahrt 131, num dos primes em Campos do Jordão, subida em asfalto, várias vezes quase metade do peneu trazeiro ficou pra fora, no precipício, e os trilhos do bondinho la em baixo, eu ja tinha abandonado, depois disso Rallye de velocidade nunca mais, ficou a lembrança e a saudade.

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 15:11
    Permalink

    Vamos ver se os meus arquivos históricos estão certos:

    Rodolpho C. Bettega Filho
    Navegador Campeão Paranaense Rallye Regularidade-Categoria Novato em 1978
    Piloto: Neuto Bau
    Carro: Chevrolet Chevette Sedan
    Equipe Betonex

    I RALLYE INTERNACIONAL DO BRASIL 1979
    Carro Númeral 36
    Pedro Mader Ribas / Rodolpho C. Bettega Filho
    Fiat 147 – Paraná

    Se estiver certo manda fotos para pastro@terra.com.br para aumentar o meu arquivo histórico fotográfico.

    abraços a todos

    Renato Pastro

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 15:11
    Permalink

    Vamos ver se os meus arquivos históricos estão certos:

    Rodolpho C. Bettega Filho
    Navegador Campeão Paranaense Rallye Regularidade-Categoria Novato em 1978
    Piloto: Neuto Bau
    Carro: Chevrolet Chevette Sedan
    Equipe Betonex

    I RALLYE INTERNACIONAL DO BRASIL 1979
    Carro Númeral 36
    Pedro Mader Ribas / Rodolpho C. Bettega Filho
    Fiat 147 – Paraná

    Se estiver certo manda fotos para pastro@terra.com.br para aumentar o meu arquivo histórico fotográfico.

    abraços a todos

    Renato Pastro

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 15:31
    Permalink

    Nosaa, per La Madonna… como toca o peão. O trabalho com os pés é uma aula, um bailado, uma primorosa obra prima.
    Que show, mano velho; que SHOW!!!!!

    Resposta
  • 17 de outubro de 2008 em 15:31
    Permalink

    Nosaa, per La Madonna… como toca o peão. O trabalho com os pés é uma aula, um bailado, uma primorosa obra prima.
    Que show, mano velho; que SHOW!!!!!

    Resposta
  • 19 de outubro de 2008 em 20:06
    Permalink

    Boas noites.
    Cá em Portugal era bem mais facil de verem estas máquinas do que no Brasil.
    Acreditem que eram verdadeiramente impressionantes. desde as formas exteriores e interiores em que pouco ou nada se preocupavam com os detalhes estéticos. Eram feitos para competir e setrem funcionais, …e mais nada!
    Só para terem uma ideia, a mais de 1Km de distancia, nalguns troços de montanha, conseguiamos ouvir os rugidos dos motores. …lindo!!!
    Após os Grupo B os Rallys, cuja principio do fim se deu em Portugal com um belo RS200 que nas mãos de um piloto pouco experiente vitimou alguns espectadores, nunca mais foram os mesmos.
    Agora temos a classe S2000 e os WRC mas…, não é a mesma coisa.
    Um abraço
    João Manuel

    Resposta
  • 19 de outubro de 2008 em 20:06
    Permalink

    Boas noites.
    Cá em Portugal era bem mais facil de verem estas máquinas do que no Brasil.
    Acreditem que eram verdadeiramente impressionantes. desde as formas exteriores e interiores em que pouco ou nada se preocupavam com os detalhes estéticos. Eram feitos para competir e setrem funcionais, …e mais nada!
    Só para terem uma ideia, a mais de 1Km de distancia, nalguns troços de montanha, conseguiamos ouvir os rugidos dos motores. …lindo!!!
    Após os Grupo B os Rallys, cuja principio do fim se deu em Portugal com um belo RS200 que nas mãos de um piloto pouco experiente vitimou alguns espectadores, nunca mais foram os mesmos.
    Agora temos a classe S2000 e os WRC mas…, não é a mesma coisa.
    Um abraço
    João Manuel

    Resposta
  • 15 de janeiro de 2009 em 17:41
    Permalink

    Por favor, se tiverem algo como fotos ou detalhes desta prova que possam me encaminhar:
    Rodolpho C. Bettega Filho
    Navegador Campeão Paranaense Rallye Regularidade-Categoria Novato em 1978
    Piloto: Neuto Bau
    Carro: Chevrolet Chevette Sedan
    Equipe Betonex

    o e-mail é marili@sgm.curitiba.pr.gov.br

    Resposta
  • 15 de janeiro de 2009 em 17:41
    Permalink

    Por favor, se tiverem algo como fotos ou detalhes desta prova que possam me encaminhar:
    Rodolpho C. Bettega Filho
    Navegador Campeão Paranaense Rallye Regularidade-Categoria Novato em 1978
    Piloto: Neuto Bau
    Carro: Chevrolet Chevette Sedan
    Equipe Betonex

    o e-mail é marili@sgm.curitiba.pr.gov.br

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.