RALLYE DE REGULARIDADE #1

Sábado, cedíssimo, encontro dos comparsas da 1200 Racing Team no Posto Shell…rumo ao Templo e chegada por volta das 8hs de la matina. Baratas adesivadas e prontas para diversão. Chega outro comparsa, Rogério Cardinale com os adesivos gentilmente cedidos para colocarmos, identificando os loucos dos outros. Bom como a prova só terá início por volta das quatro da tarde, o jeito seria jogar conversa fora e dar umas bandas por aí. Encontrando a galera e novamente o papo da construção do Fórmula Vê, parece que se tornou ficção essa parada!
Mas a surpresa desse sábado foi avistar num box um carro de Nascar…isso mesmo Nascar. Modelo competiu ano passado, segundo escutas de orelhada. Mas detalhes da bagaça, virão com o tempo, com o próprio responsável, Guido Borlenghi…

…e aqui a infernal sonzeira da usina!

E por hora ficamos aqui. Aguardem os próximos capítulos…
Saloma#Sahib

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

36 comentários em “RALLYE DE REGULARIDADE #1

  • 15 de fevereiro de 2009 em 08:46
    Permalink

    Loucura , Saloma . Aguardo ansioso os próximos capitulos . Bom domingo , Sahib

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 08:46
    Permalink

    Loucura , Saloma . Aguardo ansioso os próximos capitulos . Bom domingo , Sahib

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 09:03
    Permalink

    A melhor piada que rolou por conta desse monstrengo foi a pergunta “alegre” “oba!, reinauguraram o anel externo, viva”, e eu não sabia”. Afinal, todos nós sabemos que esse carro não faz curva né não?
    Piada a parte, o que grita a usina não é mole não. e a segurança passiva do indigitado é enorme, especialmente se comparada com os daqui.
    Por hora só vale mesmo como curosidade.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 09:03
    Permalink

    A melhor piada que rolou por conta desse monstrengo foi a pergunta “alegre” “oba!, reinauguraram o anel externo, viva”, e eu não sabia”. Afinal, todos nós sabemos que esse carro não faz curva né não?
    Piada a parte, o que grita a usina não é mole não. e a segurança passiva do indigitado é enorme, especialmente se comparada com os daqui.
    Por hora só vale mesmo como curosidade.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 10:33
    Permalink

    Lindo esse NASCAR…O V8 de verdade(mais de 6 litros) fala alto mesmo….mas so se arrastou pela pista….

    Poe o post da regularidade Saloma…..o four wheel drift do azulao…..da o seu relato que estava atras….

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 10:33
    Permalink

    Lindo esse NASCAR…O V8 de verdade(mais de 6 litros) fala alto mesmo….mas so se arrastou pela pista….

    Poe o post da regularidade Saloma…..o four wheel drift do azulao…..da o seu relato que estava atras….

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 10:50
    Permalink

    Calma, sobrinho…isso tudo tem uma logística. Os vídeos são enviados para o site YouTube. Ele baixa e disponibiliza. Daí fico no aguardo das imagens do RR, para montar os post…e hj é domingão! Eu digo e redigo, será que isso passa pela nova ortografia, que ficando sem cronômetro apartir da terceira volta no treino, fiquei na sua cola, como de sempre fazemos, e dedico meu terceiro lugar a vc, que me salvo de andar às cegas. E ao Dú, que com sinais loucos, pediu para acelerar porque o tempo estava muito baixo e isso estava mesmo…calma que coloco tudo no ar!
    Saloma

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 10:50
    Permalink

    Calma, sobrinho…isso tudo tem uma logística. Os vídeos são enviados para o site YouTube. Ele baixa e disponibiliza. Daí fico no aguardo das imagens do RR, para montar os post…e hj é domingão! Eu digo e redigo, será que isso passa pela nova ortografia, que ficando sem cronômetro apartir da terceira volta no treino, fiquei na sua cola, como de sempre fazemos, e dedico meu terceiro lugar a vc, que me salvo de andar às cegas. E ao Dú, que com sinais loucos, pediu para acelerar porque o tempo estava muito baixo e isso estava mesmo…calma que coloco tudo no ar!
    Saloma

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 10:54
    Permalink

    Esse NASCAR ontem foi o autentico “Belo Antonio”.
    Enorme, com um Big Block de verdade, muito barulho, muita curiosidade, muito ti-ti-ti, mas andar mesmo que é bom…
    Frustrou inclusive o nosso lambe lambe de plantão, o Rodrigão.
    Ficou no S do Senna esperando a barca, que não passou por lá nenhuma vez…até agora.
    E voces? Tão esperando o que para botar os comentarios “de quem estava lá dentro” na regularidade?

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 10:54
    Permalink

    Esse NASCAR ontem foi o autentico “Belo Antonio”.
    Enorme, com um Big Block de verdade, muito barulho, muita curiosidade, muito ti-ti-ti, mas andar mesmo que é bom…
    Frustrou inclusive o nosso lambe lambe de plantão, o Rodrigão.
    Ficou no S do Senna esperando a barca, que não passou por lá nenhuma vez…até agora.
    E voces? Tão esperando o que para botar os comentarios “de quem estava lá dentro” na regularidade?

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 12:29
    Permalink

    Não gosto dessas barcas. O carro é bem feito, tem amortecedores de ponta, motorzão, mas só terá graça se fizerem provas pelo circuito externo.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 12:29
    Permalink

    Não gosto dessas barcas. O carro é bem feito, tem amortecedores de ponta, motorzão, mas só terá graça se fizerem provas pelo circuito externo.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 17:10
    Permalink

    Tks Gustavo…apareça sempre!
    abs

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 17:10
    Permalink

    Tks Gustavo…apareça sempre!
    abs

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 20:28
    Permalink

    vcs estão falando que o Stock gringo não faz curva, mas pelo que lembro, antigamente pelo menos era assim, usava-se na stock americana 3 chassis: ovais longos, ovais curtos e um chassi especial para Watkins Glen…

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 20:28
    Permalink

    vcs estão falando que o Stock gringo não faz curva, mas pelo que lembro, antigamente pelo menos era assim, usava-se na stock americana 3 chassis: ovais longos, ovais curtos e um chassi especial para Watkins Glen…

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 21:11
    Permalink

    Será por isso, Zullino, que os cabras tem até onze carros na temporada?

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2009 em 21:11
    Permalink

    Será por isso, Zullino, que os cabras tem até onze carros na temporada?

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 09:07
    Permalink

    Saloma,
    Os caras tem um monte de carros porque correm em mais de 30 corridas e cada carro deve ser acertado para tipos de pista diferentes.
    O motor desse carro tem bloco de ferro, perguntei isso ao rapaz que estava falando com você no Box. A regulagem desses motores é inexistente, não se pode mexer em nada para não perder a garantia, nem tampa de vávulas se pode tirar. A potência dos blocos de ferro deve ser limitada a uns 600 HPs, na stock limita-se a 450, os de 730 tem bloco de alumínio e duram uma corrida apenas. A limitação da potência é feita por uma placa restritora na base do carburador Holley Quadrijet e pela troca dos difusores. O motorzão é um aparente rocket normal, mas ao se reparar é todo feito com mais esmero e não tem bomba de óleo interna, a bomba é externa acionada por correia dentada. Evidentemente, apesar da aparente antiguidade do projeto, o motor tem tudo forjado, bielas, pistões e que tais. Pode até ser parecido com os V8, mas está muito longe de ser idêntico. De origem é GM, mas parece que é uma empresa independente que os fabrica.
    A suspensão dianteira lembra a do Corvette, mas não sei como é o eixo traseiro, talvez seja rígido, mas aí seria meio primitivo. A não ser que os caras tenham descoberto que em ovais não faz diferença pelo uso de pneus muito largos. Vamos ver, não gosto dessas barcas e que sei do motor foi de olhar o Coruja colocar um desses num Omega, talvez ande bem.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 09:07
    Permalink

    Saloma,
    Os caras tem um monte de carros porque correm em mais de 30 corridas e cada carro deve ser acertado para tipos de pista diferentes.
    O motor desse carro tem bloco de ferro, perguntei isso ao rapaz que estava falando com você no Box. A regulagem desses motores é inexistente, não se pode mexer em nada para não perder a garantia, nem tampa de vávulas se pode tirar. A potência dos blocos de ferro deve ser limitada a uns 600 HPs, na stock limita-se a 450, os de 730 tem bloco de alumínio e duram uma corrida apenas. A limitação da potência é feita por uma placa restritora na base do carburador Holley Quadrijet e pela troca dos difusores. O motorzão é um aparente rocket normal, mas ao se reparar é todo feito com mais esmero e não tem bomba de óleo interna, a bomba é externa acionada por correia dentada. Evidentemente, apesar da aparente antiguidade do projeto, o motor tem tudo forjado, bielas, pistões e que tais. Pode até ser parecido com os V8, mas está muito longe de ser idêntico. De origem é GM, mas parece que é uma empresa independente que os fabrica.
    A suspensão dianteira lembra a do Corvette, mas não sei como é o eixo traseiro, talvez seja rígido, mas aí seria meio primitivo. A não ser que os caras tenham descoberto que em ovais não faz diferença pelo uso de pneus muito largos. Vamos ver, não gosto dessas barcas e que sei do motor foi de olhar o Coruja colocar um desses num Omega, talvez ande bem.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 10:29
    Permalink

    Mas, Zullino, se está descrito que a barca é um Chevrolet Monte Carlo, não deveria usar só componentes GM. Pelo que me lembro essa barca do Monte Carlo está na sexta geração e usa uma motorização no modelo SS a versão de 300hp e 323hp. Isso quer dizer que a preparação dobra a cavalagem dos big-block. E é aquilo que papeamos, um avanço ali ou aqui, como os amortecedores Penske e por aí vai.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 10:29
    Permalink

    Mas, Zullino, se está descrito que a barca é um Chevrolet Monte Carlo, não deveria usar só componentes GM. Pelo que me lembro essa barca do Monte Carlo está na sexta geração e usa uma motorização no modelo SS a versão de 300hp e 323hp. Isso quer dizer que a preparação dobra a cavalagem dos big-block. E é aquilo que papeamos, um avanço ali ou aqui, como os amortecedores Penske e por aí vai.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 11:50
    Permalink

    Bom n minha opiniao, o Guido é caprichoso e competente pacas.
    O carro nao deu muito certo no fds mas tudo bem logo ele arruma a barca.
    MAs gostei do grito da criança.
    Será que a 18 do camillo berrava assim?
    Sai com o Peroba pelo fundo dos boz pra olharmos o bichão descer a reta mas ficamos na vontade.
    Ai perguntei como era o berro do maveco berta, ele disse que era muito bonito de ouvir.
    Fico apens imaginando afinal minha geração nao viu estas maravilhas de v8 andando.
    Que pena.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 11:50
    Permalink

    Bom n minha opiniao, o Guido é caprichoso e competente pacas.
    O carro nao deu muito certo no fds mas tudo bem logo ele arruma a barca.
    MAs gostei do grito da criança.
    Será que a 18 do camillo berrava assim?
    Sai com o Peroba pelo fundo dos boz pra olharmos o bichão descer a reta mas ficamos na vontade.
    Ai perguntei como era o berro do maveco berta, ele disse que era muito bonito de ouvir.
    Fico apens imaginando afinal minha geração nao viu estas maravilhas de v8 andando.
    Que pena.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 12:36
    Permalink

    Que eu saiba, carros Nascar são bolhas feitas em cima de tubulares e o motor é o mesmo para todos. Meio parecido com a nossa stock. os que correm no campeonato principal usam a versão de 730 hp desse motor com bloco de alumínio.
    Poderia chamar Montecarlo ou qualquer outro nome ligando a um modelo, mas o carro só tem o distintivo e a água do radiador do modelo original.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2009 em 12:36
    Permalink

    Que eu saiba, carros Nascar são bolhas feitas em cima de tubulares e o motor é o mesmo para todos. Meio parecido com a nossa stock. os que correm no campeonato principal usam a versão de 730 hp desse motor com bloco de alumínio.
    Poderia chamar Montecarlo ou qualquer outro nome ligando a um modelo, mas o carro só tem o distintivo e a água do radiador do modelo original.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.