E-RACER – O TÍTULO DE 2017 É NOSSO, LUCAS DI GRASSI!

Brasileiro chegou à rodada dupla de Montreal com 10 pontos de desvantagem a Sébastien Buemi e fez seu trabalho: venceu no sábado e bastou um sétimo lugar neste domingo para que o piloto da Audi Sport conquistasse o título da categoria dos carros elétricos.

 

LUCAS DI GRASSI, CAMPEÃO DA TEMPORADA 2016/2017 DA FÓRMULA E FOTO: AUDI SPORT

 

Lucas di Grassi começou o final de semana que decidiu o campeonato da Fórmula E no papel da caça. E o cumpriu, no sábado (29), com bastante sucesso. O brasileiro, que chegou à rodada dupla de Montreal, no Canadá, dez pontos atrás do líder Sébastien Buemi, marcou a pole position e venceu a primeira corrida da rodada dupla final da temporada.

Marcou 28 pontos em 29 possíveis e viu o adversário Buemi, que terminou em quarto lugar após largar em 12º, ser desclassificado três horas após o final da prova por estar com o segundo carro abaixo do peso mínimo de 880 quilos e perder os pontos. Assim, Lucas vira o jogo no que era uma desvantagem de dez pontos e a fez se transformar em uma vantagem de 18 pontos: 175 a 157.

 

O PILOTO DA AUDI LARGOU NA FRENTE NO SÁBADO E POUCO TEMPO DEPOIS JÁ MANTINHA UMA VANTAGEM SUPERIOR A OITO SEGUNDOS PARA STÉPHANE SARRAZIN FOTO: AUDI SPORT

 

Com os três pontos da pole position mais os 25 da vitória, Di Grassi somou 28 – faltou somente o ponto extra pela volta mais rápida. Mesmo assim, facilmente o dia mais proveitoso da carreira do brasileiro na categoria dos carros elétricos. “Tenho que agradecer a equipe antes. Eles fizeram um trabalho fantástico ao entender o que deu errado em Nova York, melhoraram o carro, e sem eles eu não teria conseguido fazer o meu trabalho. Hoje, definitivamente, foi o meu melhor dia na Fórmula E ao somar 28 pontos no momento certo. O sábado foi proveitoso. Amanhã é um dia completamente diferente, mas vamos tentar fazer o mesmo que fizemos hoje”, disse Lucas após a vitória se posicionando para domingo, sabendo ele que de caçador seria a caça!

Resultado – ePrix de Montreal – Corrida 1 (Top-5) no sábado:
1. LUCAS DI GRASSI (ABT SCHAEFFLER AUDI SPORT) – 35 voltas
2. Jean-Éric Vergne (TECHEETAH) – a 0s350
3. Stéphane Sarrazin (TECHEETAH)  -a 7s869
4. Daniel Abt (ABT SCHAEFFLER AUDI SPORT) – a 8s592
5. Sam Bird (DS VIRGIN RACING) – a 8s913

Classificação do Campeonato de Pilotos (Top-5) depois da Corrida 1 no sábado:
1. LUCAS DI GRASSI – 175 pontos
2. Sébastien Buemi – 157
3. Sam Bird – 110
4. Felix Rosenqvist – 106
5. Jean-Éric Vergne – 92

 

NO DOMINGO O GRID FOI DISPUTADO PENSANDO NO TÍTULO FOTO: DIVULGAÇÃO

 

No domingo (30), Di Grassi saiu da quinta posição, enquanto seu rival Sébastien Buemi, da Renauld eDams, partia do 14º lugar. Depois de um início turbulento, em que tanto Lucas como seu companheiro de equipe Daniel Abt caíram para as posições 9 e 10, a dupla manteve um bom ritmo economizando energia, e conseguiu se recuperar. O brasileiro cruzou a linha de chegada na sétima posição, suficiente para comemorar seu primeiro título na categoria.

 

O PILOTO BRASILEIRO RUMO A SEU TÍTULO DE 2017 FOTO: AUDI SPORT

 

“Ganhamos o campeonato depois de dois anos batendo na trave. Sem sombra de dúvida um título muito, muito importante – o mais importante da minha carreira”, cravou, destacando o papel da prova do dia anterior em sua conquista. “A corrida de sábado foi também a melhor da minha vida de piloto, e conseguimos superar todas as dificuldades, vencer, e fechar com chave de ouro. Tivemos três anos espetaculares com muitas emoções e alguns momentos inesquecíveis, mas o que alcançamos hoje é o topo absoluto e uma merecida recompensa a todos os membros do time, que demonstraram um espírito de luta inabalável durante todo o ano. Estou extremamente orgulhoso em ser campeão da Fórmula E. Obrigado a todos que ajudaram a tornar isso possível”, agradeceu.

 

 

Ele destaca que, das três temporadas que disputou na Fórmula E, esta foi a mais difícil. “A concorrência evoluiu muito, a quantidade de pilotos com chances de vitória aumentou significativamente, e tivemos de trabalhar duro para compensar a vantagem que a Renault eDams tinha sobre o restante do grid. Tive que correr duas provas em Berlim com uma perna quebrada, e aquele foi um momento bem difícil, de muita dor”, lembrou Di Grassi, dono de duas vitórias neste ano e duas performances memoráveis – quando foi do final do grid para a segunda posição na prova de abertura, e Hong Kong, e na Cidade do México, quando caiu para o último lugar, teve de fazer uma parada extra e, fazendo uso de uma estratégia ‘kamikaze’, venceu a corrida contra todos os prognósticos

 

PARABÉNS PELO TÍTULO LUCAS DI GRASSI! FOTO: AUDI SPORT

 

Como primeiro vencedor da história da Fórmula E: o piloto da Audi venceu na abertura da temporada 2014/2015, nas ruas de Pequim, na China. Os números de di Grassi na categoria dos carros elétricos nas três temporadas:

33 corridas
6 vitórias
20 pódios
3 pole positions
9 largadas da primeira fila
11 presenças no Super Pole
468 pontos
13 corridas lideradas e 19 vezes premiado com o FanBoost – artifício que dá um “boost” extra de potência em um curto período e que é definido por votação popular na internet.

O time passará a se chamar Audi Sport ABT Schaeffler, e começará com o piloto campeão em um de seus carros.

FIA FORMULA E CHAMPIONSHIP
Classificação Final – Campeonato de Pilotos (Top-5)
1. LUCAS DI GRASSI – 181 pontos (campeão)
2. Sébastien Buemi – 157
3. Felix Rosenqvist – 127
4. Sam Bird – 122
5. Jean-Éric Vergne – 117

 

Que venha 2018, vamos pra cima torcida brasuca!!

 

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.