PRIMEIRA SUBIDA DA MONTANHA – CAMPO LARGO

Banner_Subida_Montanha Campo Largo

Assim foi a 1ª Subida da Montanha organizada em Campo Largo, Paraná, 22 de agosto, nas 29 curvas do sinuoso trecho escolhido pela comissão técnica da prova, de sete quilômetros de concreto nas proximidades da fábrica de cimento Itambé.

Dos 27 inscritos (24 finalizaram o circuito) subiram e tiveram que mostrar pra que vieram, já que a pista de concreto, sem grip fez fazer da perícia, para controlar a transferência de potência das baratas que vinham abanando…

O mais rápido na geral, um Mitsubishi Lancer Evolution X de quase 300 cvs pilotado por Bruno Mesquita
Categoria: STO-B / Numeral: #11 / Tempo: 0:02:49,81
…e o Beto Trivelato com o Volkswagen Golf VR6, que já foi matéria aqui no boteco e desperto muita curiosidade na sua preparação, terminou em primeiro na sua categoria…
Categoria: Pro / Numeral: #22 / Tempo: 0:03:01,17
Fazendo parte do Team da Suspentécnica, de sampa, especializada em suspensão e sistemas de frenagem de clássicos a super máquinas. E nos clássicos, incluo o Okrasinha…

Alguns pitacos do evento:
-O Ka 1.6 original de Wilson Ramon com o tempo de 0:03:24,95…
-O Golf “Black Monster” do Ronald Funari que participa de provas de Força Livre em Interlagos…
-O Peugeot 206 de Rafael Túlio “Pomerode”, tri-campeão de rally…
-O único acidente da prova, que apesar de feio, só prejuízos materiais, do Subaro STI prata que passou reto numa curva na primeira passagem das três válidas para tempo…
-Tímida divulgação, mas um público estimado de mais de 1000 pessoas…
Arrecadado, 200kg de alimentos, que foram destinados à PROVOPAR, para distribuição à comunidade carente, e isso é um puta exemplo de iniciativa!
-E no mais, agora que sabemos da prova, dando um espaço entre as provas do Torneio de Regularidade e afins…os comparsas da Saloma do Bloga Racing Team, poderão marcar presença! Parabéns pela empreitada e aguardaremos que essa vire o exemplo de desafio de “Pike’s Peak” no Colorado, na terra do Tio Sam.
Fotos e vídeos…
Trajeto_Subida Montanha Campo Largo #2010 B
Trajeto_Subida Montanha Campo Largo #2010 A
Apoio Resgate_Subida Montanha Campo Largo #2010
Trajeto_Subida Montanha Campo Largo #2010
Grid_Subida Montanha Campo Largo #2010
Volkswagen Golf VR6_Alberto Trivelato_Subida Montanha Campo Largo #2010 A
Mitsubishi Evo X_Bruno Mesquita_Subida Montanha Campo Largo #2010
Volkswagen Golf Gti_Ronald Funari_Subida Montanha Campo Largo #2010
Volkswagen Golf VR6_Alberto Trivelato_Subida Montanha Campo Largo #2010
Peugeot 206_Rafael Túlio_Subida Montanha Campo Largo #2010
Renault Clio_Marcos Ramos_Subida Montanha Campo Largo #2010
Volkswagen Beetle_Gustavo Trevizan_Subida Montanha Campo Largo #2010
Ford Ka_Wilson Ramon_Subida Montanha Campo Largo #2010
Ford Ka_Rodrigo Ribas_Subida Montanha Campo Largo #2010
Chevrolet Chevette_Wilson Ramon Netto_Subida Montanha Campo Largo #2010
Subaru Impreza WRX_Subida Montanha Campo Largo #2010
Team Suspentécnica_Subida Montanha Campo Largo #2010
Beto Trivelato, Bruno Mesquita e Lindenberg…

Subida de Montanha_Campo Largo_Classificação Geral #2010
Subida de Montanha_Campo Largo_Classificação Categorias #2010

O único acidente da prova…

httpss://www.youtube.com/watch?v=9UQjyBMjjqc

Segundo lugar (geral), Golf IV GTI Turbo…

httpss://www.youtube.com/watch?v=3vmVbCSh8qo

Quinto lugar (geral), Golf VR6…

httpss://www.youtube.com/watch?v=08XefcUBLvw

Galera, mais AQUI NO SITE OFICIAL da organização da prova. E mais uma vez, parabéns a galera organizadora e quem acreditou, patrocinou e deu apoio…
(reprodução/www.subidadamontanha.com.br/Suspentécnica)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

25 comentários em “PRIMEIRA SUBIDA DA MONTANHA – CAMPO LARGO

  • 5 de outubro de 2010 em 22:36
    Permalink

    Oi Saloma,, fiquei com vontade de subir essa montanha ai com minha Berlineta,,,,( com aquele motor do campeonato de 2004 -Lembra-se rodava em 2,06/2.07 em Interlagos Penso que seria competitivo nessa subida ai,,. abs do amigo ..Ãguia em Floripa

    Resposta
  • 6 de outubro de 2010 em 08:06
    Permalink

    Olá Saloma!

    Eu estava lá, e foi um show!

    Você também estava lá?

    Abraço!

    Resposta
  • 6 de outubro de 2010 em 08:07
    Permalink

    Não Mauro…mas em 2011 vou junto com a turma nem que for pra ficar no barranco…rs/abs

    Resposta
  • 6 de outubro de 2010 em 12:47
    Permalink

    Bicho…Quem é o organizador desse matadouro ?????
    Não sei quem é mais anta, quem organizou ou esse doido que capotou !!
    O garoto morreu ????

    Resposta
  • 6 de outubro de 2010 em 13:38
    Permalink

    Qual é Jackie? Surtou… vc deveria ver as Subidas do Pico, que geralmente são com piso úmido e muito mais perigoso, e já teve carro que escapou o saiu da pista, igual. Essa do sul é dez. Só faltou mais grip no chão. Mas de resto é assim…subida é isso!

    Resposta
  • 6 de outubro de 2010 em 15:53
    Permalink

    Meu amigo Salomão,
    A prova foi muito bem organizada e todos os pilotos foram brifados dos perigos e das normas da prova. Eram tres subidas por participante e nao era valido a soma das tres, entao a primeira vez deveria ser mais comedida e as curvas mais perigosas estavam sinalizadas com cones.Os equipamentos de segurança eram checados e o participante do subaru que capotou veio fazendo besteira desde a primeira curva (ele foi um dos primeiros a subir) e capotou na primeira subida. Nao se machucou e a prova foi interrompida, ele levado a um hospital e a prova so foi reiniciada depois da chegada de uma nova ambulancia. Ano que vem estarei la de novo com certeza.
    Abraço

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 02:51
    Permalink

    Sinalizada com cones ???
    Grande segurança !!
    Azar de quem participar !!
    No comments !!!!

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 07:10
    Permalink

    Jackie…como toda prova de cunho automobilístico, antes e muito antes, tem reuniões envolvendo toda a infraestrutura do evento e essa não foi diferente. Teve um exaustivo briefing, explicando; mostrando e falando do perfil da estrada usada…seu tipo de pavimentação e também para que é usada no dia a dia. Desde que “inventaram” esse tipo de desafio e aqui transcrevo pra vc um trecho do site da Subida da Montanha e não fala nada mais do que já vi e sei sobre a prova, habilidades são colocadas a prova…

    “É uma das mais antigas formas de automobilismo, o primeiro hill climb conhecido foi em La Turbie perto de Nice, França, realizado em 31 de janeiro de 1897. A subida realizada na Shelsley Walsh, em Worcestershire, na Inglaterra é o mais antigo do mundo continuamente encenado. O evento ainda é realizado em seu percurso original, tendo sido executado o primeiro em 1905.

    O Hill climb geralmente fornece acesso ao espectador e boa visualização da ação. Embora o esporte seja muito competitivo, ele também mantém uma atmosfera amigável e atrai competidores homens e mulheres de todas as idades.

    Este tipo de esporte motor requer habilidade, bem como bravura, tem uma longa tradição no E.U.A. e tem sido muito popular na França e na Áustria desde 1980. O evento austríaco em Rachau é focado no entretenimento da multidão, e inspirou muitos eventos semelhantes…”

    E o que vc viu e está formando um opinião um tanto precipitada, é que o piloto, vinha passando dos limites, muito antes e sabemos, que qdo se coloca o capacete e acelera a barata, o limite e o bom senso vão pras cucúias e nesse caso foram parar no barranco…é isso!

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 16:36
    Permalink

    Calma jackie. A tal da Spik pikes (sei lá como escreve isso) nos states é muito mais perigosa. Bota perigosa nesse comentário. E asfaltaram outro dia. Antes era só terra.
    Avalie aqui http://video.google.com/videoplay?docid=5128933997167560481#
    Essa aí é até moleza.
    A anta que capotou, é um bração e exagerou. Deu sorte em ter saído só com o ego gravemente ferido.
    No mais, corrida de estrada, especialmente subidas é assim mesmo. o carinha sempre abusa um tanto a mais.
    Eu gostei.
    Quem sabe ano que vem, vou junto pra ficar no barranco…

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 16:45
    Permalink

    Regi…já está programado. Vamos reunir os comparsas e rumar pra lá. Quem foi não se arrependeu…abs

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 17:08
    Permalink

    Meninos…rsrsrsrs
    Não sou contra a prova, muito pelo contrário, gosto muito, até demais !!
    Porém, tem que a ver uma outra regra, critério, sei lá…
    De que adianta um exaustivo briefing…Se aparece um cabeça de galinha e passa por cima do que foi dito ??
    Essa prova é pra turma brincar e não se machucar !!!
    Tá bom, tá bom…Levarei em consideração seu último parágrafo Saloma …

    “E o que vc viu e está formando um opinião um tanto precipitada, é que o piloto, vinha passando dos limites, muito antes e sabemos, que qdo se coloca o capacete e acelera a barata, o limite e o bom senso vão pras cucúias e nesse caso foram parar no barranco…é isso!”

    Meninos da subida…C U I D A D O !!!!!!

    Beijos

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 17:09
    Permalink

    Meninos…rsrsrsrs
    Não sou contra a prova, muito pelo contrário, gosto muito, até demais !!
    Porém, tem que a ver uma outra regra, critério, sei lá…
    De que adianta um exaustivo briefing…Se aparece um cabeça de galinha e passa por cima do que foi dito ??
    Essa prova é pra turma brincar e não se machucar !!!
    Tá bom, tá bom…Levarei em consideração seu último parágrafo Saloma …

    “E o que vc viu e está formando um opinião um tanto precipitada, é que o piloto, vinha passando dos limites, muito antes e sabemos, que qdo se coloca o capacete e acelera a barata, o limite e o bom senso vão pras cucúias e nesse caso foram parar no barranco…é isso!”

    Meninos da subida…C U I D A D O !!!!!!

    Beijos

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 17:49
    Permalink

    Essa é a nossa “Jackie”…e estou devendo uma visita e depois do feriado combinamos, aí no clã dos Della Barba, mas chame meu piloto favorito o Zé Augusto! bjs

    Resposta
  • 7 de outubro de 2010 em 18:56
    Permalink

    Meu amigo salomão,
    Sinto mas vou ter que discordar da Jackie, quando entre iguais falamos em nos divertir numa corrida ou brincar de subida de montanha, sabemos todos do profissionalismo e habilidades envolvidas nisso. O risco de uma quebra mecânica em Interlagos ou um erro de traçado ou pilotagem trazem grandes riscos financeiros e de saúde. Ninguém é obrigado a participar e um termo de responsabilidade ou uma carteira credenciando para determinadas atividades são sempre exigidas. “Se não sabe brincar não desce pro play” ou então pode despencar no barranco!
    Beto Suspentecnica

    Resposta
  • 9 de outubro de 2010 em 11:45
    Permalink

    Ótimo evento,parabéns pelo post e parabéns a organização.

    O pessoaldo sul sabe fazer as coisas hein!

    Resposta
  • 9 de outubro de 2010 em 12:27
    Permalink

    Pessoalmente adoro subidas de montanha. Olhando os videos me pareceu que a prova foi bem organizada, a ideia de 3 subidas por piloto é bem legal por qeu as primeiras servem de treino/ reconhecidento de terreno (agua/oleo/etc), tudo legal.
    Uma opinião, que tirada pelo video pode não eatar correta, é que o trecho que foi escolhido é muito de alta. Não que eu não goste de curvas de alta (bem ao contrario, elas separam o joio do trigo), mas, considerando que é uma prova de estrada, aumenta exponencialmente os riscos. E, fugindo um pouco do conceito de Hill Climb, favorece muito a quem tem mais motor pra empurrar.
    De qualquer forma, pretendo estar lá na proxima.
    Antonio

    Resposta
  • 11 de outubro de 2010 em 17:31
    Permalink

    Saloma
    Também achei as retas muito longas, favorecendo velocidade ao invés da habilidade . Na Europa, nesses casos, eles intercalam trechos de “slalon” demarcados por cones. A prova fica mais interessante e os “braço duro” e/ou excessivamente empolgados menos sujeitos a acidentes, sem que a subida perca a emoção para participantes e expectadores.
    Abração
    Arnaldobike

    Resposta
  • 11 de outubro de 2010 em 17:31
    Permalink

    Saloma
    Também achei as retas muito longas, favorecendo velocidade ao invés da habilidade . Na Europa, nesses casos, eles intercalam trechos de “slalon” demarcados por cones. A prova fica mais interessante e os “braço duro” e/ou excessivamente empolgados menos sujeitos a acidentes, sem que a subida perca a emoção para participantes e expectadores.
    Abração
    Arnaldobike

    Resposta
  • 11 de outubro de 2010 em 17:31
    Permalink

    Saloma
    Também achei as retas muito longas, favorecendo velocidade ao invés da habilidade . Na Europa, nesses casos, eles intercalam trechos de “slalon” demarcados por cones. A prova fica mais interessante e os “braço duro” e/ou excessivamente empolgados menos sujeitos a acidentes, sem que a subida perca a emoção para participantes e expectadores.
    Abração
    Arnaldobike

    Resposta
  • 11 de outubro de 2010 em 17:31
    Permalink

    Saloma
    Também achei as retas muito longas, favorecendo velocidade ao invés da habilidade . Na Europa, nesses casos, eles intercalam trechos de “slalon” demarcados por cones. A prova fica mais interessante e os “braço duro” e/ou excessivamente empolgados menos sujeitos a acidentes, sem que a subida perca a emoção para participantes e expectadores.
    Abração
    Arnaldobike

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2011 em 19:39
    Permalink

    Bom pessoal, sobre o trecho da Subida gostaria de dizer algumas palavras:

    Ajudei a organizar a parte técnica do evento, e corri com meu Focus de uso diário. O trecho anteriormente escolhido era muito, mas muito mais rápido que esse.
    Em toda a estrada, de 25km, esse foi o mais seguro e tecnicamente interessante que encontramos, já que em quase todas as curvas mais rápidas não haviam precipicios. O ÚNICO ponto critico foi justamente onde o Subaru caiu. Foi explicado exaustivamente no briefing sobre o trecho, a aderência do piso, os pontos perigosos, e esse especificamente foi mais do que avisado.
    A escolha da marcação por cones foi decidida pelos pilotos, pois teria a possibilidade de fazer uma chicane antes dessa curva, porém TODOS os pilotos presentes optaram por manter a estrada aberta e sinalizar com cones.
    O trecho final realmente era rápido e favorecia os motores mais potentes, senti isso na pele pois tenho 165hp e certamente com mais um pouco de potência teria sido melhor a brincadeira, mas 2011 tá ai pra isso!

    Esse ano tenho certeza que a procura pelo evento vai ser muito grande, e vamos trabalhar para inscrever pilotos com mais experiência para evitar esse tipo de incidente. O regulamento e o trecho serão os mesmos, não há necessidade de nenhuma alteração.

    Abraço.

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2011 em 20:41
    Permalink

    Gustavo…sou suspeito em falar sobre subidas de montanha, já que nasci numa terra de serra, Petrópolis, e meu braço é de muita serra. O Beto, a quem tenho o maior carinho é meu mentor nesse assunto, e muitas vezes que subi o Pico do Jaraguá em sampa e fiquei desanimadao com a minha tocada, lá vinha ele me dizer que fui muito rápido e era tudo um engano meu. E não deu outra, nos dois últimos anos que fiz a subida e me despedi com muito bem dela, em 2001 cheguei em primeiro na categoria até 1800cc e em 2002 repeti a dose. O Okrasinha é um chicletinho no asfalto…e foi ele que mais elogiou a prova de vcs e me deixou um dos maiores propagendista dela. Por isso a matéria no nosso boteco.
    Tenho certeza do apreço de vcs pra com a galera no briefing e que foi explicado exaustivamente. Pelos vídeos, dá pra notar que o compadre já vinha “perdendo” a barata antes e pra acontecer a saída de pista, foi só um empurrão. E com certeza serviu de lição pra esse ano…
    Gostaria de saber, se vcs tem uma categoria pra “velhinhos” tipo o meu Okrasinha e outros??? Fico no aguardo para isso…abs e parabéns pelo evento!

    Resposta
  • 4 de abril de 2011 em 01:52
    Permalink

    Oi Saloma,

    O regulamento foi pensado para atender desde o 1.0 original até um protótipo LMP de Le Mans. Todos podem participar, e tem uma categoria chamada Vintage só para carros com mais de 30 anos, porém não é dividida por cilindrada. Decidimos dessa forma pois senão seriam muitas categorias, e pelo resultado desse 1o evento vimos que a forma atual está muito boa, pois carros menos potentes andaram na frente de outros bem mais potentes sem grandes dificuldades. O trecho em sua 1a metade é bem técnico, e na 2a metade um motor forte ajuda bastante, mas o conjunto é o que manda.
    Meu carro está em SP recebendo melhorias para esse ano, mas nada de muito agressivo, preciso de apenas 50hp a mais para o que quero.
    Já vamos começar o trabalho desse ano, e assim que tiver data certa informo a vc. De inicio a prova deve ser em agosto novamente, pois o clima ajudou bastante.

    Abraço

    Resposta
  • 5 de abril de 2011 em 12:00
    Permalink

    Tks Gustavo…além dos rallies indoor que faço em Interlagos, fui convidado para fazer as 1000 Milhas Históricas com supervisão da FIA e da FIVA. vai acontecer em junho. Vou me programar para ir em agosto, nem que seja para apreciar o evento. Abs e bos sorte no incremento da barata…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.