STOCK CAR 40 ANOS – CORRIDA DO MILHÃO RICARDINHO É BICAMPEÃO!

Disputadíssima desde a largada, a Corrida do Milhão comprova ser o evento automobilístico mais esperado do ano, arquibancadas cheias e borracha queimando na pista.

“Fiquei surpreso com a pole, pois esse carro está parado há muito tempo. É minha primeira pole na Stock e não poderia ser melhor”, comenta Di Grassi.

FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR


A pole da corrida foi confirmada para Lucas di Grassi. O campeão mundial de Formula E, que corre como convidado da Eurofarma RC, foi o mais rápido na sexta e cravou a pole position para a corrida do domingo com a marca de 1min36s704.

Rivais na briga direta pelo título e destaques da temporada 2019, Thiago Camilo e Daniel Serra dividem a segunda fila, com Gabriel Casagrande e Bruno Baptista fechando o “top 6”. 


“As ultimas corridas tem sido difíceis, não temos a velocidade que queremos. P4 não é ruim, mas estavamos pensando em brigar pela pole. Não estamos com o ritmo dos últimos dois anos para brigar pelo campeonato no momento”, revelou Serrinha.

FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR


Por conta do regulamento especial de classificação onde todo mundo larga com a quantidade de combustível usada na tomada de tempos, muitos consideram o sétimo lugar como a “pole de verdade” – e o dono dessa posição foi Ricardo Zonta, vencedor do Milhão em 2013


“Os pneus e combustível economizados agora vão fazer muita diferença no pit stop. Quem está mais à frente vai ter de colocar muito combustível, e o desgaste tem sido muito agressivo”, ressalta o ex-piloto de F1.

FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR


Ao seu lado sai Nelsinho Piquet, que superou Felipe Fraga e Max Wilson na lista dos dez melhores. Destaque também para a 11ª posição de Rubens Barrichello, bicampeão da prova, e 15º de Cacá Bueno, que já conquistou tudo o que podia na Stock Car, menos a Corrida do Milhão.

Confira o grid de largada completo:

Q4
1 . Lucas Di Grassi (Eurofarma RC), 1:36.704
2 . Ricardo Maurício (Eurofarma RC), 1:36.873
3 . Thiago Camilo (Ipiranga Racing), 1:36.979
Q3
4 . Daniel Serra (Eurofarma RC), 1:37.098
5 . Gabriel Casagrande (Crown Racing), 1:37.173
6 . Bruno Baptista (RCM), 1:37.235
Q2
7 . Ricardo Zonta (Shell V-Power), 1:37.167
8 . Nelson Piquet Jr (Full Time Sports), 1:37.178
9 . Felipe Fraga (Cimed Racing), 1:37.180
10 . Max Wilson (RCM Motorsport), 1:37.185
11 . Rubens Barrichello (Full Time Sports), 1:37.201
12 . Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), 1:37.255
13 . Marcos Gomes (KTF Sports), 1:37.295
14 . Galid Osman (Shell Helix Ultra), 1:37.399
15 . Cacá Bueno (Cimed Racing), 1:37.477
Q1
16 . Diego Nunes (KTF Sports), 1:37.120
17 . Gaetano di Mauro (Shell Helix Ultra), 1:37.210
18 . Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports), 1:37.569
19 . Valdeno Brito (Prati-Donaduzzi Racing), 1:37.682
20 . Denis Navarro (Cavaleiro Sports), 1:37.702
21 . Cesar Ramos (Blau Motor Sports), 1:37.767
22 . Bia Figueiredo (Ipiranga Racing), 1:37.900
23 . Allam Khodair (Blau Motor Sports), 1:37.929
24 . Guga Lima (Vogel Motorsports), 1:38.007
25 . Marcel Coletta (Cimed Racing), 1:38.042
26 . Pedro Cardoso (Hot Car Competições), 1:38.146
27 . Lucas Foresti (Vogel Motorsports), 1:38.925
28 . Rafael Suzuki (Hot Car Competições), 1:43.734
29 . Átila Abreu (Shell V-Power), sem tempo 

A Corrida do Milhão [edição 2019]

Corrida movimentada com desclassificação e vitória ratificada para Ricardo Mauricio que garantiu pela segunda vez na carreira o polpudo prêmio de um milhão de reais ao vencer a Corrida do Milhão no domingo em Interlagos, válida para a sétima etapa da Stock Car/2019.

Lucas Di Grassi após ter recebido um drive through por ultrapassar Ricardinho na briga pela liderança nas voltas finais, excedendo os limites da pista na entrada da reta dos boxes. Di Grassi, no entanto, não atendeu à determinação da direção de provas e foi excluído do resultado final. Mais atrás, Daniel Serra garantiu o pódio na reta de chegada, com o auxílio do fan push, superando Thiago Camilo na bandeirada por menos de um décimo.


“O Di Grassi estava superior todo o fim de semana, com ótima velocidade em reta. Quando ele me passou, colocou as quatro rodas fora da pista. Com isso, a vitória passou a ser minha. Tivemos uma sexta bem difícil, com muitos problemas, e é inacreditável o carro que a equipe conseguiu me entregar. Estou muito feliz”, comentou o vencedor. “Não é sorte, é trabalho”, completou o chefe de equipe de Ricardinho, Rosinei “Meinha” Campos.

FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR


“Eu nunca vi isso na minha vida, ser punido direto com um drive thru, por isso não cumpri a decisão”, explicou Di Grassi, visivelmente contrariado após a bandeirada. “Explicarei nas minhas redes sociais com as imagens do meu carro para mostrar que foi um equívoco”, completou o campeão mundial de Fórmula E.


Segundo colocado, Casagrande se mostrou contente com o resultado: “Foi bom demais, Deus estava guardando isso para mim. Fomos bem o fim de semana inteiro, com boa velocidade. Tivemos uma boa posição de largada e o carro melhorou muito depois do pit stop. Não levei o Milhão, mas o segundo lugar foi bacana e garanti uma graninha”, brincou.

FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR


Vencedor da prova em 2017, Daniel Serra não foi o melhor dessa vez, mas cumpriu seu objetivo: manter a liderança do campeonato. “Guardei push para depois da parada (de box obrigatória), tive de administrar. Deixei um guardadinho e passei tanto o Bruno (Baptista) quanto o (Thiago) Camilo. Foi uma das minhas melhores corridas, extrai tudo o que tinha, executei tudo. Não veio o Milhão, mas saio líder. Minha meta é ser tricampeão e entramos agora na reta final do campeonato.”

FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR

Tricampeão da prova, Thiago Camilo teve de conformar com o quarto lugar, seguido de Bruno Baptista e do campeão de 2016 da corrida, Felipe Fraga. “Na segunda metade da prova o rendimento do carro caiu e o Casagrande era mais rápido. O terceiro lugar, depois da punição ao Di Grassi, era a melhor posição em que eu poderia chegar”, avaliou Camilo.

“Foi um resultado positivo depois de largamos em 14º e terminamos em sexto. Minha corrida foi decidida ontem no Q2.”, falou Fraga. “Agora vamos continuar trabalhando e ver o que vai acontecer nas próximas corridas. O carro já está bom, só falta encaixar (uma boa performance)“, completou o campeão de 2016.

Entre os outros “milionários” – vencedores de edições anteriores da prova -, Ricardo Zonta foi décimo, Valdeno Brito foi 13º e Rubens Barrichello abandonou no início, “Cheguei muito rápido no grupo da frente. Estava bem otimista mesmo, mas logo o carro começou a falhar. Tentei ficar mais duas voltas e só desisti quando não deu mais mesmo”, lamentou.

Classificação da Corrida do Milhão:
Pódio Corrida do Milhão FOTO: DUDA BAIRROS/VICAR

1 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), 30 voltas em 48min30s
2 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 5.755
3 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 8.383

4 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 8.436
5 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 8.922
6 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 10.170
7 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 13.086
8 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 13.797
9 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), a 16.349
10 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 26.509
11 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 27.777
12 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 29.942
13 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 31.160
14 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 32.921
15 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 39.177
16 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 39.413
17 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 40.142
18 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 42.493
19 . Guga Lima ( Vogel Motorsports ), a 47.532
20 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 48.984
21 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), a 53.870
22 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 55.666
23 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 48.414
24 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 1 Voltas
25 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 4 Voltas
26 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 17 Voltas
27 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), a 20 Voltas
28 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 22 Voltas
29 . Lucas Di Grassi ( Eurofarma ), desclassificado

Com o resultado do Milhão, Serra segue na ponta da tabela com 212 pontos, sete à frente de Mauricio. Camilo subiu para terceiro com 185, seguido de Julio Campos com 179 e Rubens Barrichello com 168.

Classificação do campeonato oficial:

1. Daniel Serra, 212 pontos
2. Ricardo Mauricio, 205
3. Thiago Camilo, 185
4. Julio Campos, 180
5. Rubens Barrichello, 168
6. Felipe Fraga, 137
7. Gabriel Casagrande, 125
8. Max Wilson, 122
9. Cacá Bueno, 117
10. Marcos Gomes, 115
11. Nelsinho Piquet, 99
12. Bruno Baptista, 91
13. Galid Osman, 91
14. Ricardo Zonta, 82
15. Diego Nunes, 82
16. Gaetano Di Mauro, 75
17. Atila Abreu, 74
18. Allam Khodair, 65
19. Denis Navarro, 62
20. Valdeno Brito, 61
21. Lucas Foresti, 60
22 .Cesar Ramos, 47
23. Rafael Suzuki, 46
24. Guga Lima, 41
25. Pedro Cardoso, 34
26. Marcel Coletta, 33
27. Bia Figueiredo, 32
28. Felipe Lapenna, 27
29. Agustin Canapino, 10
30. Vitor Baptista, 7
31. Raphael Reis, 3
32. Lucas Di Grassi, 0



Os novos pneus Pirelli PZero DM

Para os pilotos foi um final de semana de familiarização com os novos pneus Pirelli PZero DM, que são mais macios em relação à borracha fornecida atualmente pela empresa e que serão usados na próxima temporada, em 2020.

“Pneu mais macio significa mais aderência, e esta é uma condição positiva. Eu gostei bastante, principalmente por voltar a andar em Interlagos, que tem um asfalto muito bom. Então o desgaste, que naturalmente é mais acentuado, aqui não deve ser tão relevante”, avaliou Rafael Suzuki.

O estreante Pedro Cardoso, que disputa a Corrida do Milhão pela primeira vez – assim como pilota em Interlagos pela primeira vez na Stock Car, também analisou o passo da evolução do carro #143 durante os treinos livres. “A primeira sessão aconteceu com a pista um tanto úmida, e era uma condição ruim tanto para andar com pneus de pista seca como de pista molhada, então não serviu de muita coisa. Já no segundo treino já pudemos coletar muitas informações. Como não tenho referência em Interlagos com o pneu anterior, eu só senti uma ligeira diferença no tempo de aquecimento, que ao contrário do que imaginávamos, no meu carro demorou mais para alcançar a temperatura ideal. E isso pode ser uma boa vantagem para a corrida”, afirmou o brasiliense de 20 anos que.

Resultado positivo para a Pirelli, parceira da categoria nesses 40 anos, mostrando sempre uma evolução em velocidade e segurança.

GP do Bem em prol do Instituto Ingo Hoffmann

No evento, em prol do Instituto Ingo Hoffmann, ilustres brasileiros participaram como a rainha Hortência Marcari, a maior estrela do basquete brasileiro.

GP do Bem Foto Luis França/Vicar

“Fiquei muito feliz em a Hortência ter aceitado o convite. Essa união por uma causa tão nobre como a do Instituto é muito importante e ajudará em muitos projetos, que a instituição realiza ao longo do ano!”, destacou o piloto da equipe Shell V-Power.

FOTO: LUÍS FRANÇA/VICAR

A ordem de largada foi determinada de acordo com as doações arrecadadas por cada piloto, que fará a divulgação através de suas redes sociais, ou seja, quanto mais doações o piloto receber, mais na frente do grid de largada ele ficará. As doações podem ser feitas com cartão de crédito através do link oficial de pagamento divulgado nesse site e nas redes sociais de cada piloto.


O Instituto Ingo Hoffmann há 12 anos abriga famílias e crianças em tratamento de câncer, onde toda a renda da ação promocional será revertida ao Instituto.
[ Rubens Barrichello/Ingo Hoffmann ]

Foto Luis França/Vicar



O MAIOR DESFILE DE OPALAS DA HISTÓRIA
FOTOS: DUDA BAIRROS/VICAR

A próxima etapa da Stock Car acontece no dia 15 de setembro no Velopark (RS).


Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Um comentário em “STOCK CAR 40 ANOS – CORRIDA DO MILHÃO RICARDINHO É BICAMPEÃO!

  • 28 de agosto de 2019 em 15:20
    Permalink

    Sam: Ano passado não fui e neste fds, me recuperando de problemas de saude só estive no sabado e não gostei. Restrições em excesso para o pessoal da imprensa, eu estava representando um blog com boa visibilidade e muitos amigos reclamaram bastante. Não gostei . No domingo, pela tv, entendi ter feito a coisa certa em não ir. Cada vez mais artificial. Abraço.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.