PORSCHE CUP [ETAPA ESTORIL] – SPRINT FICOU NA CORRIDA 1 APÓS ACIDENTE ESPETACULAR

A sexta-feira foi um dia de líderes na abertura da segunda metade do campeonato de sprint da Porsche Império Carrera Cup no Estoril. Vitor Baptista venceu na Carrera Cup 4.0 largando de segundo lugar no grid, enquanto Enzo Elias cravou a pole e venceu na Carrera Cup 3.8.

Na GT3 Cup 4.0 o atual campeão Sylvio de Barros mostrou que retomou a forma de 2018, vencendo pela terceira vez consecutiva. Já na GT3 Cup 3.8 Fran Lara atingiu sua quarta vitória em sete corridas.

As corridas

4.0 – Corrida 1

Marcel Coletta manteve a primeira colocação após a largada, seguido por Müller, Baptista e Paludo. Ainda na primeira volta, Neugebauer mergulhou para tentar passar Paludo na freada do fim da reta oposta, mas houve o contato e os dois abandonaram a corrida imediatamente. O safety car entrou na pista, com Sylvio de Barros ocupando a quarta posição no geral e a liderança na GT3.

Na relargada, na quarta volta, Mülller e Baptista passaram Coletta no fim da reta principal. Daniel Schneider passou por Eloi Khoury e chegou ao quinto lugar. Na quinta volta, Marçal deu uma espalhada na entrada da reta principal e perdeu duas posições: Vitor assumiu a liderança, com Coletta em segundo.

Ao mesmo tempo Schneider passou Sylvio e assumiu a quarta posição. Duas voltas depois, Sylvio de Barros ficou lento na pista e perdeu posições para Eloi Khoury e Pedrinho Aguiar, mas mantinha a dianteira na classe GT3.

Faltando seis minutos para o fim, Coletta encostou de vez em Baptista e iniciou um ataque brutal, trazendo com ele Marçal Müller. Coletta partiu para o tudo ou nada na curva 2 e chegou a assumir a liderança por alguns metros, mas levou o troco de Baptista e ainda foi ultrapassado por Müller.

Na volta final, Baptista abriu vantagem com tranquilidade enquanto Müller segurava Coletta de todas as formas numa bela disputa pelo segundo lugar. Os três terminaram nessas posições, e Vitor ampliou sua vantagem na liderança do campeonato Foto Telmo Gil
Na classe GT3, Barros conquistou a vitória ao terminar em oitavo lugar no geral, à frente de Dominique Teysseyre e Adalberto Baptista Foto Stéphane Abrantes 

ResultadoCorrida 14.0

  1. Vitor Baptista 27:16.963
  2. Marcel Coletta +3.831
  3. Marçal Müller +4.238
  4. Eloi Khouri +13.905
  5. Daniel Schneider +14.790
  6. Pedro Aguiar +14.918
  7. Ricardo Baptista +23.073
  8. Sylvio de Barros* +24.324
  9. Dominique Teysseyre* +29.338
  10. Adalberto Baptista* +29.464
  11. Rodrigo Mello* +35.532
  12. Carlos Ambrósio* +39.547
  13. Rouman Ziemkiewicz* +40.670
  14. Rodolfo Toni* +41.281
  15. Neto* +49.556
  16. Tom Filho* +55.885
  17. Maurizio Billi* +1:19.668
  18. Miguel Paludo +14 voltas

DSC – Werner Neugebauer**
*GT3 Cup
** Excluído por atitude antidesportiva contra o carro #7

3.8 – Corrida 1

O pole Enzo Elias fez valer a posição de honra e contornou a primeira curva na liderança. Felipe Baptista tentou atacar por fora, sem efeito, e ainda deixou a porta aberta para Matheus Iorio, assumindo o segundo lugar na curva 3. Logo atrás, quem largou muito bem foi César Urnhani, que saltou para quarto e liderava a GT3.

Urubatan Jr e Márcio Mauro tiveram um contato na curva 4 e abandonaram a prova, motivando entrada do safety car. Depois de dez minutos de bandeira amarela, finalmente foi dada a relargada, e Elias manteve a primeira colocação, com Baptista passando Iorio e partindo para o ataque em busca da ponta.

Faltando 15 minutos para o fim, Felipe insistiu e partiu de novo para cima, contornou melhor a Parabólica e fez a manobra de ultrapassagem na freada para a curva 1, por fora. Enquanto isso, Urnhani seguia ponteando na GT3 em quarto na classificação geral. A 11 minutos da bandeirada, Marcelo Tomasoni rodou mas conseguiu voltar.

Logo em seguida, Pedro Marreiros passou por Cesar Urnhani e assumiu o quarto lugar geral, enquanto Fran Lara e Chico Horta encostavam neles. Na frente, Elias começou a apertar Baptista para tentar retomar o primeiro lugar.

Nos minutos finais, Fran Lara tentou um ataque decisivo em cima de Pedro Marreiros, e logo atrás Chico Horta passou por Cesar Urnhani.

A três minutos do fim, Enzo Elias retomou a liderança sobre Felipe Baptista, e os dois seguiram disputando metro a metro a posição e a vitória. Por duas vezes, Baptista tentou atacar na chicane, mas Elias neutralizou as investidas e se manteve em primeiro até a bandeirada Foto Telmo Gil 
Fran Lara venceu na classe GT3 mais uma vez nesta temporada, à frente de Chico Horta e César Urnhani
Foto Telmo Gil 

ResultadoCorrida 13.8

  1. Enzo Elias 28:06.330
  2. Felipe Baptista +0.817
  3. Matheus Iorio +3.693
  4. Pedro Marreiros +27.727
  5. Fran Lara* +30.392
  6. Chico Horta* 38.523
  7. Cesar Urnhani* 41.972
  8. Nelson Monteiro* +42.256
  9. Ramon Alcaraz* +43.127
  10. Marcelo Tomasoni +59.436
  11. Zeca Feffer* +1:00.063
  12. Urubatan Junior* +1:07.563
  13. Leonardo Sanchez* +1:09.849
  14. Marco Billi* +1:22.847
  15. Sang Ho Kim* +1:23.735
  16. Paulo Pomelli* +1:26.782
  17. Eduardo Menossi* +1:29.988
  18. André Gaidzinski* +1:54.052
  19. Georgios Frangulis* +1 volta
  20. Paulo Totaro* +4 voltas
  21. Nelsinho Marcondes* +10 voltas
  22. Marcio Mauro* +14 voltas

*GT3 Cup

O que eles disseram, os pilotos:

Vitor Baptista
“A corrida foi muito difícil desde o começo. Foi ultrapassagem em cima de ultrapassagem depois da saída do safety car e meus adversários estavam muito rápidos. Eles são muito experientes, foi uma disputa limpa. Foi muito legal e divertido essa briga entre nós três”.

Marçal Müller
“Foi uma corrida muito disputada, consegui sair de terceiro e fui para segundo na primeira curva e depois assumi a liderança. Abri uma distância de dois carros e estava numa boa tocada, mas cometi um erro na curva zero e perdi as duas posições. Consegui me acalmar e voltei para segundo lugar, brigando até o fim pela vitória. Foi uma boa prova, estou muito feliz com a minha velocidade. Foi uma pena esses erros que acabaram me impedindo de vencer. Mas estou muito contente, foi a prova que mais troquei de posição sempre com muito respeito e muita competitividade entre todos.”

Fotos Stéphane Abrantes

Felipe Baptista
“Larguei em segundo e acabei caindo para terceiro. Na relargada, voltei pra segundo e na volta seguinte passei o Enzo. Estava com uma boa distancia, mas acabei errando e ele me passou. Ficamos disputando até o fim da prova, mas o carro não estava muito legal. Acho que o pneu estava com algum problema, estamos procurando o problema ainda. Mas foi legal, na próxima vamos largar em quinto e vamos com tudo buscar a vitória que acabou escapando hoje”

Marcel Coletta
“Fiquei muito feliz de fazer a pole position e consegui manter a ponta no início da prova, mas o Vitor (Baptista) e o Marçal (Müller) também estavam com um ritmo muito bom. Nós disputamos a primeira colocação até o final e acabei em terceiro. Queria muito ter vencido, mas tenho certeza que brigaremos novamente pela vitória na segunda prova”

Matheus Iorio
“A corrida foi complicada. Eu não tinha o carro ideal para disputar com os meninos na frente. No começo até consegui, mas depois do safety car o ritmo deles era muito forte e não consegui me manter perto. Vamos trabalhar agora para a disputa de Endurance no domingo e ver no que dá. Vamos tentar melhorar o carro”


Acidente com Dennis Dirani

Mas a sensação do dia foi de alívio, após Dennis Dirani sair ileso de um forte acidente no final da reta. O piloto-consultor realizava shakedown [teste de verificação] em um dos carros que competiria na prova programada para a tarde. Teve falha nos freios no final da reta principal, atravessou a área de escape e a barreira de pneus, danificando o guard rail.

Dennis saiu andando do carro, mas as barreiras de proteção ficaram prejudicadas. A organização da Porsche Império Carrera Cup então convocou uma empresa homologada para fazer os devidos reparos.

Como consequência, o cronograma teve sua agenda alterada, com adiamento das corridas até as barreiras de segurança estarem completamente reconstruídas. Assim as duas corridas de sprint que aconteceriam na tarde de sexta-feira serão realizadas na próxima reunião da Porsche Império Carrera Cup, marcada para 21 de setembro em Interlagos. Tanto Vitor Baptista quanto Enzo Elias sortearam o número 6 no pódio para a inversão de grid, de forma que eles fecharão a terceira fila com os sextos colocados [Pedro Aguiar e Chico Horta] largando em primeiro.

O que eles disseram, Dener Pires e Dennis Dirani:

“Nós estávamos checando o carro e aconteceu esse problema. O guardi rail acabou ficando danificado com a batida e assim não podemos realizar a corrida. Ele funciona como uma almofada e acaba dobrando quando há o impacto, justamente para absorveu a energia do carro. Só que, uma vez danificado, ele não suportaria uma próxima batida. O show é importante, mas a segurança é muito mais. Uma empresa especializada está vindo para a pista e assim que estiver tudo resolvido nós retomaremos as atividades. Se houver tempo faremos a segunda bateria amanhã cedo. O mais importante é ter 100% de segurança. O Dennis só está aqui inteiro pois todas as normas de segurança foram obedecidas.”
Dener Pires, promotor da Porsche Império Carrera Cup

“Foi só um susto, está tudo bem comigo. Nós fazemos esse shakedown para preparar os carros para os pilotos regulares: é um dos diferenciais da Porsche Cup, para assegurar que todos os carros têm o mesmo desempenho. O carro ficou sem freio, acabei passando reto em um ponto rápido da pista e ocorreu o acidente. Foi um grande susto, mas isso mostra o quanto o carro é seguro. Está tudo bem, estou inteiro e agora vamos organizar tudo para ter as corridas o quanto antes. É um trecho da pista em que atingimos em torno de 270 km/h, perdi alguma velocidade antes do impacto, mas mesmo assim estava rápido. Acabei voando pelos pneus e acho que foi bom para dissipar a energia, pois o impacto seco iria trazer uma parada muito brusca. Estou sem nenhum arranhão e pronto para a próxima.”
Dennis Dirani, piloto-consultor da Porsche Império Carrera Cup

Imagens do acidente, reprodução das redes sociais:


Como ficou o campeonato e sua Pontuações após a corrida 1 da sprint:

Carrera Cup 4.0

  1. Vitor Baptista, 130 pontos
  2. Marçal Müller, 112
  3. Ricardo Baptista, 90
  4. Eloi Khouri, 87
  5. Marcel Coletta, 82
  6. Miguel Paludo, 72
  7. Werner Neugebauer, 65
  8. Pedro Aguiar, 61
  9. Alceu Feldmann, 59
  10. Rodrigo Mello, 38
  11. Sylvio de Barros, 34
  12. Adalberto Baptista, 32
  13. Maurizio Billi, 28
  14. Dominique Teysseyre, 26
  15. Rouman Ziemkiewicz, 18
  16. Carlos Ambrósio,18
  17. Tom Filho, 14
  18. Foressi, 14
  19. Daniel Schneider, 14
  20. Carlos Renaux, 4
  21. Rodolfo Toni, 3
  22. Neto, 2

GT3 Cup 4.0

  1. Rodrigo Mello, 49 pontos
  2. Sylvio de Barros, 46
  3. Adalberto Baptista, 42
  4. Maurizio Billi, 33
  5. Dominique Teysseyre, 33
  6. Carlos Ambrósio, 24
  7. Rouman Ziemkiewicz, 22
  8. Foressi, 21
  9. Tom Filho, 19
  10. Carlos Renaux, 6
  11. Rodolfo Toni, 4
  12. Neto, 3

Carrera Cup 3.8

  1. Enzo Elias, 140 pontos
  2. Felipe Baptista, 126
  3. Matheus Iorio, 114
  4. Marcelo Tomasoni, 80
  5. Fran Lara, 70
  6. Nelson Monteiro, 66
  7. Urubatan Junior, 65
  8. Ramon Alcaraz, 46
  9. Francisco Horta, 42
  10. Marco Billi, 39
  11. Cesar Urnhani, 32
  12. Nelsinho Marcondes, 30
  13. Ayman Darwich, 22
  14. Paulo Totaro, 21
  15. Murilo Coletta, 20
  16. André Gaidzinski, 17
  17. Pedro Marreiros, 16
  18. Eduardo Menossi, 15
  19. Leonardo Sanchez, 14
  20. Raphael Reis, 12
  21. José Carlos Vitte, 10
  22. Zeca Feffer, 9
  23. Alessandro Marchini, 7
  24. SangHo Kim, 6
  25. Gustavo Kiryla, 5
  26. Matheus Coletta, 0
  27. Paulo Pomelli, 0
  28. Georgios Frangulis, 0
  29. Márcio Mauro, 0

GT3 Cup 3.8

  1. Fran Lara, 57 pontos
  2. Urubatan Junior, 48
  3. Nelson Monteiro, 47
  4. Ramon Alcaraz, 33
  5. Francisco Horta, 28
  6. Marco Billi, 25
  7. Cesar Urnhani, 24
  8. Nelsinho Marcondes, 20
  9. Ayman Darwich, 12
  10. Paulo Totaro, 12
  11. André Gaidzinski, 11
  12. Alessandro Marchini, 5
  13. José Carlos Vitte, 5
  14. Zeca Feffer, 5
  15. Leonardo Sanchez, 3
  16. Eduardo Menossi, 2
  17. SangHo Kim, 0

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.