FÓRMULA 1 [CLÁSSICOS] – NÃO SE ULTRAPASSA UM HOMEM DESTES – Juan-Manuel Fangio

Em 1958, Juan-Manuel Fangio, 47 anos, decide que esta será a sua última temporada na Fórmula 1. Não tendo já nada a provar, o ainda campeão do mundo despede-se participando em duas corridas do campeonato, além de outras corridas não contabilizadas: o Grande Prémio da Argentina e o Grande Prémio de França, onde iniciara a sua carreira internacional dez anos antes.

Por BRUNO MACHADO [Jornal dos Clássicos]


Nos boxes Juan-Manuel Fangio com sua Maserati 250F no Grande Prémio da Argentina-1958

Assim, frente ao público de Buenos Aires, Fangio faz o melhor tempo das qualificações ao volante do seu Maserati 250F com uma vantagem de 6 décimas sobre o Dino 246 de Mike Hawthorn.
 
Apesar de falhar na partida em que é ultrapassado por Behra e Hawthorn, El Maestro, em “correr em casa”, faz mais uma demonstração do seu talento, recuperando o primeiro lugar da pole, afastando-se cada vez mais da ameaça do segundo lugar, Stirling Moss num Cooper-Climax, ao ponto de bater o seu próprio tempo de qualificação. Os pneus, não aguentando o ritmo infernal do argentino, obrigam-no a fazer uma parada nas boxes, marcada pela desorganização da sua equipe e que o atirou para o quarto lugar.

Ao regressar à pista, Juan-Manuel Fangio volta ao ataque, consegue subir para o terceiro posto, mas desta vez é o sobreaquecimento do motor que lhe prejudica na corrida. Fangio acaba em quarto, mas com a vitória de Stirling Moss num Cooper-Climax, o Grande Prémio da Argentina vê a primeira vitória de um carro de Fórmula 1 com motor central traseiro!

É então no Circuito de Reims, em França, no dia 6 de Julho de 1958, no mesmo palco em que foi apresentado ao mundo, o menino prodígio de Balcarce faz a sua última corrida de Fórmula 1. Fangio regressa ao campeonato do mundo ao volante do novo Maserati “Piccolo”, um 250 F mais pequeno e mais leve.


Juan-Manuel Fangio, Circuito de Reims, em França, 6 de Julho de 1958

Estas evoluções não permitem a Fangio ir além do oitavo tempo nas qualificações, apesar de ser o Maserati mais bem classificado. Durante a corrida, com um carro difícil de levar, Fangio nada pode fazer face aos três pilotos da Ferrari (Mike Hawthorn, Luigi Musso e Peter Collins) que monopolizam as três primeiras posições.

Um domínio da Scuderia que não durou até ao fim da corrida, pois Collins vê-se confrontado com problemas na suspensão enquanto Musso, sob pressão para não se deixar distanciar de Hawthorn não consegue segurar o seu Ferrari que sai da pista, um acidente que se revelaria fatal para o piloto italiano.

A corrida prosseguindo, Hawthorn segue isolado em primeiro lugar ao ponto de, já perto da chegada estar prestes a ultrapassar um carro vermelho que seguia em quarto lugar. Mas não era um carro qualquer. Era sim o Maserati de Juan-Manuel Fangio, cinco vezes campeão do mundo.

Em sinal de respeito, pelo piloto e pelo homem, Hawthorn tira o pé do acelerador e decide não ultrapassar Fangio. Quando questionado sobre essa atitude, o gentleman Mike Hawthorn respondeu:

“Não se ultrapassa um homem destes!”.

Classificação da prova
Pos.PilotoConstrutorVoltasGrid
14 Mike HawthornFerrari501
28 Stirling MossVanwall506
36 Wolfgang von TripsFerrari5021
434 Juan Manuel FangioMaserati508
542 Peter CollinsFerrari504
622 Jack BrabhamCooperClimax4912
736 Phil HillMaserati4913
838 Jo BonnierMaserati4816
932 Gerino GeriniMaserati4715
1030 Troy RuttmanMaserati4518
1120 Roy SalvadoriCooperClimax3714
16 Harry SchellBRM413
14 Jean BehraBRM419
12 Stuart Lewis-Evans
 Tony Brooks
Vanwall3510
24 Graham HillLotusClimax3319
40 Paco GodiaMaserati2811
18 Maurice TrintignantBRM237
10 Tony BrooksVanwall165
fatal2 Luigi MussoFerrari92
28 Carroll ShelbyMaserati917
26 Cliff AllisonLotusClimax620

Classificação do mundial de pilotos

Pos.PilotoPontos
1 Stirling Moss23
2 Mike Hawthorn23
3 Luigi Musso12
4 Harry Schell10
5 Maurice Trintignant8

Classificação do mundial de construtores

Pos.ConstrutorPontos
1 Ferrari28
2 Vanwall22
3 CooperClimax19
4 BRM10
5 Maserati6

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.