FÓRMULA 1 – A REAÇÃO DE HAMILTON NO GP DA ESPANHA, COLOCA ORDEM NA MERCEDES


Lewis Hamilton deixou Valtteri Bottas para trás e dominou o Grande Prêmio da Espanha, depois do aperto na primeira curva.

Vettel quase assumiu a liderança no início, mas danificou um pneu em frenagem, o que comprometeu toda a sua corrida Foto Getty/Images

O campeão mundial, largando em segundo lugar, ultrapassou o pole Bottas na primeira curva e conseguiu uma vitória confortável, apesar da entrada do safety-car faltando 20 minutos para o final da prova.

Muito atrás, a Ferrari usou mais uma vez as táticas erradas de equipe, e perdeu para Max Verstappen, da Red Bull, o terceiro lugar. Mas um desempenho desanimador para a equipe italiana em um fim de semana que eles esperavam dar um passo à frente, memos porque dominaram os testes na pista da Espanha mas apenas enfatizou a sensação de que a Mercedes está em uma “vibe”própria neste ano e que a luta pelo campeonato já é privada entre Hamilton e Bottas.

Hamilton, com a vitória e um ponto extra para a volta mais rápida na Espanha, lidera Bottas por sete pontos e seu rival mais próximo, Verstappen, está a 46 pontos atrás, com Vettel a mais e Leclerc 10 atrás.

A liderança da Mercedes não está longe de duas vitórias claras, com 25 pontos por uma vitória, e o tamanho da vantagem em apenas cerca de um quarto de uma temporada de 21 corridas reforça a superioridade da Mercedes.

Uma atualização aerodinâmica para a Mercedes nesta corrida foi estimada em 0,4 segundos por volta e mais do que compensada pelas melhorias no chassi e no motor da Ferrari.

A Mercedes dominou o fim de semana, Bottas fez a pole por 0.6secs depois de Hamilton ter uma sessão complicada de qualificação.

A primeira curva foi tensa, com Hamilton, Bottas e Vettel nesta ordem do lado de fora da pista, sedo que Bottas foi sanduichado e conseguiu levar seu carro à segunda posição na primeira volta e mantê-la até o final.

Vettel ainda teve que lidar com seu companheiro de equipe, Leclerc que teve de estender a pistada pista, custando ao Monegasque o terceiro lugar, quando Verstappen segurou e foi atrás de Bottas. A Ferrari passou o resto da corrida lutando uma batalha perdida para recuperar o pódio final e com atrasos de decisões que poderiam ajudá-la a colocar pelo menos um piloto no pódio da prova.

Isso preparou o cenário para uma luta tensa na FerrariVettel estava lutando nos estágios iniciais com um pneu danificado na primeira curva, e Leclerc o pressionava. A Ferrari ordenou a Vettel que deixasse Leclerc passar e então Vettel foi fazer pit stop mais cedo que o planejado, forçando uma estratégia de duas paradas, mas de acordo com a simulação feita pela fornecedora de pneus, a Pirelli.

A Red Bull colocou Verstappen na mesma situação de antes dos pits, enquanto Leclerc estava em uma parada única, e composto diferente do companheiro de equipe.

Mais tarde, Leclerc teve que devolver o favor a Vettel, que estava atrás dele com pneus mais macios no meio da corrida, enquanto a Ferrari procurava maximizar as estratégias de seus pilotos.

A corrida estava chegando ao clímax com Verstappen e Vettel com pneus mais novos lutando para passar Leclerc.

Mas no final, o safety car decidiu. O Racing Point de Lance Stroll e McLaren de Lando Norris se esbarraram na primeira curva, espalhando detritos por toda a estrada.


O piloto do dia – Verstappen para novamente ganhar a luta contra a Ferrari e fazer mais um P3. Ele está se tornando uma pedra nas sapatilhas da Ferrari!


Mônaco geralmente não é território da Mercedes, a pista favoreceu a Red Bull e a Ferrari nos últimos anos. Mas o ritmo de Mercedes nas curvas lentas do Barcelona sugere que eles podem dominar novamente os treinos e a classificação, mas não esquece que o morador ilustre de Mônaco, Charles Leclerc, pode surpreender!

O que eles disseram

Hamilton: “Eu tenho que colocar para cima esta equipe incrível. Estou grato disso e orgulho do trabalho duro de todos.”

Bottas: “Como um time é incrível, a corrida é realmente bom. Tenho alguns pontos atrás e isso é importante, cada ponto contará.”

Verstappen: “Foi uma primeira curva agitada, por isso recuei e deu-me uma boa posição, mas o Mercedes é demasiado rápido. Estou contente por estar no pódio.”

Classificação final do GP da Espanha:

PosPilotoTempoPts
1L. HamiltonMercedes·#441:35:50.44326
2V. BottasMercedes·#77+4.074s18
3M. VerstappenRed Bull·#33+7.679s15
4S. VettelFerrari·#5+9.167s12
5C. LeclercFerrari·#16+13.361s10
6P. GaslyRed Bull·#10+19.576s8
7K. MagnussenHaas·#20+28.159s6
8C. Sainz Jr.McLaren·#55+32.342s4
9D. KvyatToro Rosso·#26+33.056s2
10R. GrosjeanHaas·#8+34.641s1
11A. AlbonToro Rosso·#23+35.445s0
12D. RicciardoRenault·#3+36.758s0
13N. HulkenbergRenault·#27+39.241s0
14K. RaikkonenAlfa Romeo·#7+41.803s0
15S. PerezRacing Point·#11+46.877s0
16A. GiovinazziAlfa Romeo·#99+47.691s0
17G. RussellWilliams·#63Mais 1 volta0
18R. KubicaWilliams·#88Mais 1 volta0
19L. StrollRacing Point·#18Não concluiu0
20L. NorrisMcLaren·#4Não concluiu0

[reprodução]

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.