ENDURANCE – PORSCHE 911 GT3 R CONFIABILIDADE MÁXIMA NAS PISTAS

Carro campeão de 2017 com Marcel Visconde/Ricardo Mauricio será substituído dará lugar ao novo modelo em 2020 acirrando mais as disputas no campeonato de endurance
Porsche 911 GT3 R da Stuttgart Motorsport em 2019 (Rodrigo Guimarães)

Nas 6 Horas de Curitiba, última prova da temporada 2019 do Endurance Brasil, para a Stuttgart Motorsport, marcou a despedida do Porsche 911 GT3 R, o carro que levou os pilotos Marcel Visconde e Ricardo Mauricio ao título em 2017. Em 2020, a Stuttgart Motorsport defenderá suas cores com um 911 GT3 R da nova geração.

Construído pela fábrica para equipes clientes disputarem campeonatos de endurance em todo o mundo, o Porsche 911 GT3 R tem motor de 6 cilindros boxer com 520 HP e venceu provas como as 24 Horas de Nürburgring e de Spa-Francorchamps.

Em 2017, campeão do Endurance Brasil com Visconde/Mauricio (Rodrigo Guimarães)

No Brasil, o modelo estreou em 2017 e nesse mesmo ano levou a dupla Visconde/Mauricio a quatro vitórias em seis provas disputadas. Nas duas temporadas seguintes, o carro permitiu vários resultados entre os três primeiros lugares na sua categoria (GT3), mesmo com a chegada de modelos mais potentes. Visconde e Mauricio chegam à última etapa do Endurance Brasil 2019 ocupando a vice-liderança na categoria GT3 e sendo os únicos com chances matemáticas de tirar o título da dupla Xandy Negrão/Xandinho Negrão, campeã da temporada. Além do vice-campeonato na classe, a dupla da Stuttgart Motorsport terminou em terceiro lugar na classificação geral.

“Corremos com o 911 GT3 R durante três anos e posso dizer que é um dos melhores carros de corrida que alguém pode ter. Durante todo esse período, ele não teve nenhum problema mecânico. Terminou classificado em todas as provas que disputou e quase sempre terminou em colocações que resultaram em pódios na classificação geral ou, no mínimo, na categoria GT3″, afirma Visconde“Só tenho boas recordações dele e foi muito simbólico o carro ter corrido pela última vez em Curitiba, exatamente o circuito onde ganhamos com o 911 GT3 R pela primeira vez.”


Mauricio, Visconde e Max Wilson no pódio dos 500 Km de São Paulo de 2017
(Rodrigo Guimarães)

Ricardo Mauricio destaca o impulso que o Endurance Brasil tomou depois da estreia do 911 GT3 R: “No primeiro ano, nosso carro corria junto com os protótipos. Ganhamos quatro corridas na geral e fomos campeões. Nos anos seguintes, outros GTs começaram a participar. O Porsche foi  sempre melhorando e evoluindo, mesmo depois da chegada de outras marcas na GT3, com carros de motores mais potentes”, analisa. “Já corri com vários Porsches, quase sempre GT3 de diversas gerações, e é um carro incrível de guiar. Freia bem, tem um contorno de curva fantástico e é muito resistente. A equipe fez sempre um trabalho excelente de manutenção e atualização no 911 GT3 R.” O 911 GT3 R também foi pilotado por Max Wilson (vencedor dos 500 Km de São Paulo em 2017, fazendo trio com Visconde e Mauricio) e por Miguel Paludo (em duas corridas de 2018 realizadas no autódromo de Tarumã).


Os números demonstram a confiabilidade do 911 GT3 R: 

  • Em 22 corridas disputadas, o carro terminou 20 vezes entre os três primeiros, venceu quatro vezes na classificação geral e não teve qualquer falha mecânica – um índice de confiabilidade de 100%.
  • Percorreu 99,56% das voltas disputadas no período (3.063 de 3.079 disputadas) e 99,56% da quilometragem das provas (10.592,628 km de 10.639,016 possíveis)
  • Os dados a partir de 2018 referem-se à categoria GT3, que não existia no ano anterior (em 2017, o Porsche disputou somente a classificação geral).
  • Outra façanha do 911 GT3 R foi terminar classificado em todas as provas que disputou, mesmo na única em que não recebeu a bandeirada (Santa Cruz do Sul em 2019, devido a uma colisão com um retardatário a três voltas da bandeirada, quando liderava na categoria). 

O Porsche 911 GT3 R durante a gravação do “Acelerados”, em 2018 (Bruno Terena)

Além do título de 2017, o Porsche 911 GT3 R teve a honra de estabelecer o recorde absoluto do quadro “Volta Rápida”, do programa “Acelerados”, do SBT, em 2018. Pilotado por Rubens Barrichello, ele percorreu os 1.680 metros do circuito pequeno do Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), em 51,8 segundos. Depois de estabelecer a volta recorde, Barrichello declarou:

“Que alegria! Agradeço a todos os envolvidos, ao Marcel especialmente, por ceder este carro. Ele é demais!”.


As provas finais do 911 GT3 R foram as 3 Horas de Santa Cruz do Sul e as 6 Horas de Curitiba. Na primeira, Visconde/Mauricio terminaram em quinto lugar na classificação geral e em segundo na categoria. No encerramento do campeonato, os carros da categoria GT3 dominaram a classificação geral, ficando com quatro primeiros lugares. O 911 GT3 R terminou em terceiro lugar.


Stuttgart Motorsport – A Stuttgart Motorsport é o braço esportivo da Stuttgart Porsche e tem um longo e vitorioso histórico de participação em competições. Sua conquista mais recente é o título do Campeonato Brasileiro de Endurance de 2017. Desde sua criação, em 1997, a Stuttgart Motorsport conquistou vitórias em provas tradicionais como a Mil Milhas Brasil e os 500 Quilômetros de São Paulo, além de ter participação em provas internacionais da IMSA (24 Horas de Daytona (1998) e da Le Mans Series (Mil Milhas de 2007).

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.