"UMAS & OUTRAS"…#32

DIVISÃO TRÊS – Apogeu e glória de uma categoria…
Joaquim Lopes Filho

Várias vezes já abordamos aqui o fato de o ano de 1970 ser considerado como um divisor de águas no automobilismo brasileiro e alguns fatores apontam para tal.
Sob a gestão do publicitário Mauro Salles na presidência da CBA, iniciam-se em 1971 os primeiros movimentos rumo à tão sonhada profissionalização e o primeiro passo é a divisão do campeonato nacional em três certames diferentes: o Campeonato Brasileiro de Velocidade (Fórmula Ford), o Campeonato Brasileiro de Viaturas Esporte (Divisões 4, 5 e 6, GT e Turismo Importado) e o Campeonato Brasileiro de Viaturas Turismo, este dedicado a veículos de turismo de série com preparação especial.
Dos três certames o que parecia mais promissor era mesmo o CBVT, dado o interesse do brasileiro por corridas com carros de turismo, ainda mais alicerçado por um regulamento que permitia uma liberalidade maior no tocante a motores, câmbios e pneus.
Dentro das pistas a realidade já era outra.
Os saudosos DKWs, Simcas, berlinetas Willys e Gordinis não passavam de meros coadjuvantes nas corridas brasileiras, mas considerando a experiência anterior e os novos carros no mercado, foram criadas três sub-divisões: Classe A (até 1600 cc), Classe B (1601 cc a 3000 cc) e Classe C (de 3001 a 6000 cc).

Vw Zé do Caixão, um dos poucos a dividir freadas com os fuscas…

Na prática, somente os VW 1600 cc (Sedan e quatro portas) e alguns Ford Corcel 1300 cc aventuraram-se na Classe A, com algumas incursões esporádicas de um ou outro DKW, enquanto a Classe B viu o embate entre os Opalas 2500 cc quatro cilindros e alguns ainda competitivos FNM 2150, além das participações pouco significativas de poucos Simcas remanescentes.
Na Classe C, o domínio inicial foi do Opala, uma vez que nem Ford Galaxie muito menos Dodge Dart apareceram para fazer as honras da casa….

Novos tempos, velhos vícios…

Mesmo assim, naquele primeiro ano – um ano de transição, diga-se – os dirigentes não se furtaram a alguns velhos vícios.
Primeiro, por ainda manter provas longas para carros com preparação mais elaborada, portanto mais frágeis do ponto de vista mecânico. Segundo pelo velho hábito de manter no calendário provas com poucas possibilidades de realização como Salvador, Curitiba e Recife, que logicamente acabaram canceladas.
Por fim, somente três provas de longa duração – as 12 Horas, os 500 Km e as Quatro Horas de Tarumã – todas realizadas no circuito gaúcho, garantiram a…

…Pedro Victor de Lamare e seu Opala 3900 cc azul (acima), seu primeiro título nacional, após enfrentar a séria concorrência dos gaúchos João Roberto Schmidt/Júlio Tedesco, Pedro Carneiro Pereira/Ismael Barcelos e JuvenalMartini/Walter Dal Zotto. Na Classe B, sagraram-se campeões César Pegoraro e Ari Panatto a bordo de um FNM 2150.
A destacar ainda neste ano a realização dos primeiros festivais universitários para estreantes, o que se transformaria no principal celeiro de pilotos para a Divisão 3.

A consolidação da Divisão Três…

Em 1972, o segundo ano da categoria, os organizadores caíram na real, programando quatro provas, distribuídas entre Interlagos e Tarumã, todas de curta duração e normalmente disputadas em duas baterias. A Classe A firma-se como a de maior número de participantes e o Fusca começa a criar a fama de “pinico atômico” que o acompanharia até o final da categoria.
É de se ressaltar o salto de qualidade dos preparadores de motores VW e a enorme variedade de equipamentos disponibilizados para nomes como Robertinho Simões (Autozoom)…

Um dos ícones da Classe A, o #13 de Fábio Souto Mayor…

…Amador Pedro (Gledson Amador), Gilberto Magalhães (Giba), Anésio Hernandez, Rainer Reuther, só para citarmos alguns.
Também na Classe C melhora sensivelmente o nível de preparação e aumenta a concorrência, com o campeão Pedro Victor de Lamare e seu fiel escudeiro Carlos Quartim de Moraes tendo de lidar com novos concorrentes.
A equipe Hollywood alinha um bem preparado Opala para Luis Pereira Bueno, Ciro Cayres se apresenta com um Opala de quatro portas (Valvoline), o dublê de piloto e construtor Antonio Carlos Avallone faz algumas aparições a bordo de outro Opala.
Do Rio Grande do Sul, a ameaça é sempre o bem preparado e pilotado Opala de Pedro Carneiro Pereira (ex-Bird Clemente), além de Voltaire de Castilhos e Júlio Tedesco.
A intermediária Classe B continua sua sina de mal conseguir alinhar seis carros, com o FNM 2150 de J. P. Chateuabriand dominando facilmente os Opalas 2500 cc de José Asmuz e Afonso Iglesias.
Após as quatro etapas regulamentares, Pedro Victor de Lamare torna-se bi-campeão na Classe C, José Pedro Chateubriand leva o caneco na Classe B e na disputadíssima Classe A o gaúcho Leonel Friedrich vence a forte concorrência.

A afirmação da categoria…

Se a temporada de 72 serviu para consolidar a categoria, em 1973 ocorre uma verdadeira explosão nos grids da Divisão 3.
Na Classe A (até 1600 cc) é notória a preferência pelos “pinicos atômicos” com um nível de preparação até então nunca visto: enormes pneus slick Blue Streak, caixas de câmbio Hewland, enormes pára-lamas de fibra de vidro além de receitas exclusivíssimas de cada preparador dão o tom na classe, que chega a alinhar mais de 40 carros por etapa.
A geração de ouro dos festivais do Ronco e Universitário consagra-se na categoria: Ingo Hoffman, Alfredo Guaraná Menezes, Alfredo Menezes de Matos, Roberto Fanuchi, Cláudio Cavallini, Ricardo Mansur, Ney Faustini, Amadeo Campos, Edson Yoshikuma, Júlio Caio de Azevedo Marques, Ricardo Mogames e Amândio Ferreira são alguns nomes. Outros destaques do Sul são Antonio “Janjão” Freire, Lino Reginatto, Emilio Pederneiras, Luis Brasolim, José Chemim e Nelson Slaviero, entre outros…

Na competitiva Classe A os grids mais numerosos…

Também na Classe C aumenta o número de concorrentes ao longo do ano, a maioria em bem preparados Opalas: Luis Landi, Antonio Castro Prado, Júlio Tedesco, Reinaldo Campelo, Nivaldo Trama, Celso Frare, Luis Pereira Bueno, Roberto Alves, Carlos Eduardo Andrade, Nelson Silva e José Pedro Chateaubriand são os nomes principais.

O Opala #46, uma das atrações da Classe C

Quebrando a regra geral, o carioca Newton Pereira faz a estréia…

…do recém lançado Chevette (acima) nas pistas e o mesmo faz Camilo Christófaro ao participar com um Ford Maverick V-8.
Mas no final, Pedro Victor de Lamare vence o campeonato pela terceira vez consecutiva ao volante de seu fiel Opala, extensamente modificado por Ricardo Divila.
Ingo Hoffman e seu famoso Fusca-Creditum é o campeão da disputadíssima Classe A enquanto Evaldo Vitta leva o título da fraca Classe B.

A crise do petróleo…

Quase no final da temporada vem a bomba; estoura a Guerra do Yom Kippur entre árabes e judeus, início da primeira crise energética ocidental no ano seguinte. Através da OPEP, o mundo conhece uma série de aumentos no preço do petróleo, inviabilizando desta maneira várias categorias automobilísticas a nível mundial.
No Brasil não foi diferente.
Chegava ao fim o período do “milagre econômico”, com sérias conseqüências nos anos vindouros, uma vez que o país, a exemplo de outros, não tinha ainda uma matriz energética alternativa, o que só viria com o álcool hidratado em 1979.
A Divisão 3, um dos berços do profissionalismo em nossas pistas, ainda não acusa muito o golpe.
A poderosa equipe Hollywood traz um potente Maverick preparado pelo mago argentino Orestes Berta para Tite Catapani enquanto Raul Natividade Jr. defende as cores da equipe na Classe A.
Também a equipe Greco comparece com outro bem preparado Maverick para Paulo Gomes; outro a utilizar o V-8 da Ford foi o já veterano Camilo Christófaro em algumas provas do campeonato paulista, a exemplo de Luis Landi.
Nos defensores de Opalas a principal força reside agora nos carros da Itacolomy Safra de Edgar de Mello Filho, Reinaldo Campelo e Norberto Januzzi, no gaúcho Júlio Tedesco, Nivaldo Trama, Plínio Riva Giosa, Paulo Prata e Edson Yoshikuma, este com o antigo carro de Pedro Victor de Lamare.
Na Classe A, alguns novos nomes dão as cartas junto aos veteranos Ingo Hoffmann e Alfredo Guaraná Menezes: Luigi Giobbi, Roberto Wypich Jr., Fábio Sotto Maior, Arturo Fernandes, Voltaire Moog, Ronaldo Ely, Vitor Mottin e Ney Faustini, somente lembrando alguns…
Como prova ainda do prestígio da Divisão 3, foram disputados certames estaduais no Ceará, vencido por Roberto Fiuza e no Paraná, este último motivado pela inauguração da pista asfaltada de Cascavel, além dos tradicionais 500 Km de Interlagos.

500 Km de Interlagos,momento máximo da Divisão 3…

A Divisão Três amplia também horizontes, disputando uma etapa em Fortaleza.
No final do ano, Ingo Hoffmann sagra-se bi-campeão da Classe A…

…ao volante de sua famosa Brasília; o emergente Edgar de Mello Filho levanta o título na Classe C á frente do Maverick-Berta de Tite Catapani. A moribunda Classe B havia sido banida por falta de concorrentes.

Ameaça doméstica…

Apesar da crise externa as maiores ameaças à hegemonia da Divisão Três vieram mesmo do lançamento da Divisão Um e da Fórmula Super Vê. A primeira, com regulamento próximo do Grupo Um da FIA e o direto envolvimento da Ford e GM, passou a disputar a preferência de torcedores e imprensa no tocante a carros de turismo, enquanto a segunda com forte patrocínio da VW do Brasil provocou a debandada de pilotos e equipes rumo aos monopostos, esvaziando um pouco a Divisão Três.
Em 1975, com os fortes apoios das montadoras Ford, GM e VW distribuídos entre F-Ford, Super Vê e Divisão Um, a outrora vistosa Divisão Três viu-se obrigada a disputar o calendário junto à F-Ford, um arranjo providencial que permitiu à categoria pelo menos um honesto certame de seis etapas.
Esvaziada de seus principais nomes, Paulo Gomes não teve dificuldades de vencer quatro etapas, derrotando o favoritíssimo Maverick-Berta da Hollywood, desta vez nas mãos de Luis Pereira Bueno.

O único Opala realmente de peso neste ano foi o do gaúcho Júlio Tedesco (acima) que chegou á última etapa ainda com chances reais de vitória.
Na Classe A, ausente de seus principais nomes agora alocados na Super Vê, Amadeo campos levanta seu primeiro título tendo por princiapis oponentes Vital machado, Francisco Gondim, Ney Faustini, José Fusetti, Luis André Ferreira e Paulo Della Volpi. A destacar a presença de dois competitivos Chevettes, o do gaúcho Ronaldo Ely e o do paranaense Edson Graczyk.

O começo do fim…

A temporada de 1976 foi amplamente dominada pelos dois Maverick V-8 da equipe Mercantil-Finasa…

…pilotados por Bob Sharp (acima) e Paulo Prata, com o título indo para o primeiro. Na Classe A, que ainda demonstrava algum vigor, o título foi para Vital Machado. Premida pelos altos custos e crescente desinteresse pela categoria, foi também o último ano da Classe C. A partir daí a Divisão Três foi somente disputadas por Fuscas, Brasilias e eventuais Chevettes, todos limitados a 1600 cc.
Em 1977 Amadeo Campos bisa seu título e em 1978 aparecem os primeiros Passat de Divisão Um dividindo os grids com os até então hegemônicos VW. Também marca presença o Chevette da GM, com Edgard de Mello Filho ao volante. Outras duas participações dignas de nota são os Passat Divisão Três de Edson Yoshikuma e Afonso Giaffone Jr.
Neste ano por desentendimentos dos pilotos com a federação paulista, a Divisão Três passa a ser disputada no autódromo do Rio de Janeiro, local onde não tinha muita visibilidade e causou muito sucesso.

Por fim, os campeonatos de 1979 e 1980 são vencidos por Arturo Fernandes (acima) mas ao final da temporada desaparece a Divisão Três, que dá lugar à categoria conhecida como Hot Car.
Foi o fim melancólico de uma das melhores categorias que já correram em nossas pistas.

Joaquim, Joca, ou “Anexo J” do Boteco do Saloma, ex-comissário desportivo da FIA, foi fundador, presidente e diretor técnico de kart clube, rali, arrancada e dirigente de federação de automobilismo.Titular da coluna “Umas&Outras”, escreve regularmente neste espaço às segundas feiras.
(reprodução/Rogério da Luz/Veloz HP)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

252 comentários em “"UMAS & OUTRAS"…#32

  • 4 de dezembro de 2008 em 23:16
    Permalink

    Caro Joca.. Parabens,,por ter “garimpado ” esses homens maravilhosos com suas “máquinas voadoras ” !! abraçao do seu admirador Luiz Evandro “águia”

    Resposta
  • 4 de dezembro de 2008 em 23:16
    Permalink

    Caro Joca.. Parabens,,por ter “garimpado ” esses homens maravilhosos com suas “máquinas voadoras ” !! abraçao do seu admirador Luiz Evandro “águia”

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 01:53
    Permalink

    Que beleza de pesquisa, texto ou materia….muito boa, parabéns…adorei. Foi exatamente neste periodo, por causa da crise do petroleo, que meu pai saiu das pistas, comprou um revenda em Cuiabá e nos mudamos pra la no inicio de 77.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 01:53
    Permalink

    Que beleza de pesquisa, texto ou materia….muito boa, parabéns…adorei. Foi exatamente neste periodo, por causa da crise do petroleo, que meu pai saiu das pistas, comprou um revenda em Cuiabá e nos mudamos pra la no inicio de 77.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 02:32
    Permalink

    Boa Águia…uma época que não dá para passar em branco. Adriana, legal seu testemunho, isso tb é historia…

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 02:32
    Permalink

    Boa Águia…uma época que não dá para passar em branco. Adriana, legal seu testemunho, isso tb é historia…

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 03:40
    Permalink

    Joaquim, parabéns por mais essa matéria. Impressionante ver no Fusca do Arturo Fernandes o número de soluções aerodinâmicas desenvolvidas. Abraço,e estamos no aguardo do material agora sobre a Hot Car!

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 03:40
    Permalink

    Joaquim, parabéns por mais essa matéria. Impressionante ver no Fusca do Arturo Fernandes o número de soluções aerodinâmicas desenvolvidas. Abraço,e estamos no aguardo do material agora sobre a Hot Car!

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 07:24
    Permalink

    Epoca de ouro do nosso automobilismo, coisa mais linda era o opala 4 portas azul do Delamare..
    abs

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 07:24
    Permalink

    Epoca de ouro do nosso automobilismo, coisa mais linda era o opala 4 portas azul do Delamare..
    abs

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 10:09
    Permalink

    Olá amigo….

    Show de bola a materia ! meu pai correo na D3, ele tinha um Dart preto fosco com patrocinio da FIESTA !

    valeu…Fernando

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 10:09
    Permalink

    Olá amigo….

    Show de bola a materia ! meu pai correo na D3, ele tinha um Dart preto fosco com patrocinio da FIESTA !

    valeu…Fernando

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 10:42
    Permalink

    Joaquim,
    Texto maravilhoso. Quando fizer outra matéria a respeito da Divisão 3, não se esqueça do Fiat 147 Turbo do Marcos Troncon, que tinha um ronco lindo mas eu vi levar pau de 5 fuscas de pelotão intermediário no retão do antigo circuito de Jacarepaguá.
    Abs.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 10:42
    Permalink

    Joaquim,
    Texto maravilhoso. Quando fizer outra matéria a respeito da Divisão 3, não se esqueça do Fiat 147 Turbo do Marcos Troncon, que tinha um ronco lindo mas eu vi levar pau de 5 fuscas de pelotão intermediário no retão do antigo circuito de Jacarepaguá.
    Abs.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 11:02
    Permalink

    Joaquim,
    Tem também aquela história do Opala 2 portas do Pedro Victor de Lamare vendido ao Edson Yoshikuma (Nissei Pioneer Team Dacnar). Conta-se que o Yoshikuma não teve conseguiu obter o super cabeçote argentino e aí o carro ficou bem mais lento.
    Quanto às caixas Hewland nos Fuscas, que eu saiba, somente os carros da equipe do Gigante (o #54 do próprio Amandio “Gigante” Ferreira e o #2 do Mario Patti Jr.) utilizaram porém sem resultados significativos em relação à caixa de 4 marchas com relações 3 da Puma (caixa 3). Também vale registro o VW do Luis Lara Campos Jr que, em certa época, utilizou uma suspensão traseira de Variant II (IRS – Independent Rear Suspension), também sem resultados significativos em relação ao tradicional par de semi-eixos oscilantes, visto que os carros da D3 eram muito duros de suspensão, praticamente karts de grandes dimensões.
    E tem mais histórias ……

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 11:02
    Permalink

    Joaquim,
    Tem também aquela história do Opala 2 portas do Pedro Victor de Lamare vendido ao Edson Yoshikuma (Nissei Pioneer Team Dacnar). Conta-se que o Yoshikuma não teve conseguiu obter o super cabeçote argentino e aí o carro ficou bem mais lento.
    Quanto às caixas Hewland nos Fuscas, que eu saiba, somente os carros da equipe do Gigante (o #54 do próprio Amandio “Gigante” Ferreira e o #2 do Mario Patti Jr.) utilizaram porém sem resultados significativos em relação à caixa de 4 marchas com relações 3 da Puma (caixa 3). Também vale registro o VW do Luis Lara Campos Jr que, em certa época, utilizou uma suspensão traseira de Variant II (IRS – Independent Rear Suspension), também sem resultados significativos em relação ao tradicional par de semi-eixos oscilantes, visto que os carros da D3 eram muito duros de suspensão, praticamente karts de grandes dimensões.
    E tem mais histórias ……

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 12:22
    Permalink

    Grande Joaquim!

    Parabens pelo texto! Estava demorando, mas valeu
    a pena esperar. Até semana que vem. Um grande
    abraço.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 12:22
    Permalink

    Grande Joaquim!

    Parabens pelo texto! Estava demorando, mas valeu
    a pena esperar. Até semana que vem. Um grande
    abraço.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 14:34
    Permalink

    O opala do De lamare era maravilhoso, vo manda o paper model pro saloma pra disponobiliza no blog.
    E Joa foi uma maravilha de texto, parabens!!!!!

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 14:34
    Permalink

    O opala do De lamare era maravilhoso, vo manda o paper model pro saloma pra disponobiliza no blog.
    E Joa foi uma maravilha de texto, parabens!!!!!

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 14:36
    Permalink

    maravilhosa matéria… Uma sugestão: materia contando sobre a preparação dos motores dos fuscas da D3

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 14:36
    Permalink

    maravilhosa matéria… Uma sugestão: materia contando sobre a preparação dos motores dos fuscas da D3

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 15:22
    Permalink

    Joaquim,
    Paralamas e quaisquer outras peças de carroceria eram totalmente de chapa. Não era permitido uso de fibra de vidro na Divisão 3.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 15:22
    Permalink

    Joaquim,
    Paralamas e quaisquer outras peças de carroceria eram totalmente de chapa. Não era permitido uso de fibra de vidro na Divisão 3.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 17:32
    Permalink

    Vicente !
    Só o carro 54 do Gigante andou de Hewland.
    O do Keko usava cx VW 4m. O pulo-do-gato deste carro estava na baixo peso, e no uso dos Goodyear Blue Streak mais estreitos e mais leves, enquanto o resto da moçada insistia no emprego dos Firestone Indy de até 15″ da largura na traseira.
    Mas acho que a Brasília do Ingo tb andou com a Mk8.
    E, de fato, nada de fiber nas carrocerias !

    Joaquim,
    O Brazolin era de SP. Participamos da primeira 25horas, junto com o Dede Gomes.

    Abraços !

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 17:32
    Permalink

    Vicente !
    Só o carro 54 do Gigante andou de Hewland.
    O do Keko usava cx VW 4m. O pulo-do-gato deste carro estava na baixo peso, e no uso dos Goodyear Blue Streak mais estreitos e mais leves, enquanto o resto da moçada insistia no emprego dos Firestone Indy de até 15″ da largura na traseira.
    Mas acho que a Brasília do Ingo tb andou com a Mk8.
    E, de fato, nada de fiber nas carrocerias !

    Joaquim,
    O Brazolin era de SP. Participamos da primeira 25horas, junto com o Dede Gomes.

    Abraços !

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 18:28
    Permalink

    Mestre Joca brilhante! Mais uma belíssima aula. Uma dúvida: o “Zé do Caixão” na primeira foto é o do Silvinho Montenegro? Grande abraço.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 18:28
    Permalink

    Mestre Joca brilhante! Mais uma belíssima aula. Uma dúvida: o “Zé do Caixão” na primeira foto é o do Silvinho Montenegro? Grande abraço.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 18:59
    Permalink

    Valeu, pessoal.

    A Divisão 3 dá um material tão rico de informações que seria preciso uma coluna para cada marca que ali participou. Mas para isso servem os comentários, para complementar e corrigir com informações pertinentes aquilo que o texto não conseguiu alcançar ou omitiu, por incompetência ou desconhecimento do autor.

    Grande abraço e grato a todos.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 18:59
    Permalink

    Valeu, pessoal.

    A Divisão 3 dá um material tão rico de informações que seria preciso uma coluna para cada marca que ali participou. Mas para isso servem os comentários, para complementar e corrigir com informações pertinentes aquilo que o texto não conseguiu alcançar ou omitiu, por incompetência ou desconhecimento do autor.

    Grande abraço e grato a todos.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 19:04
    Permalink

    Cláudio Paes Leme,

    Sinceramente, não sei.
    O do Silvinho Montenegro era #5, corria com motor 1900 cc, preparação Marinho, como você sabe tão bem.
    Pelo numeral, #68, quem corria tradicionalmente com este número era o Jacinto Tognato, mas não me recordo dele na Divisão 3.
    Quem sabe a turma aqui mata a charada…

    Grande abraço,

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 19:04
    Permalink

    Cláudio Paes Leme,

    Sinceramente, não sei.
    O do Silvinho Montenegro era #5, corria com motor 1900 cc, preparação Marinho, como você sabe tão bem.
    Pelo numeral, #68, quem corria tradicionalmente com este número era o Jacinto Tognato, mas não me recordo dele na Divisão 3.
    Quem sabe a turma aqui mata a charada…

    Grande abraço,

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 19:52
    Permalink

    O “Zé do Caixão” do Montenegro andou na maioria das vezes com motor 1900 cm3 (virabrequim original de 69 mm de curso), mas chegou a fazer algumas provas com o motor elevado a 2200 cm3 (virabrequim alemão roletado marca SPG com 82 mm de curso). E, por conseguinte, nunca participou da Classe A da Divisão 3.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 19:52
    Permalink

    O “Zé do Caixão” do Montenegro andou na maioria das vezes com motor 1900 cm3 (virabrequim original de 69 mm de curso), mas chegou a fazer algumas provas com o motor elevado a 2200 cm3 (virabrequim alemão roletado marca SPG com 82 mm de curso). E, por conseguinte, nunca participou da Classe A da Divisão 3.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 19:54
    Permalink

    Repito comentário que já fiz em post anterior:

    O Mavecão do Camillo também andava uma barbaridade mas só nas retas. Não tinha a elaboração de suspensão do Mecantil-Finasa nem do branco-e-vermelho da Hollywood.
    O regulamento da Divisão 3 impedia que o conceito da suspensão fosse alterado, mas outros sistemas poderiam ser adicionados. Por isso, tanto o carro do Greco quanto o da Hollywood tinham 2 amortecedores e molas em cada balança dianteira. E mais, lendo o regulamento com olhos de advogado, Berta substituiu as lâminas dos feixes de molas traseiros do Maverick por um ÚNICA lâmina de acrílico de cada lado e adicionou um sistema de molas helicoidais, semelhante às utilizadas nos Opalas.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 19:54
    Permalink

    Repito comentário que já fiz em post anterior:

    O Mavecão do Camillo também andava uma barbaridade mas só nas retas. Não tinha a elaboração de suspensão do Mecantil-Finasa nem do branco-e-vermelho da Hollywood.
    O regulamento da Divisão 3 impedia que o conceito da suspensão fosse alterado, mas outros sistemas poderiam ser adicionados. Por isso, tanto o carro do Greco quanto o da Hollywood tinham 2 amortecedores e molas em cada balança dianteira. E mais, lendo o regulamento com olhos de advogado, Berta substituiu as lâminas dos feixes de molas traseiros do Maverick por um ÚNICA lâmina de acrílico de cada lado e adicionou um sistema de molas helicoidais, semelhante às utilizadas nos Opalas.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 20:16
    Permalink

    Alguém aqui se lembra:
    1) Do exótico radiador de óleo redondo instalado no VW do Edson Yoshikuma, naqueles tempos em que a Equipe Gledson-Amador era composta por Yoshikuma e Fabio Sotto Mayor?
    2) De como era bem feito o VW do Julio Caio (Hollywood)?
    3) E do aerofólio altíssimo que Julio Tedesco certa vez instalou em seu belo Opala?

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 20:16
    Permalink

    Alguém aqui se lembra:
    1) Do exótico radiador de óleo redondo instalado no VW do Edson Yoshikuma, naqueles tempos em que a Equipe Gledson-Amador era composta por Yoshikuma e Fabio Sotto Mayor?
    2) De como era bem feito o VW do Julio Caio (Hollywood)?
    3) E do aerofólio altíssimo que Julio Tedesco certa vez instalou em seu belo Opala?

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 21:21
    Permalink

    Parabéns, Mestre Joa.
    Resgate dos melhores tempos do automobilismo tupiniquim. Foi bem nessa época que me enfiei de vez em Interlagos, início dos anos 70 e de minha adolescencia.
    Quando o Arturo “Torito” Fernandes estreou com um Fusca D3 Estreantes e Novatos numero 26, preparado pelo Zé Galinha de SB do Campo, entrei escondido no carro, puxado na carretinha. Daí pra frente… Não saía mais daí, enfiado em oficinas e de mãos sujas de graxa com a turma do Arturo, depois a Motorgirus e ainda depois Auto Run.
    E aquela fase maravilhosa do Grande Ciro Cayres e o Opala 44, carro de cinema, piloto de sonho, dos Campeonatos Paulistas de 1973, 1974…
    Maravilhosa fase romantica, cheia de pilotos diferenciados que iniciaram nos torneios de Estreantes e Novatos, que tambem não voltam mais…
    Os grids eram lotados de carros, as arquibancadas sempre ocupadas, tentamos até uma corrida de noite, sucesso de público e de densa neblina…
    Divisão 3 pra mim é sinonimo da minha juventude tresloucada, dos meus melhores sonhos, das minhas grandes e gratuitas alegrias.
    Obrigado a voce por trazer isso de volta.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 21:21
    Permalink

    Parabéns, Mestre Joa.
    Resgate dos melhores tempos do automobilismo tupiniquim. Foi bem nessa época que me enfiei de vez em Interlagos, início dos anos 70 e de minha adolescencia.
    Quando o Arturo “Torito” Fernandes estreou com um Fusca D3 Estreantes e Novatos numero 26, preparado pelo Zé Galinha de SB do Campo, entrei escondido no carro, puxado na carretinha. Daí pra frente… Não saía mais daí, enfiado em oficinas e de mãos sujas de graxa com a turma do Arturo, depois a Motorgirus e ainda depois Auto Run.
    E aquela fase maravilhosa do Grande Ciro Cayres e o Opala 44, carro de cinema, piloto de sonho, dos Campeonatos Paulistas de 1973, 1974…
    Maravilhosa fase romantica, cheia de pilotos diferenciados que iniciaram nos torneios de Estreantes e Novatos, que tambem não voltam mais…
    Os grids eram lotados de carros, as arquibancadas sempre ocupadas, tentamos até uma corrida de noite, sucesso de público e de densa neblina…
    Divisão 3 pra mim é sinonimo da minha juventude tresloucada, dos meus melhores sonhos, das minhas grandes e gratuitas alegrias.
    Obrigado a voce por trazer isso de volta.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 21:23
    Permalink

    Clap, clap, clap.
    Texto manero e fotos lindissimas.
    Post histórico…
    Valeu Saloma e comparsas!

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 21:23
    Permalink

    Clap, clap, clap.
    Texto manero e fotos lindissimas.
    Post histórico…
    Valeu Saloma e comparsas!

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 21:48
    Permalink

    Vicente…a foto da fuca preta com o radiador redondo, tenho guardada. Do Opala tb, mas tenho que fazer uma investigação aonde guardei. A do VW do Julio Caio, essa é mais complicada, porque vou ter que remexer um bocado de material.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 21:48
    Permalink

    Vicente…a foto da fuca preta com o radiador redondo, tenho guardada. Do Opala tb, mas tenho que fazer uma investigação aonde guardei. A do VW do Julio Caio, essa é mais complicada, porque vou ter que remexer um bocado de material.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 22:21
    Permalink

    Alguém aqui se lembra o quanto era bem acabado e bom de chão o Opala 44 (2 portas) do Ciro Cayres? Dizia-se que tinha um “Paralelogramo de Watt” na suspensão traseira.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 22:21
    Permalink

    Alguém aqui se lembra o quanto era bem acabado e bom de chão o Opala 44 (2 portas) do Ciro Cayres? Dizia-se que tinha um “Paralelogramo de Watt” na suspensão traseira.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 22:32
    Permalink

    Vicente, quem pode elucidar a dúvida é ninguém mais do que o Cerega…

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 22:32
    Permalink

    Vicente, quem pode elucidar a dúvida é ninguém mais do que o Cerega…

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 23:22
    Permalink

    Quanto ao Opalão do Ciro Cayres (campeão paulistas de 74)- o qual esqueci de citar no texto, mais preocupado com a abordagem de nível nacional…- já comentei aqui algumas vezes que cheguei a dirigir o carro. Mais precisamente por 2.800 metros, mas isso é outra história.
    Sem dúvida que a suspensão dianteira do Opalão era composta de ball-joints, pois isso cheguei também a ver. Quanto à amarração da seção traseira, pensei no início tratar-se de uma variação da barra Panhard, mas o Vicente sugeriu tratar-se do tal Paralelogramo de Watts. Aí, não sei, fica o caso com os especialistas de plantão.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2008 em 23:22
    Permalink

    Quanto ao Opalão do Ciro Cayres (campeão paulistas de 74)- o qual esqueci de citar no texto, mais preocupado com a abordagem de nível nacional…- já comentei aqui algumas vezes que cheguei a dirigir o carro. Mais precisamente por 2.800 metros, mas isso é outra história.
    Sem dúvida que a suspensão dianteira do Opalão era composta de ball-joints, pois isso cheguei também a ver. Quanto à amarração da seção traseira, pensei no início tratar-se de uma variação da barra Panhard, mas o Vicente sugeriu tratar-se do tal Paralelogramo de Watts. Aí, não sei, fica o caso com os especialistas de plantão.

    Resposta
  • 6 de dezembro de 2008 em 13:18
    Permalink

    Saloma,
    Existem fotos do carro do Julio Caio andando atrás do carro do Yoshikuma (procure no Google Imagens – Edson Yoshikumka), além da foto do grid de largada acima, onde o carro do Edson (#99) aparece na primeira fila ao lado do carro do Julio Caio (Hollywood).

    Joaquim,
    Com relação aos preparadores, o carioca Rainer Reuther, que eu saiba, não preparou carros para a Divisão 3, apenas, e com muito sucesso, os motores do Mauricio Chulam para seus Heve na Divisão 4. Não podemos nos esquecer do preparador Cosmo, de SP, que foi sócio do Giba antes da era Ingo, que preparava os VW do Paulo Della Volpe, Jean Dufaux, Aloisio Andrade F. e do carioca Henrique Camara.

    Saloma e Joaquim,
    A memória me falha, por acaso alguém se lembra do nome do piloto gaúcho que corria com o VW preto patrocinado pela Taurus (Forjas Taurus), talvez o mais belo VW da categoria, que tinha o capô do motor feito em tela, exibindo um motor sempre forte e caprichadíssimo no visual? O carro também tinha um tratamento aerodinâmico na dianteira, com paralamas parecidos com os do carro do Arturo Fernandes.

    Resposta
  • 6 de dezembro de 2008 em 13:18
    Permalink

    Saloma,
    Existem fotos do carro do Julio Caio andando atrás do carro do Yoshikuma (procure no Google Imagens – Edson Yoshikumka), além da foto do grid de largada acima, onde o carro do Edson (#99) aparece na primeira fila ao lado do carro do Julio Caio (Hollywood).

    Joaquim,
    Com relação aos preparadores, o carioca Rainer Reuther, que eu saiba, não preparou carros para a Divisão 3, apenas, e com muito sucesso, os motores do Mauricio Chulam para seus Heve na Divisão 4. Não podemos nos esquecer do preparador Cosmo, de SP, que foi sócio do Giba antes da era Ingo, que preparava os VW do Paulo Della Volpe, Jean Dufaux, Aloisio Andrade F. e do carioca Henrique Camara.

    Saloma e Joaquim,
    A memória me falha, por acaso alguém se lembra do nome do piloto gaúcho que corria com o VW preto patrocinado pela Taurus (Forjas Taurus), talvez o mais belo VW da categoria, que tinha o capô do motor feito em tela, exibindo um motor sempre forte e caprichadíssimo no visual? O carro também tinha um tratamento aerodinâmico na dianteira, com paralamas parecidos com os do carro do Arturo Fernandes.

    Resposta
  • 6 de dezembro de 2008 em 19:34
    Permalink

    Ola Claudio P. Leme esse “Zé do Caixão” que aparece na foto e do Piloto “Amadeu Campos” SP, na cor Azul meio escuro c/ Branco e depois foi pintado de Laranja e Amarelo.Acho que correu 2 anos com ele, depois passou p/ o Fusca na cor Verde bem escuro c/faixa Laranja e Branco.Que esta na segunda parte da reportage D3 com o n 105.Abra

    Resposta
  • 6 de dezembro de 2008 em 19:34
    Permalink

    Ola Claudio P. Leme esse “Zé do Caixão” que aparece na foto e do Piloto “Amadeu Campos” SP, na cor Azul meio escuro c/ Branco e depois foi pintado de Laranja e Amarelo.Acho que correu 2 anos com ele, depois passou p/ o Fusca na cor Verde bem escuro c/faixa Laranja e Branco.Que esta na segunda parte da reportage D3 com o n 105.Abra

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2008 em 08:47
    Permalink

    O bom deste blog é a galera afiadíssima que frequenta este espaço: taí Paes Leme, mais um mistério desvendado desta vez através da pena ágil do Sidnei Magnani e dos comentários sempre pertinentes do Vicente Miranda e tchurma…

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2008 em 08:47
    Permalink

    O bom deste blog é a galera afiadíssima que frequenta este espaço: taí Paes Leme, mais um mistério desvendado desta vez através da pena ágil do Sidnei Magnani e dos comentários sempre pertinentes do Vicente Miranda e tchurma…

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2008 em 16:34
    Permalink

    qUE ÉPOCA MARAVILHOSA da D3 que o Joaquim abordou. Para não exagerar meus comentários afirmo que:
    O primeiro Chevette D3 no Brasil foi do Ronaldo Ely em 1973 e que no ano seguinte já estava com preparaçãop Argentina.E ainda antes que o da equipe Vicsa foi o do paranaense Wipich.
    O fusca D3 preto era do Antonio João Freire. Não esqueçam dos demais conjuntos fusca/pilotos gauchos que estavam no mesmo patamar dos paulistas tais como Leonel Fiedrich,Voltaire Moog,Bruno D’Almeida, Mauricio Rosemberg,Claudio Mello,Schmitz,Kokemper, Motin,Bauermann e outros…A guerra dos preparadores também foi violenta por aqui.
    O Maverick Berta Hollywood nunca usou 4 amortecedores na frente(apenas na traseira).A complexa suspensão com braços triangulares da frente era oriunda da F1 Argentina que corriam em Rafaela e outros pistas de alta. Os Maverick Mercantil Finasa usavam a torre da suspensão dianteira do original apenas adaptações de ball joins.As barras em paralelograma que já vieram no Maverick Berta foram imitadas mas na verdade não eram novidade,é concepção antiga e eficiente.A grande novidade na suspensão traseira do Maverick Berta foi a adição de um braço oscilante fixado sobre a carcaça do diferencial no monobloco e que tem funcionamento não totalmente conhecido mas que seguramente melhoraria a aderência na tração. Os feixes de mola instalados pelo Anisio Campos no Maverick Berta só aconteceram após protestos,não tinham qualquer efeito é obvio, e visavam apenas atender o regulamento que estavva sendo exigido 100% sobre o Maverick.Falem com o Luizinho também e ele vai confirmar que a encheção de saco foio tão grande e mais a dificuldade com pneus, que o bólido só correu praticamente em 74 e 75.

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2008 em 16:34
    Permalink

    qUE ÉPOCA MARAVILHOSA da D3 que o Joaquim abordou. Para não exagerar meus comentários afirmo que:
    O primeiro Chevette D3 no Brasil foi do Ronaldo Ely em 1973 e que no ano seguinte já estava com preparaçãop Argentina.E ainda antes que o da equipe Vicsa foi o do paranaense Wipich.
    O fusca D3 preto era do Antonio João Freire. Não esqueçam dos demais conjuntos fusca/pilotos gauchos que estavam no mesmo patamar dos paulistas tais como Leonel Fiedrich,Voltaire Moog,Bruno D’Almeida, Mauricio Rosemberg,Claudio Mello,Schmitz,Kokemper, Motin,Bauermann e outros…A guerra dos preparadores também foi violenta por aqui.
    O Maverick Berta Hollywood nunca usou 4 amortecedores na frente(apenas na traseira).A complexa suspensão com braços triangulares da frente era oriunda da F1 Argentina que corriam em Rafaela e outros pistas de alta. Os Maverick Mercantil Finasa usavam a torre da suspensão dianteira do original apenas adaptações de ball joins.As barras em paralelograma que já vieram no Maverick Berta foram imitadas mas na verdade não eram novidade,é concepção antiga e eficiente.A grande novidade na suspensão traseira do Maverick Berta foi a adição de um braço oscilante fixado sobre a carcaça do diferencial no monobloco e que tem funcionamento não totalmente conhecido mas que seguramente melhoraria a aderência na tração. Os feixes de mola instalados pelo Anisio Campos no Maverick Berta só aconteceram após protestos,não tinham qualquer efeito é obvio, e visavam apenas atender o regulamento que estavva sendo exigido 100% sobre o Maverick.Falem com o Luizinho também e ele vai confirmar que a encheção de saco foio tão grande e mais a dificuldade com pneus, que o bólido só correu praticamente em 74 e 75.

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2008 em 17:07
    Permalink

    Esse Chevette do Newton Pereira não andava nada. Além de ter pneus enormes, o que, como já disseram, deveria ter um V8 para arrastar tamanho rolo compressor de borracha, o motor era fraquinho de dar dó. Chevette só fez alguma gracinha quando equipado com cabeçote do Monza (carros extra-oficiais da GM, para rally e pista), mas isso anos mais tarde dos tempos em que o carioca Newton Pereira experimentou o Chevette na D3.
    O que era bom na oficina da equipe do Newton, muitas vezes um ponto de encontro de cariocas em SP, era o pão de queijo que rolava todas as tardes. Lá, naquela oficina que ficava pertinho de Congonhas, muitas vezes baixava o “alma negra do automobilismo”, o impagável Cardoso “Escuro”, já citado aqui em matérias de autoria do Sidney GT40 Cardoso.
    Um dia eu conto aqui uma história sobre um bate-boca que me contaram que rolou entre o Herculano Ferreirinha (fabricante dos Heves) e o Newton Pereira.

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2008 em 17:07
    Permalink

    Esse Chevette do Newton Pereira não andava nada. Além de ter pneus enormes, o que, como já disseram, deveria ter um V8 para arrastar tamanho rolo compressor de borracha, o motor era fraquinho de dar dó. Chevette só fez alguma gracinha quando equipado com cabeçote do Monza (carros extra-oficiais da GM, para rally e pista), mas isso anos mais tarde dos tempos em que o carioca Newton Pereira experimentou o Chevette na D3.
    O que era bom na oficina da equipe do Newton, muitas vezes um ponto de encontro de cariocas em SP, era o pão de queijo que rolava todas as tardes. Lá, naquela oficina que ficava pertinho de Congonhas, muitas vezes baixava o “alma negra do automobilismo”, o impagável Cardoso “Escuro”, já citado aqui em matérias de autoria do Sidney GT40 Cardoso.
    Um dia eu conto aqui uma história sobre um bate-boca que me contaram que rolou entre o Herculano Ferreirinha (fabricante dos Heves) e o Newton Pereira.

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 01:59
    Permalink

    Vicente

    Tenho a mesma opinião que você em relação ao Opalão do Ciro . Em 82 , tive a oportunidade de ver esse carro na casa dele em SBC , impecavelmente guardado na garagem , coberto com uma capa de flanéla . Ele cuidava daquele carro como um troféu . Que fim terá levado esse Foguete ? Esse tambèm merecia estar com o Trevisan . Teve vida curta e vitoriósa .
    Imagina o orgulho e a satisfação que ele teve com esse carro . O cara trabalhava na engenharia da GM , dito por ele proprio , esse carro começou a ser feito , antes da montarem da carroceria , tem algumas centenas a mais de pontos de solda em todo monobloco , pra diminuir a torção . Quer dizer , ele fez o carro todo , começou do zéro , imagina o capricho , termina , vai pra pista , põe a bunda lá e ainda ganha a corrida . Que mais qué ? Só correr pro abraço .
    Dá gosto ver carro de corrida bem cuidado , embóra a grande maioria não ligasse muito pra coisa . Guardo a lembrança de alguns carros que primavam pelo esmero . O F.3 e o F.2 do Wilsinho , pareciam carros de exposição , tudo brilhava . Os Stock Cars do Sidney Alves do Turismo Santa Rita , o carro do carra éra perfeito , tinha um detalhe que me chamou a atenção , dizíam que o assoalho esquerdo esquentavam demais por causa do escapamento , aquele difusor onde junta os seis canos e saem dois , ficava bem na altura da pedaleira e aquilo fritava o pé do piloto e éra muito desconfortável . O Sidney , fez um tapete de alumínio anti-derrapante e prendeu no assoalho com amianto no meio , resolveu o problema , eu achei aquilo legal , de bom gosto , hoje vejo a mesma coisa nesses Tunning da molecada e acho horrível . O do Zézo Greguricinc com patro Cinzano éra lindo o carro , os dois Basf , do Luizinho e do Mike éram impecáveis e o que tinham de bonitos , tinham de lerdos coitados , pagaram pecado aqueles dois , o do Mike tinha até banco de couro . Os carros do Troncon tambèm éram caprichados . Mas igual o do Ciro … Tô pra vê…

    Abs

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 01:59
    Permalink

    Vicente

    Tenho a mesma opinião que você em relação ao Opalão do Ciro . Em 82 , tive a oportunidade de ver esse carro na casa dele em SBC , impecavelmente guardado na garagem , coberto com uma capa de flanéla . Ele cuidava daquele carro como um troféu . Que fim terá levado esse Foguete ? Esse tambèm merecia estar com o Trevisan . Teve vida curta e vitoriósa .
    Imagina o orgulho e a satisfação que ele teve com esse carro . O cara trabalhava na engenharia da GM , dito por ele proprio , esse carro começou a ser feito , antes da montarem da carroceria , tem algumas centenas a mais de pontos de solda em todo monobloco , pra diminuir a torção . Quer dizer , ele fez o carro todo , começou do zéro , imagina o capricho , termina , vai pra pista , põe a bunda lá e ainda ganha a corrida . Que mais qué ? Só correr pro abraço .
    Dá gosto ver carro de corrida bem cuidado , embóra a grande maioria não ligasse muito pra coisa . Guardo a lembrança de alguns carros que primavam pelo esmero . O F.3 e o F.2 do Wilsinho , pareciam carros de exposição , tudo brilhava . Os Stock Cars do Sidney Alves do Turismo Santa Rita , o carro do carra éra perfeito , tinha um detalhe que me chamou a atenção , dizíam que o assoalho esquerdo esquentavam demais por causa do escapamento , aquele difusor onde junta os seis canos e saem dois , ficava bem na altura da pedaleira e aquilo fritava o pé do piloto e éra muito desconfortável . O Sidney , fez um tapete de alumínio anti-derrapante e prendeu no assoalho com amianto no meio , resolveu o problema , eu achei aquilo legal , de bom gosto , hoje vejo a mesma coisa nesses Tunning da molecada e acho horrível . O do Zézo Greguricinc com patro Cinzano éra lindo o carro , os dois Basf , do Luizinho e do Mike éram impecáveis e o que tinham de bonitos , tinham de lerdos coitados , pagaram pecado aqueles dois , o do Mike tinha até banco de couro . Os carros do Troncon tambèm éram caprichados . Mas igual o do Ciro … Tô pra vê…

    Abs

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 09:07
    Permalink

    Quanto ao Opalão 44 do Ciro, mestre Joa tem a história completa do triste fim que o carro infelizmente teve.
    Com a palavra nosso guru…
    Canta Mestre, canta…

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 09:07
    Permalink

    Quanto ao Opalão 44 do Ciro, mestre Joa tem a história completa do triste fim que o carro infelizmente teve.
    Com a palavra nosso guru…
    Canta Mestre, canta…

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 09:55
    Permalink

    Luca,
    Lembro do Ciro chegando em Intarlagos com o Opala 2p 44 impecável, rodas brilhando, lindo, limpo e … no chão. Quando abriam o capô, via-se aqueles Webers impecáveis, como se tivessem saído da caixa, o cofre e motor sem suijeira. O interior, nem parecia com a maioria dos carros que se via (e se vê) nas nossas pistas. Chegava, andava adoidado, vencia e voltava para casa no asfalto.

    Trevisan,
    Obrigado por me avivar a memória. Sempre o VW preto do Antonio João Freire aparecia em Jacarepaguá, eu ficava babando no esmero com que aquele carro (carro de ponta) era feito, aquelas paralamas dianteiros que lembravam o “shape” dos Porsches de endurance da época, aquele capô de tela que deixava à mostra o belo e forte motor. Simplesmente maravilhoso.

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 09:55
    Permalink

    Luca,
    Lembro do Ciro chegando em Intarlagos com o Opala 2p 44 impecável, rodas brilhando, lindo, limpo e … no chão. Quando abriam o capô, via-se aqueles Webers impecáveis, como se tivessem saído da caixa, o cofre e motor sem suijeira. O interior, nem parecia com a maioria dos carros que se via (e se vê) nas nossas pistas. Chegava, andava adoidado, vencia e voltava para casa no asfalto.

    Trevisan,
    Obrigado por me avivar a memória. Sempre o VW preto do Antonio João Freire aparecia em Jacarepaguá, eu ficava babando no esmero com que aquele carro (carro de ponta) era feito, aquelas paralamas dianteiros que lembravam o “shape” dos Porsches de endurance da época, aquele capô de tela que deixava à mostra o belo e forte motor. Simplesmente maravilhoso.

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 22:01
    Permalink

    Vicente

    Lembra que o Opalão tinha carpete ?

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 22:01
    Permalink

    Vicente

    Lembra que o Opalão tinha carpete ?

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 22:15
    Permalink

    Luca,
    Lembro sim. O Opalão 44 tinha até forração de porta, máquinas de elevação de vidro e Ciro chegava no autódromo com o cotovelo do lado de fora, na maior pose, como se estivesse se exibindo na frente da Brunella.

    Resposta
  • 8 de dezembro de 2008 em 22:15
    Permalink

    Luca,
    Lembro sim. O Opalão 44 tinha até forração de porta, máquinas de elevação de vidro e Ciro chegava no autódromo com o cotovelo do lado de fora, na maior pose, como se estivesse se exibindo na frente da Brunella.

    Resposta
  • 9 de dezembro de 2008 em 03:29
    Permalink

    E o cigarrinho na boca …

    Não é ????? KKKKKKKK

    Resposta
  • 9 de dezembro de 2008 em 03:29
    Permalink

    E o cigarrinho na boca …

    Não é ????? KKKKKKKK

    Resposta
  • 9 de dezembro de 2008 em 17:52
    Permalink

    Bom, vamos lá, a pedidos…

    Luca,
    O Opalão do Ciro foi vendido para um rapaz de Belém do Pará, aí por volta de 1990. O Ciro já se encontrava bem doente e vendeu por um dinheirão.
    No dia da entrega do carro, claro que foi fazer um test-drive ou despedir-se do carro tão querido.
    O comprador foi junto e o Cirão desceu a lenha na Anchieta, mas não chegou a descer a serra pois o cidadão ao lado havia literalmente se borrado nas calças…
    Sem brincadeira, foi preciso um vizinho (que me confirmou a história..)emprestar um jeans pro rapaz ir embora.
    Pois bem, em 91 eu trabalhava como comissário desportivo numa prova de Arrancada em Belém do Pará e vi o Opala disputando uma das baterias.
    Ainda mostrava todo seu garbo e esplendor e, mesmo muito mal pilotado, foi levando todo mundo até a bateria final.
    Daí, o carro não pôde mais participar pois, segundo seu piloto “havia colado a embreagem…” (sic).
    No final da prova fui orientado a remover o carro para o parque fechado.
    Pura cascata, o Opala funcionou direitinho e o dirigi por uns 2.800 metros (como afirmei acima…).
    Claro que deu vontade de dar uma acelerada no bicho. O que aconteceu é que o tal piloto não sabia mudar as marchas com caixa seca (caixa Saenz, cinco marchas, lembra ?}e acabou apanhando do carro.
    Ainda mantinha o famoso numeral 44 na porta. Depois disto não o vi mais, dizem que ficou anos encostado num fundo de oficina.
    Ano passado estive em Belém e procurei pelo Opalão mas parece que virou Conceição, ninguém sabe, ninguém viu (pô, essa é velha…)!

    Grande abraço,

    Resposta
  • 9 de dezembro de 2008 em 17:52
    Permalink

    Bom, vamos lá, a pedidos…

    Luca,
    O Opalão do Ciro foi vendido para um rapaz de Belém do Pará, aí por volta de 1990. O Ciro já se encontrava bem doente e vendeu por um dinheirão.
    No dia da entrega do carro, claro que foi fazer um test-drive ou despedir-se do carro tão querido.
    O comprador foi junto e o Cirão desceu a lenha na Anchieta, mas não chegou a descer a serra pois o cidadão ao lado havia literalmente se borrado nas calças…
    Sem brincadeira, foi preciso um vizinho (que me confirmou a história..)emprestar um jeans pro rapaz ir embora.
    Pois bem, em 91 eu trabalhava como comissário desportivo numa prova de Arrancada em Belém do Pará e vi o Opala disputando uma das baterias.
    Ainda mostrava todo seu garbo e esplendor e, mesmo muito mal pilotado, foi levando todo mundo até a bateria final.
    Daí, o carro não pôde mais participar pois, segundo seu piloto “havia colado a embreagem…” (sic).
    No final da prova fui orientado a remover o carro para o parque fechado.
    Pura cascata, o Opala funcionou direitinho e o dirigi por uns 2.800 metros (como afirmei acima…).
    Claro que deu vontade de dar uma acelerada no bicho. O que aconteceu é que o tal piloto não sabia mudar as marchas com caixa seca (caixa Saenz, cinco marchas, lembra ?}e acabou apanhando do carro.
    Ainda mantinha o famoso numeral 44 na porta. Depois disto não o vi mais, dizem que ficou anos encostado num fundo de oficina.
    Ano passado estive em Belém e procurei pelo Opalão mas parece que virou Conceição, ninguém sabe, ninguém viu (pô, essa é velha…)!

    Grande abraço,

    Resposta
  • 10 de dezembro de 2008 em 16:04
    Permalink

    Fantasticas estas historias da DIV3.Vou refrescar a memoria do pessoal,pois esqueceram de mim!!!Ja eh normal qualquer relato daquela epoca pular de SAO PAULO para PORTO ALEGRE.Eu tive um VW DIV3,seguramente o melhor daquela epoca.Fizemos tudo aqui em Curitiba com o Mago Frances CLAUDE BES e o Mauri Fabris.O nosso carro era unico,e vou contar para voces,porque.(1)Todo mundo usava carburacao Weber 48,nos usavamos Solex 45 trabalhada em conjunto com Seu Jorge,que na epoca era dono da Draco e interessou-se muito pelo nosso carro.(2)Todo mundo usava comando Iskenderian,nos usavamos CRANE 310,com molas,chapeletas,balanceiros Crane retrabalhados em conjunto com a DRACO..(3)Nosso motor 1,6litros,usava Kit de pistao e camisa do motor 1,8litros,porem com virabrequim de curso curto,roletado do motor 1,2litros.Era um salseiro danado,mas nunca perdi uma corrida sequer,quando Interlagos estava fechado e a Paulistada vinha toda para ca,quase toda semana.A primeira apresentacao da barata foi um sucesso tao grande,que paulistas e gauchos liderados pelo saudoso ZE PEDRO CHATEUBRIAND,mandaram desarmar o carro,e so constataram que o motor era de fato 1,6litros e nao 1,8 como pareceu ao sacarem os cabecotes e depararem com pistoes do Kit 1,8.De resto usavamos Good Year Blue Stick,cambio N3 Puma.A barata era tao boa que a Equipe Hollywood enquanto nao a comprou de mim nao me deu tregua.Se gostaram da historia,tem mais com referencia ao OPALA DIV3 que tambem aqui fizemos e que carimbou muita gente boa.Abs Dado Andrade.

    Resposta
  • 10 de dezembro de 2008 em 16:04
    Permalink

    Fantasticas estas historias da DIV3.Vou refrescar a memoria do pessoal,pois esqueceram de mim!!!Ja eh normal qualquer relato daquela epoca pular de SAO PAULO para PORTO ALEGRE.Eu tive um VW DIV3,seguramente o melhor daquela epoca.Fizemos tudo aqui em Curitiba com o Mago Frances CLAUDE BES e o Mauri Fabris.O nosso carro era unico,e vou contar para voces,porque.(1)Todo mundo usava carburacao Weber 48,nos usavamos Solex 45 trabalhada em conjunto com Seu Jorge,que na epoca era dono da Draco e interessou-se muito pelo nosso carro.(2)Todo mundo usava comando Iskenderian,nos usavamos CRANE 310,com molas,chapeletas,balanceiros Crane retrabalhados em conjunto com a DRACO..(3)Nosso motor 1,6litros,usava Kit de pistao e camisa do motor 1,8litros,porem com virabrequim de curso curto,roletado do motor 1,2litros.Era um salseiro danado,mas nunca perdi uma corrida sequer,quando Interlagos estava fechado e a Paulistada vinha toda para ca,quase toda semana.A primeira apresentacao da barata foi um sucesso tao grande,que paulistas e gauchos liderados pelo saudoso ZE PEDRO CHATEUBRIAND,mandaram desarmar o carro,e so constataram que o motor era de fato 1,6litros e nao 1,8 como pareceu ao sacarem os cabecotes e depararem com pistoes do Kit 1,8.De resto usavamos Good Year Blue Stick,cambio N3 Puma.A barata era tao boa que a Equipe Hollywood enquanto nao a comprou de mim nao me deu tregua.Se gostaram da historia,tem mais com referencia ao OPALA DIV3 que tambem aqui fizemos e que carimbou muita gente boa.Abs Dado Andrade.

    Resposta
  • 10 de dezembro de 2008 em 18:10
    Permalink

    LEGAL !!! Dado … Conta mais . Na do Opalão não economiza nas letras , manda ve nesse telhado aí . rsrs Escolhe umas fotos boas , manda pro Saloma que ele põe na página pra nós vermos . Manda umas fotos do Vw Div.3 tambèm , pra gente ver como ele éra antes de imigrar pra São Paulo . Conhecí esse carro já na Hollywood , só me lembro do Julio Caio e o Alex correndo com ele , o Raul chegou a guiar ? É da época dele . E que eu me lembre , sempre andou bem , mas não ganhou mais . Apesar , que néssa época morei fóra de SP e acompanhei meio de longe .
    É isso aí , conta mais , e pode ter certeza que a turma gosta . Vou ver se acho alguma foto desse carro .

    Um forte abraço

    Resposta
  • 10 de dezembro de 2008 em 18:10
    Permalink

    LEGAL !!! Dado … Conta mais . Na do Opalão não economiza nas letras , manda ve nesse telhado aí . rsrs Escolhe umas fotos boas , manda pro Saloma que ele põe na página pra nós vermos . Manda umas fotos do Vw Div.3 tambèm , pra gente ver como ele éra antes de imigrar pra São Paulo . Conhecí esse carro já na Hollywood , só me lembro do Julio Caio e o Alex correndo com ele , o Raul chegou a guiar ? É da época dele . E que eu me lembre , sempre andou bem , mas não ganhou mais . Apesar , que néssa época morei fóra de SP e acompanhei meio de longe .
    É isso aí , conta mais , e pode ter certeza que a turma gosta . Vou ver se acho alguma foto desse carro .

    Um forte abraço

    Resposta
  • 10 de dezembro de 2008 em 21:05
    Permalink

    Realmente, foi uma falha minha. Esqueci os potentes Opalões do Dado Andrade, Celso Frare e Edson Graczyk, creio que já eram do Team Bamerindus.

    Resposta
  • 10 de dezembro de 2008 em 21:05
    Permalink

    Realmente, foi uma falha minha. Esqueci os potentes Opalões do Dado Andrade, Celso Frare e Edson Graczyk, creio que já eram do Team Bamerindus.

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2008 em 03:12
    Permalink

    Esse Opala do Bamerindus éra muito bonito . Lembro dêle .

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2008 em 03:12
    Permalink

    Esse Opala do Bamerindus éra muito bonito . Lembro dêle .

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2008 em 09:55
    Permalink

    O fato do VW D3 do Dado andar bem com carburadores menores que os Weber 48 IDA é perfeitamente compreensível e lógico, afinal de contas, só em altos regimes de rotação os 48 alimentam bem um motor 1600 cm3. Em baixas e intermediárias, sobra carburação. Lembro-me que muitos carros da categoria que usavam Weber 48 IDA despencavam na reta de Interlagos mas passavam por várias situações no miolo em que a falta de torque em médias rotações, aliada à caixa 3, fazia com que a uma determinada marcha ficasse curta e a imediatamente acima longa. Os motores do Robertinho Simão (Autozoom) andavam com carburadores Weber 44 IDF ou 46 IDA, se não me engano, e tinham muita força no miolo e os carros viravam em tempos maravilhosos, nas mãos do Guaraná, Teleco e Carioca.

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2008 em 09:55
    Permalink

    O fato do VW D3 do Dado andar bem com carburadores menores que os Weber 48 IDA é perfeitamente compreensível e lógico, afinal de contas, só em altos regimes de rotação os 48 alimentam bem um motor 1600 cm3. Em baixas e intermediárias, sobra carburação. Lembro-me que muitos carros da categoria que usavam Weber 48 IDA despencavam na reta de Interlagos mas passavam por várias situações no miolo em que a falta de torque em médias rotações, aliada à caixa 3, fazia com que a uma determinada marcha ficasse curta e a imediatamente acima longa. Os motores do Robertinho Simão (Autozoom) andavam com carburadores Weber 44 IDF ou 46 IDA, se não me engano, e tinham muita força no miolo e os carros viravam em tempos maravilhosos, nas mãos do Guaraná, Teleco e Carioca.

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2008 em 18:56
    Permalink

    Estou garimpando fotos para enviar dos meus OPALAS.Dos DIV 1 e DIV3.Mandarei com algumas historias muito boas,referente a preparacao de ambos.Adianto que meu DIV 3,nada tinha a ver com o do Celso Frare/Edson Graczick.Um era vencedor,o outro rsrsrsrs!!!Abracos Dado Andrade.

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2008 em 18:56
    Permalink

    Estou garimpando fotos para enviar dos meus OPALAS.Dos DIV 1 e DIV3.Mandarei com algumas historias muito boas,referente a preparacao de ambos.Adianto que meu DIV 3,nada tinha a ver com o do Celso Frare/Edson Graczick.Um era vencedor,o outro rsrsrsrs!!!Abracos Dado Andrade.

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2010 em 19:59
    Permalink

    Oi,um abraço!!!! Será q vc pode passar a lista de todos pilotos e equipes q correram em 1979 do Campeonato Brasileiro Fórmula Ford, eu estava lá entre os pilotos e gostei do seu blog!!!! Agradeço muitoooo!!!!

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2010 em 19:59
    Permalink

    Oi,um abraço!!!! Será q vc pode passar a lista de todos pilotos e equipes q correram em 1979 do Campeonato Brasileiro Fórmula Ford, eu estava lá entre os pilotos e gostei do seu blog!!!! Agradeço muitoooo!!!!

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2010 em 20:27
    Permalink

    Valeu…nos alfarrabos com tempo vamos achar algo. abs

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2010 em 20:27
    Permalink

    Valeu…nos alfarrabos com tempo vamos achar algo. abs

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:34
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:34
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:35
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:35
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:43
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:43
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:55
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2011 em 13:55
    Permalink

    as materias do automobilismo no brasil de tempos atras ajuda muinto p/ mostrar o grande celeio de pilotos que e o nosso pais levando enconta que na quela epoca aestrutura era precaria o piloto tinha que ter braço. eu tenho algum material de newton pereira que vicente miranda cita no blog.

    Resposta
  • 22 de janeiro de 2012 em 18:33
    Permalink

    VC SABE ALGO SOBRE O EX PILOTO MARCIUS CARUSO ? ELE FOU PILOTO DE FÓRMULA FORD NO FINAL DOS ANOS 70!!!

    Resposta
  • 22 de janeiro de 2012 em 18:33
    Permalink

    VC SABE ALGO SOBRE O EX PILOTO MARCIUS CARUSO ? ELE FOU PILOTO DE FÓRMULA FORD NO FINAL DOS ANOS 70!!!

    Resposta
  • 25 de março de 2012 em 08:36
    Permalink

    I have a few query for you, publish to people I don’t e-mail

    Resposta
  • 25 de março de 2012 em 08:36
    Permalink

    I have a few query for you, publish to people I don’t e-mail

    Resposta
  • 16 de abril de 2012 em 22:50
    Permalink

    I will share this with my close friends right away. I have already forwarded this to my facebook wall.

    Resposta
  • 16 de abril de 2012 em 22:50
    Permalink

    I will share this with my close friends right away. I have already forwarded this to my facebook wall.

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 03:10
    Permalink

    Hey! Do you know if they make any plugins to safeguard against hackers? I’m kinda paranoid about losing everything I’ve worked hard on. Any recommendations?

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 03:10
    Permalink

    Hey! Do you know if they make any plugins to safeguard against hackers? I’m kinda paranoid about losing everything I’ve worked hard on. Any recommendations?

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 06:21
    Permalink

    I am really enjoying the theme/design of your web site. Do you ever run into any internet browser compatibility issues? A small number of my blog visitors have complained about my site not working correctly in Explorer but looks great in Chrome. Do you have any solutions to help fix this problem?

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 06:21
    Permalink

    I am really enjoying the theme/design of your web site. Do you ever run into any internet browser compatibility issues? A small number of my blog visitors have complained about my site not working correctly in Explorer but looks great in Chrome. Do you have any solutions to help fix this problem?

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 09:34
    Permalink

    My spouse and I stumbled over here from a different web address and thought I might as well check things out. I like what I see so now i’m following you. Look forward to looking at your web page yet again.

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 09:34
    Permalink

    My spouse and I stumbled over here from a different web address and thought I might as well check things out. I like what I see so now i’m following you. Look forward to looking at your web page yet again.

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 22:37
    Permalink

    Hi there just wanted to give you a quick heads up. The text in your article seem to be running off the screen in Chrome. I’m not sure if this is a formatting issue or something to do with web browser compatibility but I thought I’d post to let you know. The style and design look great though! Hope you get the problem solved soon. Thanks

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 22:37
    Permalink

    Hi there just wanted to give you a quick heads up. The text in your article seem to be running off the screen in Chrome. I’m not sure if this is a formatting issue or something to do with web browser compatibility but I thought I’d post to let you know. The style and design look great though! Hope you get the problem solved soon. Thanks

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 23:28
    Permalink

    Really don’t overlook that he runs on-line retailers way too! So although you do not need to go in and pick-up the things you are able to acquire on-line and also have it sent… never forget about the set up support for many who can not be bothered to examine the guidelines and after that screw every little thing up although constructing it… or perhaps the nearby handyman will fortunately cost you a high quality to place it together

    Resposta
  • 17 de abril de 2012 em 23:28
    Permalink

    Really don’t overlook that he runs on-line retailers way too! So although you do not need to go in and pick-up the things you are able to acquire on-line and also have it sent… never forget about the set up support for many who can not be bothered to examine the guidelines and after that screw every little thing up although constructing it… or perhaps the nearby handyman will fortunately cost you a high quality to place it together

    Resposta
  • 18 de abril de 2012 em 10:26
    Permalink

    The best secret to boosting gross revenue is e-mail marketing. The hot button is being repetitive, consistent, fast, and personalized. Email promotional initiatives can double your web sales. Through follow-up marketing and pr you are able to faucet into the previous customers and produce more sales. An auto-responder simplifies the complete process and places your e-mail marketing crusade on super auto-pilot. E-Mail marketing and pr is among the most powerful techniques guru marketers use to optimize their business income potential. Each marketer should make a shot it; this is the proven instrument for success.

    Resposta
  • 18 de abril de 2012 em 10:26
    Permalink

    The best secret to boosting gross revenue is e-mail marketing. The hot button is being repetitive, consistent, fast, and personalized. Email promotional initiatives can double your web sales. Through follow-up marketing and pr you are able to faucet into the previous customers and produce more sales. An auto-responder simplifies the complete process and places your e-mail marketing crusade on super auto-pilot. E-Mail marketing and pr is among the most powerful techniques guru marketers use to optimize their business income potential. Each marketer should make a shot it; this is the proven instrument for success.

    Resposta
  • 18 de abril de 2012 em 16:27
    Permalink

    […]The information mentioned in the article are some of the best available […]…

    Resposta
  • 18 de abril de 2012 em 16:27
    Permalink

    […]The information mentioned in the article are some of the best available […]…

    Resposta
  • 18 de abril de 2012 em 19:14
    Permalink

    I will share this with my close friends appropriate away. I have previously forwarded this to my facebook wall.

    Resposta
  • 18 de abril de 2012 em 19:14
    Permalink

    I will share this with my close friends appropriate away. I have previously forwarded this to my facebook wall.

    Resposta
  • 19 de abril de 2012 em 06:21
    Permalink

    I do not even know how I ended up here, but I thought this post was good. I do not know who you are but certainly you’re going to a famous blogger if you aren’t already 😉 Cheers!

    Resposta
  • 19 de abril de 2012 em 06:21
    Permalink

    I do not even know how I ended up here, but I thought this post was good. I do not know who you are but certainly you’re going to a famous blogger if you aren’t already 😉 Cheers!

    Resposta
  • 20 de abril de 2012 em 02:28
    Permalink

    Khmer Karaoke Megastars I was encouraged this web page by my cousin. I’m uncertain whether this post is published by him while nobody in addition know this kind of detailed regarding my problems. You are usually wonderful! Thanks! your content about Khmer Karaoke Stars All the best Agata Lawrence

    Resposta
  • 20 de abril de 2012 em 02:28
    Permalink

    Khmer Karaoke Megastars I was encouraged this web page by my cousin. I’m uncertain whether this post is published by him while nobody in addition know this kind of detailed regarding my problems. You are usually wonderful! Thanks! your content about Khmer Karaoke Stars All the best Agata Lawrence

    Resposta
  • 20 de abril de 2012 em 06:12
    Permalink

    What i do not understood is actually how you’re not really much more well-liked than you might be right now. You are so intelligent. You realize thus considerably relating to this subject, produced me personally consider it from so many varied angles. Its like women and men aren’t fascinated unless it is one thing to do with Lady gaga! Your own stuffs nice. Always maintain it up!

    Resposta
  • 20 de abril de 2012 em 06:12
    Permalink

    What i do not understood is actually how you’re not really much more well-liked than you might be right now. You are so intelligent. You realize thus considerably relating to this subject, produced me personally consider it from so many varied angles. Its like women and men aren’t fascinated unless it is one thing to do with Lady gaga! Your own stuffs nice. Always maintain it up!

    Resposta
  • 21 de abril de 2012 em 10:08
    Permalink

    Today, I went to the beachfront with my kids. I found a sea shell and gave it to my 4 year old daughter and said “You can hear the ocean if you put this to your ear.” She put the shell to her ear and screamed. There was a hermit crab inside and it pinched her ear. She never wants to go back! LoL I know this is completely off topic but I had to tell someone!

    Resposta
  • 21 de abril de 2012 em 10:08
    Permalink

    Today, I went to the beachfront with my kids. I found a sea shell and gave it to my 4 year old daughter and said “You can hear the ocean if you put this to your ear.” She put the shell to her ear and screamed. There was a hermit crab inside and it pinched her ear. She never wants to go back! LoL I know this is completely off topic but I had to tell someone!

    Resposta
  • 21 de abril de 2012 em 12:46
    Permalink

    Kudos with regard to placing this specific up, it has been extremely useful and told quite a bit

    Resposta
  • 21 de abril de 2012 em 12:46
    Permalink

    Kudos with regard to placing this specific up, it has been extremely useful and told quite a bit

    Resposta
  • 21 de abril de 2012 em 12:57
    Permalink

    Hey this is a genuinely complicated website that you place details on. The strange is that I assume there is a lot more spam than you know. Possibly you recognize that presently but merely in situation you didn’t presently you carry out. I subscribed to the remarks since I prefer to below your beneficial data due to the fact that I take it heart and live by your phrase.

    Resposta
  • 21 de abril de 2012 em 12:57
    Permalink

    Hey this is a genuinely complicated website that you place details on. The strange is that I assume there is a lot more spam than you know. Possibly you recognize that presently but merely in situation you didn’t presently you carry out. I subscribed to the remarks since I prefer to below your beneficial data due to the fact that I take it heart and live by your phrase.

    Resposta
  • 22 de abril de 2012 em 23:17
    Permalink

    I drop a comment whenever I like a post on a website or if I have something to contribute to the conversation. It is caused by the passion displayed in the post I read. And after this post Saloma do Blog – “UMAS & OUTRAS”…#32. I was moved enough to drop a comment 😛 I do have a couple of questions for you if it’s okay. Could it be just me or do some of these comments appear as if they are left by brain dead visitors? 😛 And, if you are posting at other social sites, I’d like to follow you. Would you make a list the complete urls of all your social pages like your Facebook page, twitter feed, or linkedin profile?

    Resposta
  • 22 de abril de 2012 em 23:17
    Permalink

    I drop a comment whenever I like a post on a website or if I have something to contribute to the conversation. It is caused by the passion displayed in the post I read. And after this post Saloma do Blog – “UMAS & OUTRAS”…#32. I was moved enough to drop a comment 😛 I do have a couple of questions for you if it’s okay. Could it be just me or do some of these comments appear as if they are left by brain dead visitors? 😛 And, if you are posting at other social sites, I’d like to follow you. Would you make a list the complete urls of all your social pages like your Facebook page, twitter feed, or linkedin profile?

    Resposta
  • 22 de abril de 2012 em 23:36
    Permalink

    Thanks for enabling me to achieve new ideas about pc’s. I also have belief that one of the best ways to maintain your notebook computer in prime condition is to use a hard plastic-type case, or perhaps shell, that suits over the top of one’s computer. These kinds of protective gear are generally model targeted since they are made to fit perfectly in the natural covering. You can buy all of them directly from owner, or via third party places if they are available for your laptop computer, however only a few laptop could have a shell on the market. All over again, thanks for your tips.

    Resposta
  • 22 de abril de 2012 em 23:36
    Permalink

    Thanks for enabling me to achieve new ideas about pc’s. I also have belief that one of the best ways to maintain your notebook computer in prime condition is to use a hard plastic-type case, or perhaps shell, that suits over the top of one’s computer. These kinds of protective gear are generally model targeted since they are made to fit perfectly in the natural covering. You can buy all of them directly from owner, or via third party places if they are available for your laptop computer, however only a few laptop could have a shell on the market. All over again, thanks for your tips.

    Resposta
  • 24 de abril de 2012 em 04:21
    Permalink

    White wine is highly known for acquiring very sensual and classy alcoholic drink. It’s mainly accessible in yellow or golden color. White wine is widely appreciated all across the continents because of its delicious flavour. One can anytime pair white wine with white meat so as to produce a light meal looks delicious. But, to support all you starters for much better wine merging we’ve organized this white wine chef for starters.

    Resposta
  • 24 de abril de 2012 em 04:21
    Permalink

    White wine is highly known for acquiring very sensual and classy alcoholic drink. It’s mainly accessible in yellow or golden color. White wine is widely appreciated all across the continents because of its delicious flavour. One can anytime pair white wine with white meat so as to produce a light meal looks delicious. But, to support all you starters for much better wine merging we’ve organized this white wine chef for starters.

    Resposta
  • 24 de abril de 2012 em 15:30
    Permalink

    ut there, like the Sony Walkman X, but I hope this gives you enough info to make an informed decision of the Zune vs players other than the iPod line as well.)

    Resposta
  • 24 de abril de 2012 em 15:30
    Permalink

    ut there, like the Sony Walkman X, but I hope this gives you enough info to make an informed decision of the Zune vs players other than the iPod line as well.)

    Resposta
  • 24 de abril de 2012 em 23:20
    Permalink

    hello!,I like your writing so a lot! share we be in contact extra approximately your article on AOL? I need a specialist on this space to unravel my problem. Maybe that is you! Having a look ahead to see you.

    Resposta
  • 24 de abril de 2012 em 23:20
    Permalink

    hello!,I like your writing so a lot! share we be in contact extra approximately your article on AOL? I need a specialist on this space to unravel my problem. Maybe that is you! Having a look ahead to see you.

    Resposta
  • 25 de abril de 2012 em 03:11
    Permalink

    These kinds of Search marketing boxes normally realistic, healthy and balanced as a result receive just about every customer service necessary for some product. Link Building Services

    Resposta
  • 25 de abril de 2012 em 03:11
    Permalink

    These kinds of Search marketing boxes normally realistic, healthy and balanced as a result receive just about every customer service necessary for some product. Link Building Services

    Resposta
  • 26 de abril de 2012 em 01:35
    Permalink

    Howdy that is somewhat associated with off matter but My spouse and i was questioning if sites use WYSIWYG editors or if you should manually rule with HTML. I’m beginning a weblog soon but don’t have any coding expertise and so i wanted to have guidance via someone together with experience. Any help will be enormously appreciated!

    Resposta
  • 26 de abril de 2012 em 01:35
    Permalink

    Howdy that is somewhat associated with off matter but My spouse and i was questioning if sites use WYSIWYG editors or if you should manually rule with HTML. I’m beginning a weblog soon but don’t have any coding expertise and so i wanted to have guidance via someone together with experience. Any help will be enormously appreciated!

    Resposta
  • 26 de abril de 2012 em 02:17
    Permalink

    There are more sizeable sites like hostgator, along with bluehost but probably none of these provide you with the pricing that might be at iPage.

    Resposta
  • 26 de abril de 2012 em 02:17
    Permalink

    There are more sizeable sites like hostgator, along with bluehost but probably none of these provide you with the pricing that might be at iPage.

    Resposta
  • 26 de abril de 2012 em 08:12
    Permalink

    Whats Happening i am new to this, I stumbled upon this I’ve discovered It absolutely useful and it has aided me out loads. I hope to give a contribution & aid other users like its aided me. Great job.

    Resposta
  • 26 de abril de 2012 em 08:12
    Permalink

    Whats Happening i am new to this, I stumbled upon this I’ve discovered It absolutely useful and it has aided me out loads. I hope to give a contribution & aid other users like its aided me. Great job.

    Resposta
  • 27 de abril de 2012 em 05:29
    Permalink

    You…are…my…hero!!! I cant believe something like this exists on the internet! Its so true, so honest, and more than that you dont sound like an idiot! Finally, someone who knows how to talk about a subject without sounding like a kid who didnt get that bike he wanted for Christmas.

    Resposta
  • 27 de abril de 2012 em 05:29
    Permalink

    You…are…my…hero!!! I cant believe something like this exists on the internet! Its so true, so honest, and more than that you dont sound like an idiot! Finally, someone who knows how to talk about a subject without sounding like a kid who didnt get that bike he wanted for Christmas.

    Resposta
  • 27 de abril de 2012 em 14:10
    Permalink

    Yesterday, while I was at work, my cousin stole my iphone and tested to see if it can survive a twenty five foot drop, just so she can be a youtube sensation. My apple ipad is now destroyed and she has 83 views. I know this is totally off topic but I had to share it with someone!

    Resposta
  • 27 de abril de 2012 em 14:10
    Permalink

    Yesterday, while I was at work, my cousin stole my iphone and tested to see if it can survive a twenty five foot drop, just so she can be a youtube sensation. My apple ipad is now destroyed and she has 83 views. I know this is totally off topic but I had to share it with someone!

    Resposta
  • 27 de abril de 2012 em 16:49
    Permalink

    You are my breathing in, I possess few web logs and rarely run out from to brand.

    Resposta
  • 27 de abril de 2012 em 16:49
    Permalink

    You are my breathing in, I possess few web logs and rarely run out from to brand.

    Resposta
  • 28 de abril de 2012 em 18:20
    Permalink

    One in the more amazing blogs Ive noticed. Thanks so much for keeping the web classy for any change. Youve acquired style, class, bravado. I imply it. Please keep writing because with no internet is certainly lacking within intelligence.

    Resposta
  • 28 de abril de 2012 em 18:20
    Permalink

    One in the more amazing blogs Ive noticed. Thanks so much for keeping the web classy for any change. Youve acquired style, class, bravado. I imply it. Please keep writing because with no internet is certainly lacking within intelligence.

    Resposta
  • 28 de abril de 2012 em 23:41
    Permalink

    Wohh exactly what I was looking for, thanks for putting up. “Never say that marriage has more of joy than pain.” by Euripides.

    Resposta
  • 28 de abril de 2012 em 23:41
    Permalink

    Wohh exactly what I was looking for, thanks for putting up. “Never say that marriage has more of joy than pain.” by Euripides.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 06:45
    Permalink

    An newsworthy vocabulary is couturier annotate. I guess that you can indite statesman for this message, it mightiness not be considered a sacred chemical but usually fill usually are not sufficiency for you to utter upon specified topics. To your succeeding. Cheers such as your Khmer Karaoke Superstars.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 06:45
    Permalink

    An newsworthy vocabulary is couturier annotate. I guess that you can indite statesman for this message, it mightiness not be considered a sacred chemical but usually fill usually are not sufficiency for you to utter upon specified topics. To your succeeding. Cheers such as your Khmer Karaoke Superstars.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 06:45
    Permalink

    An newsworthy vocabulary is couturier annotate. I guess that you can indite statesman for this message, it mightiness not be considered a sacred chemical but usually fill usually are not sufficiency for you to utter upon specified topics. To your succeeding. Cheers such as your Khmer Karaoke Superstars.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 06:45
    Permalink

    An newsworthy vocabulary is couturier annotate. I guess that you can indite statesman for this message, it mightiness not be considered a sacred chemical but usually fill usually are not sufficiency for you to utter upon specified topics. To your succeeding. Cheers such as your Khmer Karaoke Superstars.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 06:45
    Permalink

    An newsworthy vocabulary is couturier annotate. I guess that you can indite statesman for this message, it mightiness not be considered a sacred chemical but usually fill usually are not sufficiency for you to utter upon specified topics. To your succeeding. Cheers such as your Khmer Karaoke Superstars.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 06:45
    Permalink

    An newsworthy vocabulary is couturier annotate. I guess that you can indite statesman for this message, it mightiness not be considered a sacred chemical but usually fill usually are not sufficiency for you to utter upon specified topics. To your succeeding. Cheers such as your Khmer Karaoke Superstars.

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 07:00
    Permalink

    Amazing blog! Do you’ve got any tips for aspiring writers? I’m planning to start my very own website soon but I’m just a little lost on everything. Would anyone recommend beginning with a totally free platform just like WordPress or go for a paid selection? There are numerous choices out there that I am just totally baffled.. Any tips? Many thank you!

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 07:00
    Permalink

    Amazing blog! Do you’ve got any tips for aspiring writers? I’m planning to start my very own website soon but I’m just a little lost on everything. Would anyone recommend beginning with a totally free platform just like WordPress or go for a paid selection? There are numerous choices out there that I am just totally baffled.. Any tips? Many thank you!

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 07:00
    Permalink

    Amazing blog! Do you’ve got any tips for aspiring writers? I’m planning to start my very own website soon but I’m just a little lost on everything. Would anyone recommend beginning with a totally free platform just like WordPress or go for a paid selection? There are numerous choices out there that I am just totally baffled.. Any tips? Many thank you!

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 07:00
    Permalink

    Amazing blog! Do you’ve got any tips for aspiring writers? I’m planning to start my very own website soon but I’m just a little lost on everything. Would anyone recommend beginning with a totally free platform just like WordPress or go for a paid selection? There are numerous choices out there that I am just totally baffled.. Any tips? Many thank you!

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 07:00
    Permalink

    Amazing blog! Do you’ve got any tips for aspiring writers? I’m planning to start my very own website soon but I’m just a little lost on everything. Would anyone recommend beginning with a totally free platform just like WordPress or go for a paid selection? There are numerous choices out there that I am just totally baffled.. Any tips? Many thank you!

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 07:00
    Permalink

    Amazing blog! Do you’ve got any tips for aspiring writers? I’m planning to start my very own website soon but I’m just a little lost on everything. Would anyone recommend beginning with a totally free platform just like WordPress or go for a paid selection? There are numerous choices out there that I am just totally baffled.. Any tips? Many thank you!

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 17:15
    Permalink

    Your current blogs usually have a lot of really up to date info. Where do you come up with this? Just saying you are very resourceful. Thanks again

    Resposta
  • 29 de abril de 2012 em 17:15
    Permalink

    Your current blogs usually have a lot of really up to date info. Where do you come up with this? Just saying you are very resourceful. Thanks again

    Resposta
  • 30 de abril de 2012 em 20:39
    Permalink

    wassup, this is actually cool, Im delighted I clicked about this article cause i wanted something this way since a week ago. much valued!! Can We blog?

    Resposta
  • 30 de abril de 2012 em 20:39
    Permalink

    wassup, this is actually cool, Im delighted I clicked about this article cause i wanted something this way since a week ago. much valued!! Can We blog?

    Resposta
  • 1 de maio de 2012 em 13:33
    Permalink

    I in addition to my pals happened to be checking the great hints located on the blog and so instantly came up with a terrible suspicion I never expressed respect to the web site owner for them. These women were definitely totally glad to read through all of them and have now in reality been taking pleasure in these things. Thanks for indeed being really helpful and also for selecting certain terrific subjects millions of individuals are really eager to discover. Our sincere apologies for not expressing gratitude to earlier.

    Resposta
  • 1 de maio de 2012 em 13:33
    Permalink

    I in addition to my pals happened to be checking the great hints located on the blog and so instantly came up with a terrible suspicion I never expressed respect to the web site owner for them. These women were definitely totally glad to read through all of them and have now in reality been taking pleasure in these things. Thanks for indeed being really helpful and also for selecting certain terrific subjects millions of individuals are really eager to discover. Our sincere apologies for not expressing gratitude to earlier.

    Resposta
  • 1 de maio de 2012 em 19:14
    Permalink

    I love you ws assurance may able-bodied yield amusement there.I take on that every of such capacity ability be much wider aces a bulletin lath article, but I anticipation they will anniversary be accordant towards the column and remarks.Thank You

    Resposta
  • 1 de maio de 2012 em 19:14
    Permalink

    I love you ws assurance may able-bodied yield amusement there.I take on that every of such capacity ability be much wider aces a bulletin lath article, but I anticipation they will anniversary be accordant towards the column and remarks.Thank You

    Resposta
  • 2 de maio de 2012 em 11:03
    Permalink

    It’s not that I want to copy your web page, but I really like the design and style. Could you let me know which theme are you using? Or was it tailor made?

    Resposta
  • 2 de maio de 2012 em 11:03
    Permalink

    It’s not that I want to copy your web page, but I really like the design and style. Could you let me know which theme are you using? Or was it tailor made?

    Resposta
  • 3 de maio de 2012 em 03:34
    Permalink

    a lot of thanks for telling!. “Truth is usually the best vindication against slander.” by Abraham Lincoln..

    Resposta
  • 3 de maio de 2012 em 03:34
    Permalink

    a lot of thanks for telling!. “Truth is usually the best vindication against slander.” by Abraham Lincoln..

    Resposta
  • 3 de maio de 2012 em 04:00
    Permalink

    The other day, while I was at work, my cousin stole my apple ipad and tested to see if it can survive a twenty five foot drop, just so she can be a youtube sensation. My apple ipad is now broken and she has 83 views. I know this is entirely off topic but I had to share it with someone!

    Resposta
  • 3 de maio de 2012 em 04:00
    Permalink

    The other day, while I was at work, my cousin stole my apple ipad and tested to see if it can survive a twenty five foot drop, just so she can be a youtube sensation. My apple ipad is now broken and she has 83 views. I know this is entirely off topic but I had to share it with someone!

    Resposta
  • 4 de maio de 2012 em 01:30
    Permalink

    You are my inhalation, I own few web logs and often run out from post :).

    Resposta
  • 4 de maio de 2012 em 01:30
    Permalink

    You are my inhalation, I own few web logs and often run out from post :).

    Resposta
  • 4 de maio de 2012 em 06:24
    Permalink

    I believe this is one of the so much important info for me. And i’m satisfied studying your article. But should remark on few normal things, The site taste is ideal, the articles is truly nice : D. Excellent task, cheers

    Resposta
  • 4 de maio de 2012 em 06:24
    Permalink

    I believe this is one of the so much important info for me. And i’m satisfied studying your article. But should remark on few normal things, The site taste is ideal, the articles is truly nice : D. Excellent task, cheers

    Resposta
  • 6 de maio de 2012 em 10:47
    Permalink

    Have you considered about including some social bookmarking buttons to these blogs. At least for google.

    Resposta
  • 6 de maio de 2012 em 10:47
    Permalink

    Have you considered about including some social bookmarking buttons to these blogs. At least for google.

    Resposta
  • 7 de maio de 2012 em 07:00
    Permalink

    Nearly all what you talk about is supprisingly appropriate and that makes myself ponder precisely why I hadn’t viewed this using this light in the past. Your item truly did turn the actual light on for me personally so far as this specific subject will go. Nonetheless truth be told there is actually a real position I am not also comfy along with so although I attempt to reconcile that using the main thought of the problem, let us observe what all of the rest of your subscribers must say. Nicely done.

    Resposta
  • 7 de maio de 2012 em 07:00
    Permalink

    Nearly all what you talk about is supprisingly appropriate and that makes myself ponder precisely why I hadn’t viewed this using this light in the past. Your item truly did turn the actual light on for me personally so far as this specific subject will go. Nonetheless truth be told there is actually a real position I am not also comfy along with so although I attempt to reconcile that using the main thought of the problem, let us observe what all of the rest of your subscribers must say. Nicely done.

    Resposta
  • 7 de maio de 2012 em 08:28
    Permalink

    There has to be something faulty with the site? The images at the topmost seem a tiny messed up. Nice post nevertheless, continue the great job you are doing right here!

    Resposta
  • 7 de maio de 2012 em 08:28
    Permalink

    There has to be something faulty with the site? The images at the topmost seem a tiny messed up. Nice post nevertheless, continue the great job you are doing right here!

    Resposta
  • 8 de maio de 2012 em 13:18
    Permalink

    Because the financial resources are your business opportunity for you observe in shape, try it everything else you wish or create your back-up. An easy practical application on-line, with easy downpayment associated with capital, is certainly synchronised by using a repayment schedule that is definitely equally as worry-free: A lot of our automated debit regime will make your current fee available for you without postage stamps, without the need of papers, with out a stop by to the actual postal office environment and not having be anxious. http://financeblog4all.co.uk/

    Resposta
  • 8 de maio de 2012 em 13:18
    Permalink

    Because the financial resources are your business opportunity for you observe in shape, try it everything else you wish or create your back-up. An easy practical application on-line, with easy downpayment associated with capital, is certainly synchronised by using a repayment schedule that is definitely equally as worry-free: A lot of our automated debit regime will make your current fee available for you without postage stamps, without the need of papers, with out a stop by to the actual postal office environment and not having be anxious. http://financeblog4all.co.uk/

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *