RALLY DAKAR – O DAKAR DE 2019 É DO PERU!

 

Peru recepcionará, entre os dias 6 e 17 de janeiro, uma verdadeira prova de resistência para pilotos, navegadores e suas máquinas.

 

Carros irados acelerando loucamente pelas trilhas e dunas do rally mais duro do planeta. Galera rapidamente para nos entendermos o que é o Rally Dakar por aqui nas Américas, já que a sua saga vem do Velho Continente e parte do Africano.

Jacky Ickx e Claude Brasseur ao lado do Mercedes Mercedes 280 G. (Foto: Divulgação)
ALGUMAS CURIOSIDADES DO DAKAR:

 

O primeiro Paris-Dakar partiu a 26 de dezembro de 1978 (mas considerado o ano de 1979)com 170 participantes largaram de Paris, sendo que apenas 69 chegaram a Dakar em 14 de Janeiro de 1979.

 

Range Rover, primeiro carro à vencer o Rally Dakar, em 1979. (Foto: Reprodução)

O percurso do rally muda a cada ano (já variou de 8,5 mil a 15 mil quilômetros).

Em 2008, por questões de segurança houve o cancelamento do rally neste ano. O receio de ataques terroristas gerou sérias dúvidas sobre o futuro do rally, e a mídia chamou o cancelamento de uma “sentença de morte” para a corrida. Já neste ano, a América do Sul com os países do Chile e Argentina já se manifestaram a favor de sediar a prova.

A equipe Petrobras/Lubrax faria sua estréia no Dakar em 2008 com João Antonio Franciosi e Lourival Roldan.

A ASO (entidade organizadora) decidiu finalmente estabelecer a competição Dakar Series, cujo primeiro evento foi o Rali da Europa Central (Hungria-Roménia), entre 20 de abril e 26 de abril de 2008, tido como substituto do Dakar neste ano.

Sendo que em 2009 foi a primeira vez do Dakar nas terras Sul-Americanas, o evento foi realizado no Chile e na Argentina como opção imediata, entre 3 de janeiro e 18 de janeiro de 2009. A competição manteve-se na América do Sul desde então e parece muito improvável que sairá daqui.

São cinco os países por onde o Dakar desde 2009 marcou presença até o momento:
Em 2010 e 2011, Argentina e Chile.
Em 2012 e 2013 , Argentina, Chile e Peru.
Em 2014 e 2015, Chile e Argentina.
Em 2016, Argentina e Bolívia.
Em 2017, Paraguai, Bolívia e Argentina.
Em 2018, Peru, Bolívia e Argentina.

Entre os carros, na versão Sul-Americana do Rally, os Minis (2012 / 2013 / 2014 / 2015) estão na frente seguidos dos Volkswagen Touareg (2009 / 2010 / 2011)  e Peugeot (2016 / 2017 / 2018) .

Mini All 4 Racing... (Foto: Divulgação)
Volkswagen Touareg... (Foto: Divulgação)
Agora é acompanhar a programação do Rally Dakar #2019, nos seus 5.000 km, carros, caminhões, quads e motos pelas trilhas e dunas do percurso! E serão 11 os brasileiros na prova:

Motos: #103 – Lincoln Berrocal – KTM 450 e #109 – Marcos Colvero – KTM 450

UTVs: #340 – Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin – Can-Am Maverick X3, #397 – Bruno Varela e Maykel Justo – Can-Am Maverick X3, #398 – Cristian Baumgart e Beco Andreotti – Can-Am Maverick X3, #412 – Marcos Baumgart e Kleber Cincea – Can-Am Maverick X3 e #372 – Lourival Roudan (navegador do piloto português Miguel Jordão) Can-Am Maverick X3.

A equipe X Rally Team, tricampeã do Rally dos Sertões disputa o Dakar pela primeira vez com os pilotos (e irmãos) Cristian e Marcos Baumgart. Cristian forma dupla com o navegador Beco Andreotti, enquanto Marcos corre ao lado de Kleber Cincea.

 

Drops da equipe:

Créditos: X Rally Team/P1Media Relations

 

O TRAJETO DO DAKAR 2019 NO PERU



07/01 (seg): 1ª Etapa: Lima > Pisco
(Deslocamentos: 247 km; Especial: 84 km; Total; 331 km)
08/01 (ter): 2ª Etapa: Pisco > San Juan de Marcona
(Deslocamentos: 211 km; Especial: 342 km; Total; 553 km)
09/01 (qua): 3ª Etapa: San Juan de Marcona > Arequipa
(Deslocamentos: 467 km; Especial: 331 km; Total; 798 km)
10/01 (qui): 4ª Etapa: Arequipa > Tacna
(Deslocamentos: 313 km; Especial: 351 km; Total; 664 km)
11/01 (sex): 5ª Etapa: Tacna > Arequipa
(Deslocamentos: 264 km; Especial: 450 km; Total; 714 km)
12/01 (sab): Dia de Descanso: Arequipa
13/01 (dom): 6ª Etapa: Arequipa > San Juan de Marcona
(Deslocamentos: 520 km; Especial: 290 km; Total; 810 km)
14/01 (seg): 7ª Etapa: San Juan de Marcona > San Juan de Marcona
(Deslocamentos: 64 km; Especial: 323 km; Total; 387 km)
15/01 (ter): 8ª Etapa: San Juan de Marcona > Pisco
(Deslocamentos: 215 km; Especial: 360 km; Total; 575 km)
16/01 (qua): 9ª Etapa: Pisco > Pisco
(Deslocamentos: 96 km; Especial: 313 km; Total; 409 km)
17/01 (qui): 10ª Etapa: Pisco > Lima
(Deslocamentos: 247 km; Especial: 112 km; Total; 359 km)
TOTAL DE ESPECIAIS: 2.956 km
TOTAL DAKAR: 5.600 km

[reprodução]

 

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *