PORSCHE CUP – FESTEJA O 78º ANIVERSÁRIO DO PALCO MAIOR – INTERLAGOS – NO MELHOR ESTILO, VELOCIDADE E HEAVY METAL

A terceira jornada de sprint da Porsche Império Carrera Cup e da Porsche Império GT3 Cup em Interlagos chegou a Interlagos, no autódromo que foi inaugurado no dia 12 de maio de 1940, com o “Grande Prêmio São Paulo”. Um dos integrantes daquele grid era Francisco Landi, que mais tarde ficaria mais conhecido como Chico Landi. Ele foi anos mais tarde o primeiro brasileiro a competir na F1, dividindo pistas com nomes históricos como Juan Manuel Fangio, Giuseppe Farina e Alberto Ascari.
Largada Carrera Cup corrida 1   Foto Luca Bassani

 

A família Landi esteve representada também na passagem dos carros de corrida mais fabricados no planeta por Interlagos neste sábado. Desde 2012, o piloto Ricardo Landi, sobrinho-neto do pioneiro do Brasil nas pistas, atua como piloto do safety-car em etapas da Porsche Império Carrera Cup, foi feita homenagem ao 78 aniversários do “Templo do Automobilismo”  Foto Rafa Catelan

 

Asas dos Porsche 911 GT3 Cup 4.0 em homenagem a Interlagos, cada detalhe tem que ser aplaudido pela organização do evento, no controle de Denner Pires:
Porsche 911 GT3 Cup 4.0 de JP Mauro decorado com alusão aos 78 anos de Interlagos   Foto Luca Bassani

 

Pilotos da Academia Shell Racing também na pegada do aniversário de Interlagos, a asa do Porsche de Lico Kaesemodel P1 na corrida 1 da Carrera Cup  Foto Luca Bassani

 

A terceira etapa do campeonato de sprint da Porsche Cup Império foi marcada por muitos pegas nas quatro corridas. Numa das mais belas disputas da tarde, pela GT3 Cup 3.8, três carros lutaram pela vitória nas duas últimas voltas, coroando o dia de provas.

Na Carrera Cup 4.0 foram duas vitórias de ponta a ponta, primeiro de Werner Neugebauer e depois de Lico Kaesemodel. Assim como os pilotos da RCHLO e da Shell, Ricardo Baptista saiu da etapa com 36 pontos como os principais pontuadores da jornada. Mas a liderança trocou de mãos: Constantino Junior foi ultrapassado por Marçal Müller.

 

Carrera Cup – corrida 1 

 

 

 

 

A largada da primeira etapa do fim de semana ocorreu sem qualquer problema. Com os pilotos respeitando as linhas, quase não houve alteração entre os primeiros colocados. Na Carrera Cup 4.0, Werner Neugebauer seguia na ponta, seguido por Marçal Müller, JP Mauro e Lico Kaesemodel   Foto Andre Santos

 

Na Carrera Cup 3.8, Gaetano di Mauro segurou a liderança, com Murilo Coletta e Eloi Khouri logo atrás   Foto Luca Bassani

 

Pouco tempo depois, os dois primeiros já alcançavam o fim do pelotão dos carros 4.0. Murilo atacou Gaetano, mas a manobra não deu o resultado esperado. Murilo bloqueou uma das rodas, então Luca Seripieri, da 4.0, e Eloi acabaram atingidos.

Quase ao mesmo tempo, Ricardo Baptista foi para cima de Lico Kaesemodel para chegar ao quarto lugar.

Com cinco minutos de prova, Werner Neugebauer seguia bem na ponta da Carrera Cup 4.0. Já na 3.8, uma boa disputa pela liderança entre Gaetano di Mauro e Marcel Coletta. Logo atrás, Marcus Vario apenas observava e se preparava para tentar dar o bote. Em quarto na classe, Rodrigo Mello estava na liderança da Sport.

 

 

 

Com Werner com 1s5 de vantagem em cima do segundo colocado Marçal Müller na 4.0, a disputa mais acirrada estava pelo quinto posto, entre Lico Kaesemodel e Miguel Paludo.

Enquanto isso, na 3.8, Gaetano ainda conseguia segurar o trio de vencedores do Junior Program: Marcel Coletta, Marcus Vario e Vitor Baptista. Logo atrás, também na disputa, vinham Enzo Elias, Rodrigo Mello e Bruno Baptista.

Ao fim da reta de largada, Vitor Baptista e Enzo Elias conseguiram superar Vario. Em seguida, Rodrigo Mello também ultrapassou o adversário.

Vitor Baptista, ao disputar posição com Marcel Coletta, arriscou manobra por fora e saiu da pista, perdendo o terceiro posto para Enzo Elias no processo.

Com pouco mais de oito minutos para o fim, em disputa pelo primeiro lugar da classe Sport da Carrera Cup 3.8 entre Fernando Fortes e Rodrigo Mello, o segundo perdeu a freada ao fim da reta principal e acabou batendo na barreira de pneus.

Com cinco minutos para o fim da prova, Werner Neugebauer seguia com tranquilidade na ponta da Carrera Cup 4.0, seguido por Marçal Müller e JP Mauro. Este último começava a sofrer pressão de Ricardo Baptista.

Gaetano ganhou fôlego na Carrera Cup 3.8, deixando as principais disputas entre os pilotos que vinham na sequência.

Sequencia do acidente com Rodrigo Mello no S do Senna Foto Andre Santos

 

 

Com pouco menos de dois minutos para o fim, ao defender o terceiro lugar, JP Mauro rodou no S do Senna. Acabou ultrapassado por Ricardo Baptista, Lico Kaesemodel, Miguel Paludo, Pedro Queirolo, Daniel Schneider e Constantino Jr.

Ao fim da prova, Werner Neugebauer passou a ter dificuldades com o carro, sendo muito pressionado. Mesmo assim, confirmou a vitória na Carrera Cup 4.0, seguido por Marçal Müller, Ricardo Baptista, Lico Kaesemodel e Miguel Paludo.

Na 3.8, o triunfo foi de Gaetano di Mauro, com Marcel Coletta, Enzo Elias, Vitor Baptista e Marcus Vario logo atrás.

 

Resultados Carrera Cup (Corrida 1):

Cup 4.0

Werner Neugebauer  Foto Luca Bassani

 

Pódio Carrera Cup 4.0 – Corrida 1  Foto Andre Santos

 

1) Werner Neugebauer

2) Marçal Müller

3) Ricardo Baptista

4) Lico Kaesemodel

5) Miguel Paludo

6) Pedro Queirolo

7) Daniel Schneider

8) Constantino Jr

9) JP Mauro

Não completou:

Luca Seripieri

 

Cup 3.8

Gaetano di Mauro   Foto Victor Eleutério

 

Pódio Carrera Cup 3.8 – corrida 1   Foto Andre Santos

 

 

1) Gaetano di Mauro

2) Marcel Coletta

3) Enzo Elias

4) Vitor Baptista

5) Marcus Vario

6) Bruno Baptista

7) Fernando Fortes (S)

8) Pedrinho Aguiar

9) Matheus Coletta

Não completou:

Rodrigo Mello (S)

Eloi Khouri (S)

Murilo Coletta

 

Carrera GT3 – corrida 1 

 

Em uma largada sem incidentes, o destaque ficou com Rodolfo Toni. O piloto pulou da sexta para a terceira posição. Mais à frente, o pole position Tom Valle e o segundo colocado Tom Filho, mantiveram suas posições de largada.

Na GT3 Cup 3.8, Chico Horta largou na pole e manteve o posto até o fim da reta oposta, quando caiu para último. Nelson Monteiro assumiu a ponta e cruzou a primeira volta liderando o pelotão da GT3 Cup 3.8.

 

 

No início da segunda volta, Tom Valle já tinha uma diferença maior de um segundo para Tom Filho, que era muito pressionado por Rodolfo Toni na GT3 Cup 4.0. A pressão foi tanta que Rodolfo ultrapassou Tom Filho no início da terceira volta, indo à caça de Tom Valle.

Pela GT3 3.8, na metade da prova, Nelson Monteiro sustentava confortável vantagem para Marco Billi que, por sua vez, sofria enorme pressão de Alan Turres. Na GT3 4.0 Adalberto Baptista, que fazia boa prova, acabou rodando na saída do Bico de Pato, dando adeus a disputa ao pódio.

Faltando poucas voltas para o fim da prova, uma reviravolta aconteceu. Alan Turres pressionava Marco Billi na briga pela segunda posição da GT3 3.8, quando acabou rodando na curva da Junção, abandonando a corrida. Marco Billi sentiu-se aliviado apenas por alguns metros. Na curva seguinte, perdeu o controle do carro e também rodou, deixando a briga pela vitória.

Pela GT3 4.0, Tom Valle tinha ampla vantagem, porém, faltando apenas quatro minutos para o fim da prova, o piloto do carro #99 acabou saindo da pista na descida do lago, jogando fora a vitória que era certa. O triunfo seria de Rodolfo Toni, mas não foi o que aconteceu. Na volta seguinte, ele acabou rodando e saindo da pista abrindo caminho para Tom Filho vencer a corrida, seguido por Sylvio de Barros, que ultrapassou Maurizio Billi na última volta e faturou o segundo lugar. Completaram o pódio Tom Valle em quarto lugar e Guilherme Reischl em quinto.

Pela GT3 3.8, a vitória ficou com Nelson Monteiro, seguido por Paulo Totaro, Marco Billi, Patrick Choate e Chico Horta, em bela corrida de recuperação.

Depois da bandeirada, os fiscais de pista observaram que havia fluidos despejados por alguns carros em mais de um trecho da pista, o que foi apontado como a provável causa das rodadas que movimentaram a prova em sua parte final.

 

Resultados GT3 Cup (Corrida 1):
Tom Filho  Foto Luca Bassani

 

Pódio GT3 4.0  Foto Luca Bassani

 

Cup 4.0

1) Tom Filho

2) Sylvio de Barros

3) Maurizio Billi

4) Tom Valle

5) Guilherme Reischl

6) Rouman Ziemkiewicz

7) Adalberto Baptista

8) Carlos Ambrósio

9) Dominique Teysseyre

10) Márcio Mauro

11) Rodolfo Toni

12) Ramon Alcaraz

 

Cup 3.8

Foto Luca Bassani

 

1) Nelson Monteiro

2) Paulo Totato 

3) Marco Billi

4) Patrick Choate

5) Chico Horta

6) André Gaidzinski

7) Alexandre Auler

8) Anderson Faita

9) Sangho Kim

Não completou:

Alan Turres

 

Resultados Carrera Cup (Corrida 2):
Carrera Cup  – Largada Corrida 2  Foto Luca Bassani

 

Com a inversão de quatro posições no grid de largada, Lico Kaesemodel largou na pole position na segunda prova do dia na Carrera Cup 4.0, seguido por Ricardo Baptista, Marçal Müller e Werner Neugebauer. Enquanto isso, na Carrera Cup 3.8, foram cinco colocações. Assim, Marcus Vario começou na frente, com Vitor Baptista, Enzo Elias, Marcel Coletta e Gaetano di Mauro na sequência.

Na largada, Lico Kaesemodel segurou a pressão de Ricardo Baptista e se manteve na ponta. Miguel Paludo pulou para o terceiro posto.

 

Rodrigo Mello e Matheus Coletta se tocaram logo depois da largada e ficaram pelo caminho  Foto Luca Bassani

 

 

 

 

 

Na Carrera Cup 3.8, depois de uma volta, Vitor Baptista vinha na frente, seguido por Marcus Vario e Marcel Coletta. Depois dos cinco primeiros minutos de prova, a Carrera Cup 4.0 tinha no top 5: Lico Kaesemodel, Ricardo Baptista, Miguel Paludo, Werner Neugebauer e Constantino Jr.

 

 

 

Já na Carrera Cup 3.8, Marcel Coletta, Bruno Baptista, Gaetano di Mauro, Murilo Coletta e Enzo Elias faziam uma bela disputa pelo terceiro posto. Na frente, vinham Vitor Baptista e Marcus Vario.

Com menos de dez minutos para o fim, Werner Neugebauer e Miguel Paludo disputavam o terceiro posto na Carrera Cup 4.0. Naquele momento, Werner vinha na frente.

A mesma posição era objeto de batalha intensa na classe 3.8, ainda entre Marcel Coletta, Bruno Baptista, Gaetano di Mauro,  Murilo Coletta e, depois, Fernando Fortes, o líder da Sport. Até que na curva do Laranja, Gaetano se aproveitou e superou Bruno.

Nos minutos finais, Miguel Paludo deixou Werner Neugebauer para trás em ultrapassagem por fora no S do Senna na Carrera Cup 4.0.

Na Carrera Cup 3.8, Gaetano di Mauro superou Marcel Coletta, que também foi ultrapassado por Bruno Baptista.

Após tanta disputa, Lico Kaesemodel venceu a prova na Carrera Cup 4.0, seguido por Ricardo Baptista, Miguel Paludo, Werner Neugebauer e Constantino Jr.

O triunfo na 3.8 foi de Vitor Baptista, com Marcus Vario, Gaetano di Mauro, Marcel Coletta, Murilo Coletta, Bruno Baptista e Fernando Fortes, vencedor da Sport, em seguida.

 

Resultados Carrera Cup (Corrida 2):

Cup 4.0

Pódio Carrera Cup 4.0 – corrida 2  Foto GERFESSON SILVA

 

1) Lico Kaesemodel

2) Ricardo Baptista

3) Miguel Paludo

4) Werner Neugebauer

5) Constantino Jr

6) Marçal Müller

7) Pedro Queirolo

8) JP Mauro

9) Daniel Schneider

10) Luca Seripieri

 

Cup 3.8

Vitor Baptista  Foto Porsche Carrera Cup

 

1) Vitor Baptista

2) Marcus Vario

3) Gaetano di Mauro

4) Marcel Coletta

5) Murilo Coletta

6) Bruno Baptista

7) Fernando Fortes (S)

8) Pedrinho Aguiar

9) Eloi Khouri (S)

10) Enzo Elias

Não completaram:

Rodrigo Mello (S)

Matheus Coletta

 

Resultados GT3 Cup (Corrida 2):

Enfileirados os Porsche da GT3 Cup, saem para pista e passam pelos boxes rumando para o grid de largada:

 

 

Largada:

 

Rouman Ziemkiewicz largou na pole position por conta da inversão de seis posições no grid da GT3 Cup 4.0. Mas Tom Valle, que saiu em terceiro, logo pulou para a primeira posição.

 

 

 

Na classe 3.8, o primeiro lugar era de Patrick Choate – foram quatro posições de inversão. Mas também não segurou a dianteira, uma vez que Paulo Totaro subiu para a liderança.

Após os cinco primeiros minutos de prova, Tom Valle começava a abrir vantagem na ponta da GT3 Cup 4.0. Adalberto Baptista, Guilherme Reischl e Márcio Mauro vinham atrás em bela disputa.

Líder do campeonato na categoria 3.8, Paulo Totaro seguia em primeiro, com Patrick Choate e Marco Billi em sua cola. Pouco tempo depois, Marco superou os dois adversários para liderar a disputa, com Choate atrás.

Depois de largar em primeiro e cair no pelotão, Rouman Ziemkiewicz passou a se recuperar. Logo superou Guilherme Reischl e Márcio Mauro para alcançar o terceiro posto na GT3 Cup 4.0. Mas a seguir Ziemkiewicz foi ultrapassado por Reischl e Rodolfo Toni.

Na na classe 3.8, a briga era pelo primeiro lugar, com Patrick Choate se aproveitando de uma breve queda de rendimento de Marco Billi para assumir a ponta.

Com menos de três minutos para o fim, Paulo Totaro e Alan Turres disputavam o terceiro lugar. Após um toque entre eles, Totaro levou a pior.

Alheio às disputas no restante do pelotão, Tom Valle manteve a liderança até o fim na GT3 Cup 4.0 para sair com a vitória. Adalberto Baptista, Rodolfo Toni, Guilherme Reischl e Tom Filho completaram o top 5.

Já na GT3 Cup 3.8, ainda houve tempo por uma eletrizante briga na liderança, com Marco Billi chegando ao primeiro lugar com duas voltas para o fim. Nelson Monteiro veio na sequência, deixando Patrick Choate em terceiro.  Fim de prova? Que nada. Nelson Monteiro ainda ultrapassou Marco Billi na última volta para fechar com a vitória e 100% no sábado.

Os três foram seguidos por Alan Turres e Paulo Totaro para fechar os cinco melhores colocados. Turres depois foi punido pelos comissários desportivos, e a posição entre os quarto e quinto colocados acabou invertida na classificação oficial da prova.

 

Resultados GT3 Cup (Corrida 2):

Cup 4.0

Tom Valle  Foto Luca Bassani

 

Foto Luca Bassani

 

1) Tom Valle

2) Adalberto Baptista

3) Rodolfo Toni

4) Guilherme Reischl

5) Tom Filho

6) Rouman Ziemkiewicz

7) Sylvio de Barros

8) Márcio Mauro

9) Dominique Teysseyre

10) Maurizio Billi

Não completou:

Carlos Ambrósio

 

Cup 3.8

Nelson Monteiro  Foto Luca Bassani

 

Foto Luca Bassani

 

1) Nelson Monteiro

2) Marco Billi

3) Patrick Choate

4) Paulo Totato

5) Alan Turres

6) Chico Horta

7) Alexandre Auler

8) Anderson Faita

9) André Gaidzinski

10) Sangho Kim

11) Ramon Alcaraz

 

Pontuações:

 

Carrera Cup 4.0

  1. Marçal Müller, 88 pontos
  2. Constantino Jr., 83
  3. Werner Neugebauer, 80
  4. Miguel Paludo, 78
  5. Lico Kaesemodel, 72
  6. Ricardo Baptista, 72
  7. Pedro Queirolo, 66
  8. JP Mauro, 60
  9. Daniel Schneider, 33
  10. Luca Seripieri, 6
  11. Eduardo Azevedo, 0

 

Carrera Cup 3.8

  1. Vitor Baptista, 104 pontos
  2. Marcus Vario, 94
  3. Gaetano di Mauro, 91
  4. Fernando Fortes, 83
  5. Marcel Coletta, 82
  6. Bruno Baptista, 62
  7. Murilo Coletta, 57
  8. Pedro Aguiar, 51
  9. Enzo Elias, 44
  10. Eloi Khouri, 32
  11. Matheus Coletta, 32
  12. Rodrigo Mello, 27
  13. Kreis Jr. 24
  14. Tom Filho, 12
  15. William Starostik, 7

 

Carrera Cup 3.8 Sport

  1. Fernando Fortes, 66 pontos
  2. Eloi Khouri, 31
  3. Rodrigo Mello, 29
  4. Kreis Jr., 18
  5. Tom Filho, 10

 

GT3 Cup 4.0

  1. Sylvio de Barros, 111 pontos
  2. Adalberto Baptista, 81
  3. Maurizio Billi, 76
  4. Guilherme Reischl, 60
  5. Carlos Ambrósio, 59
  6. Tom Valle, 56
  7. Márcio Mauro, 44
  8. Dominique Teysseyre, 41
  9. Rodolfo Toni, 41
  10. Rouman Ziemkiewicz, 41
  11. Tom Filho, 34
  12. Luca Seripieri, 32
  13. Ramon Alcaraz, 5

 

GT3 Cup 3.8

  1. Paulo Totaro, 108 pontos
  2. Patrick Choate, 94
  3. Francisco Horta, 89
  4. Marco Billi, 82
  5. Nelson Monteiro, 78
  6. André Gaidzinski, 67
  7. Sang Ho Kim, 55
  8. Alexandre Auler, 54
  9. Alan Turres, 44,
  10. Anderson Faita, 17
  11. Ramon Alcaraz, 5

 

Etapas – 2018
EVENTO PORSCHE TALK BRASIL

Junto as provas da Porsche Cup o clube de aficionados da marca, o Porsche Talk Brasil teve seu espaço no evento convidado pela Shell e pela Porsche Cup.

 

 

 

A Shell é uma importante parceira do Porsche Talk Brasil, a gasolina de alta octanagem da Shell que possui octanagem mínima de 98 RON (91 IAD) é diretamente ligada a marca Porsche. Desenvolvida para os motores de alto desempenho aproveitando ainda mais todo o seu potencial e com a exclusiva tecnologia Dynaflex que traz mais performance e rendimento para o motor do seu carro.

O que é a tecnologia Dynaflex?

Dynaflex é a mais avançada tecnologia da Shell, presente nas gasolinas Shell V-Power e Shell V-Power Racing que, além de limpar e proteger, traz mais performance e rendimento¹ para o seu motor.

O nome Dynaflex é usado pela Shell em todo o mundo e traz a junção das palavras “dinâmica” e “flexível”. Dinâmica por agir em altas e baixas rotações do motor, seja no anda e para das cidades ou na fluidez das estradas. Flexível por se adaptar a qualquer tipo de veículo, seja movido à gasolina ou flex, novo ou usado, de baixa ou alta potência.

Na pista todos aproveitaram para experimentar o desempenho com a gasolina “Racing“!

 

HEAVY METAL – “The Number of the Beast” !!
O vocalista da banda de heavy metal Iron Maiden visitou Interlagos na terceira etapa da Porsche Cup em 2018  Foto Luca Bassani

 

Em passagem pelo Brasil para divulgar sua autobiografia e compromissos com jornalistas, o britânico desembarcou em São Paulo na manhã de sábado, passou rapidamente pelo hotel e estava em Interlagos no intervalo entre as corridas da programação.

 

Fã de velocidade, Bruce testou um Porsche 911 GT3 Cup personalizado com faróis vermelhos, o mascote “Eddie” e o numeral “666”, alusão ao hit “The Number of the Beast”  Foto Luca Bassani

 

Depois de duas voltas como passageiro do piloto consultor Shell Dennis Dirani, o britânico assumiu o volante do Porsche e acelerou por mais de 30 minutos.  Foto Luca Bassani

 

Ao deixar o carro, se disse encantado com a experiência e apontou a freada do S do Senna e a subida da Junção como os trechos mais desafiadores do circuito. Ele também elogiou muito o traçado de Interlagos, acrescentando que já viu grandes provas de F1 acontecendo diante de um público muito entusiasmado no local   Foto TimeSport

 

 

O carro usado por Bruce Dickinson era o carro reserva da etapa. E precisou ser usado por Chico Horta, piloto da GT3 Cup 3.8. Horta largou na pole na corrida 1 e terminou em quinto!

(reprodução)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *