PAPO DE ÁGUIA…

Blog – Águia, vamos de Rallye? O que sugere?
Águia – Rallye da Integração Nacional – Fortaleza – Chui, de 04 a 13/Julho 1971…

Capa do regulamento da prova…

Blog – Quantos largaram nessa aventura?
Águia – Largaram em Fortaleza… 150 carros. O Rallye foi uma loucura, (infelizmente teve mortes). As médias impostas pelos organizadores foram altíssimas. Só pra ter uma idéia, o tempo de viagem imposto de São Paulo para Curitiba foi de 3 horas (a Régis Bitencourt não tinha pista dupla)!!!

Roteiro Rallye da Integração Nacional…

Blog – Em asfalto foi o maior do Brasil?
Águia – Com certeza, foi o maior Rallye de asfalto do Brasil de todos os tempos (promoção do Ministério dos Transportes e da Petrobras com muitos premios em dinheiro). Quem deu a largada foi o Ministro Mário Andreaza…

Ficha de inscrição VW TL Águia e Xaxá…

Águia e Xaxá, largando para mais uma etapa de prova…

Blog – E os “primes” de velô? Como eram?
Águia – Eram casca grossa. Finalizei os primes (provas de velocidade em autódromos) na terceira colocação. Entres os 150 participantes, com meu VW TL 1.600 cc preparado pela oficina Kinko. O vencedor dos primes foi o Jean Balder com VW Puma 1.600 cc e em segundo lugar ficou o Aluisio Lemos do RJ tambem de VW TL 1600 cc…

Alinhando para Subida de Itaipava…

Águia com seu VW TL 1600 cc #42, já na Subida da Serra de Itaipava, Petrópolis. Terceiro lugar nesse Prime entre os 150 inscritos. Vencedor, Puma 1600 de Jean Balder…

Blog – Fale mais desses primes?
Águia – Na subida de Itaipava, antes da largada, os mecânicos (Crispin e ajudantes) do Puma do Jean Balder colocaram 4 pneus Slick no carro – eu vi porque eu larguei dois minutos depois do Jean…

Blog – Os slick fizeram a diferença?
Águia – Fizeram…todos os outros, com pneus radiais não deu nem para o cheiro e como resultado ganharam todos os primes. Finalizei na décima colocação porque o Luiz A. Greco conseguiu que os organizadores anulassem a prova subida na montanha de Itaipava que valia muitos pontos, alegando que quando os carros da Ford (Corcel e Belina) subiram a Serra que liga Petrópolis a Teresópolis, havia muita serração. E que eles foram prejudicados (puta tapetão). Tomaram um “nabo” na subida, foi isso…

Blog – E os prêmios? Foram convidativos?
Águia – O primeiro colocado recebeu Crs 100.000,00 mais um carro zero Km. Chegando em décimo lugar recebemos CRs 10.000,00 (que dava para comprar um VW TL zero Km)

Blog – A classificação final como ficou com essa anulação do prime?
Águia – É o seguinte. Os resultados das provas de velocidade (primes)nos autódromos de Interlagos, Curitiba e Tarumã publicados na revista Auto Esporte de agosto 1971, foram…

1 – Jean Balder(SP) Puma 1,600 cc, 16m.40,63 seg
2 – Sergio Mattos(SP) Corcel/Ford Bino, 18m 08,37 seg
3 – Luiz Evandro Águia(SP) VW TL 1600 cc, 18m 12,70 seg
4 – Rene Levevre(SP) Corcel/Ford Bino, 18m 16,09 seg
5 – Antonio Paggiaro(SP) VW Sedan 1.6, 18m 22,32 seg
6 – Christiano Nygaro(RGS) Puma DKW, 18m 25,92 seg
7 – Aluizio Lemos(RJ)VW TL 1600 cc, 18m 26,67 seg
8 – Paulo Martinelli(SP) Corcel/Ford Bino, 18m 26,80 seg
9 – Francisco Lana(MG) VW 1600, 18m 33,21 seg
10 – Luiz Antonio Greco(SP) Corcel/Ford Bino, 18m 39,61 seg
11 – Adolfo Goldberg(RGS) Corcel/Ford Bino, 19m 01,87 seg

Com a anulação do Prime da subida da Serra de Itaipava, o resultado final do rallye foi o seguine (+ premios):

1 – Jean Balder / Afredo Maloviski – Puma VW (CR 100.000,00 + um carro Karmanghia zero KM + CR 10.000,00 (1o equipe de fabrica)= Total CR 110.000,00 + o carro)

2 – Adolfo Goldberg / Francisco Roemier Corcel/Ford Bino (CR 70.000,00 + 2o lugar equipe de fabrica 5.000,00 + 2o lugar até 1600 – 5.000,00 = Total CR 80.000,00)

3 – Sergio Mattos / Luiz Fernando Mondim Corcel/Ford Bino (CR 50.000,00 + 3o lugar equipe de fabrica 3.000,00 + 3o lugat até 1600 – 3.000,00 = Total CR 56.000,00)

4 – Rene Levevre / Pericles Ramos Corcel/Ford Bino (CR 40.000,00)
5 – Antonio Paggiaro / Luiz M Machado VW Sedan (CR 25.000,00)
7 – Luiz Antonio Greco / Antony Montesini Corcel Ford/Bino (CR 15.000,00)
8 – Paulo martinelli / Geraldo Siqueira Corcel Ford/Bino (CR 10.000,00)
9 – Francisco Lana / Leonardo Lana VW Sedan 1600 (CR 10.000,00)
10 – Luiz Evandro “Águia”/ Luiz S Xavier VW TL 1600 (CR 10.000,00)

LUIZ EVANDRO PIMENTA DE CAMPOS, conhecido no meio automobilístico como “Águia”, apelido recebido do saudoso piloto Camilo Chistopharo, é engenheiro formado em 1967 pela Universidade Mackenzie e participa de competições automobilísticas desde 1964 , quando estreou com um segundo lugar com seu VW sedan de 1200cc preparado pelo saudoso Antonio Versa (entre 45 concorrentes) e vitória de Elvio Ringel, no Grande Premio Vitória da Democracia no Autódromo de Interlagos–SP em 05 de julho daquele ano. Depois não parou mais de aumentar sua extensa coleção de prêmios, títulos e troféus…
Fotos (reprodução)

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

34 comentários em “PAPO DE ÁGUIA…

  • 4 de abril de 2008 em 11:55
    Permalink

    Putzgrila !!!
    Que relato fantástico !!!
    eu já tinha lido em várias publicações sobre esse Rally (inclusive a famosa estória do “tapetão”),mas vendo as fotos e o seu relato,literalmente babei…
    Águia,meus parabéns pela garra e empenho,e muito obrigado por compartilhar esses grandes momentos com os “comparsas” do boteco…Grande abraço !!!!

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 11:55
    Permalink

    Putzgrila !!!
    Que relato fantástico !!!
    eu já tinha lido em várias publicações sobre esse Rally (inclusive a famosa estória do “tapetão”),mas vendo as fotos e o seu relato,literalmente babei…
    Águia,meus parabéns pela garra e empenho,e muito obrigado por compartilhar esses grandes momentos com os “comparsas” do boteco…Grande abraço !!!!

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 13:49
    Permalink

    Lembro-me do Evandro Águia pilotado um Puma-VW nos 1000 Km de Brasilia de 69, quando o capô de seu Puma soltou no final da W-3 Norte, quebrando o pára-brisas, quase fazendo o Águia sair da pista. Acho que terminou ainda em 12o. lugar, salvo engano.
    O curioso na ficha de inscrição é o nome riscado do Ricardo Ostrower, irmão gêmeo do Stanley Ostrower, este parceiro constante do Luis Evandro.

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 13:49
    Permalink

    Lembro-me do Evandro Águia pilotado um Puma-VW nos 1000 Km de Brasilia de 69, quando o capô de seu Puma soltou no final da W-3 Norte, quebrando o pára-brisas, quase fazendo o Águia sair da pista. Acho que terminou ainda em 12o. lugar, salvo engano.
    O curioso na ficha de inscrição é o nome riscado do Ricardo Ostrower, irmão gêmeo do Stanley Ostrower, este parceiro constante do Luis Evandro.

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 17:07
    Permalink

    Caro Salomao…Necessito fazer uma correção,,,sobre meu relato…Na realidade largaram de Fortaleza 116 carros…Haviam 150 reservas , mais alguns não conseguiram chegar até Fortaleza,,,Nös ( Eu e meu navegador “Xaxa ” fomos rodando de Sao Paulo até o Ceara,,com o próprio carro de Rallye, anotando os buracos e crateras que apareciam na estrada, inclusive , fizemos um levantamento antecipado da Subida de Itaiva,,,para nossa maior segurança na hora da prova,, A subida era muito perigosa,,,e tbm havia muitos buracos .que poderiam danificar a supensão e tbm furar pmeus,,,( com camara !! ) .. Com relação aos primes..o 2o colocado na geral foi o Sergio Mattos com Corcel/Bino da Ford e não o Aluisio Lemos co TL do RJ.. esses chegaram e 2o lugar só na subida da Serra de Itaipava.. tenho mais fotos e muitas outras estórias .para relatar sobre esse , que foi o maior Rallye de velocidade e regularidade de todos os tempos realizado no Brasil com carros de Turismo e Gran-Turismo .Gostaria que esse blog/Saloma chegasse ao cohecimento dos jornalistas Fernando Calmon e Luiz Carlos Secco, para que eles opinassem sobre nossos comentários..abraços a todos,, Luiz Evandro Águia

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 17:07
    Permalink

    Caro Salomao…Necessito fazer uma correção,,,sobre meu relato…Na realidade largaram de Fortaleza 116 carros…Haviam 150 reservas , mais alguns não conseguiram chegar até Fortaleza,,,Nös ( Eu e meu navegador “Xaxa ” fomos rodando de Sao Paulo até o Ceara,,com o próprio carro de Rallye, anotando os buracos e crateras que apareciam na estrada, inclusive , fizemos um levantamento antecipado da Subida de Itaiva,,,para nossa maior segurança na hora da prova,, A subida era muito perigosa,,,e tbm havia muitos buracos .que poderiam danificar a supensão e tbm furar pmeus,,,( com camara !! ) .. Com relação aos primes..o 2o colocado na geral foi o Sergio Mattos com Corcel/Bino da Ford e não o Aluisio Lemos co TL do RJ.. esses chegaram e 2o lugar só na subida da Serra de Itaipava.. tenho mais fotos e muitas outras estórias .para relatar sobre esse , que foi o maior Rallye de velocidade e regularidade de todos os tempos realizado no Brasil com carros de Turismo e Gran-Turismo .Gostaria que esse blog/Saloma chegasse ao cohecimento dos jornalistas Fernando Calmon e Luiz Carlos Secco, para que eles opinassem sobre nossos comentários..abraços a todos,, Luiz Evandro Águia

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 17:22
    Permalink

    caro Joaquim,, Isso mesmo,,eu que estava pilotando o Puma,,vermelho na hora que o Capo se abriu no fim da descida da W3,,estava a uns 190 Km/h pq la era descida..sabe pq aconteceu isso ? pq na hora do abastecimento,,o Ricardo Ostrower-( ele iria correr junto conosco,, mais só podiam se inscrever 2 pilotos por carro ) .O Ricardo que é irmao gemeo do Stanley e estava auxiliando la nos boxes esqueceu de travar o capo dianteiro…..Nós estavamos na 7a colocaçao..na geral .com isso e sem nenhum freio,,Zero de pedal..as ‘Lonas “fritaram” todas e nas quatro rodas – nem o freio de mão funcionava,,,,! ( nao havia freio a disco na época !!! ) e no final da corrida após a bandeirada e para parar o carro nos boxes que ficava em baixo da Rodoviaria..eu gritei pros mecanicos,,segura ai !!! segura ai o carro !!! esta sem freio !! pelos motivos acima ( capo e freios ) perdemos 5 posições e finalizamos no 12o lugar na geral Forte abraço…Luiz Evandro Águia..

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 17:22
    Permalink

    caro Joaquim,, Isso mesmo,,eu que estava pilotando o Puma,,vermelho na hora que o Capo se abriu no fim da descida da W3,,estava a uns 190 Km/h pq la era descida..sabe pq aconteceu isso ? pq na hora do abastecimento,,o Ricardo Ostrower-( ele iria correr junto conosco,, mais só podiam se inscrever 2 pilotos por carro ) .O Ricardo que é irmao gemeo do Stanley e estava auxiliando la nos boxes esqueceu de travar o capo dianteiro…..Nós estavamos na 7a colocaçao..na geral .com isso e sem nenhum freio,,Zero de pedal..as ‘Lonas “fritaram” todas e nas quatro rodas – nem o freio de mão funcionava,,,,! ( nao havia freio a disco na época !!! ) e no final da corrida após a bandeirada e para parar o carro nos boxes que ficava em baixo da Rodoviaria..eu gritei pros mecanicos,,segura ai !!! segura ai o carro !!! esta sem freio !! pelos motivos acima ( capo e freios ) perdemos 5 posições e finalizamos no 12o lugar na geral Forte abraço…Luiz Evandro Águia..

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 17:45
    Permalink

    Águia, me lebro de quando me dirigia ao pé da serra para acompanhar a subida, com meu primo de Opalão 3800 da Envemo, quase atropelamos o Fernando, que estava com uma bandeira em mãos, creio vermelha, indicando que a galera deveria diminuir a velô para não acontecer um acidente!
    abs
    LS

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 17:45
    Permalink

    Águia, me lebro de quando me dirigia ao pé da serra para acompanhar a subida, com meu primo de Opalão 3800 da Envemo, quase atropelamos o Fernando, que estava com uma bandeira em mãos, creio vermelha, indicando que a galera deveria diminuir a velô para não acontecer um acidente!
    abs
    LS

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 18:08
    Permalink

    Caro Salomao/ Okrasa,,,Isso mesmo,, eu tbm me lembro dessa bandeira vermelha no meio de uma pequena serração,,( não sabia que era o Calmon ) gostaria do opinião do Fernando Calmon,, pq ele sempre foi um jornalista serio..e competente..abraço
    aguia

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 18:08
    Permalink

    Caro Salomao/ Okrasa,,,Isso mesmo,, eu tbm me lembro dessa bandeira vermelha no meio de uma pequena serração,,( não sabia que era o Calmon ) gostaria do opinião do Fernando Calmon,, pq ele sempre foi um jornalista serio..e competente..abraço
    aguia

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 19:47
    Permalink

    Se não me falha a memória fotogênica, aqui no Rio o Parque Fechado dos carros foi no Estádio de Remo da Lagoa, pertinho da minha casa…

    Resposta
  • 4 de abril de 2008 em 19:47
    Permalink

    Se não me falha a memória fotogênica, aqui no Rio o Parque Fechado dos carros foi no Estádio de Remo da Lagoa, pertinho da minha casa…

    Resposta
  • 5 de abril de 2008 em 02:35
    Permalink

    salve pessoal!!
    Águia, grande personalidade do automobilismo nacional!!.
    com este post ajudando a resgatar a memória do Rallye Brasileiro.
    o pessoal do Clube Porto Alegre de Rallye – CPR te manda abraços.
    colaborando quero destacar que largaram 97 carros dos 106 inscritos(das 150 vagas) conforme os arquivo do nosso Clube.
    E tivemos somente uma fatalidade na prova gaúcho Danilo Antônio Zaffari .

    abraços
    Renato Pastro

    Resposta
  • 5 de abril de 2008 em 02:35
    Permalink

    salve pessoal!!
    Águia, grande personalidade do automobilismo nacional!!.
    com este post ajudando a resgatar a memória do Rallye Brasileiro.
    o pessoal do Clube Porto Alegre de Rallye – CPR te manda abraços.
    colaborando quero destacar que largaram 97 carros dos 106 inscritos(das 150 vagas) conforme os arquivo do nosso Clube.
    E tivemos somente uma fatalidade na prova gaúcho Danilo Antônio Zaffari .

    abraços
    Renato Pastro

    Resposta
  • 6 de abril de 2008 em 10:06
    Permalink

    Caro Renato,, Grato pela correção…eu tenho um recorte de jornal da epoca mencionando que 116 carros..largaram em Fortaleza…. Outra dúvida é sobre o Posto de controle ( PC ) de Pelotas..Sera que vcs ai do CPR poderiam pesquizar com os gauchos que participaram da prova ( Nygaard e Luiz Milano p. ex ) o que aconteceu la no PC porque alguns participantes,,passaram fora do horario naquele posto ,mas no final do Rallye,, foram agraciados com 0 ( zero ) pontos perdidos ????? forte braço aos companheiros ralizeiros gauchos !! Luiz Evandro Águia Campos

    Resposta
  • 6 de abril de 2008 em 10:06
    Permalink

    Caro Renato,, Grato pela correção…eu tenho um recorte de jornal da epoca mencionando que 116 carros..largaram em Fortaleza…. Outra dúvida é sobre o Posto de controle ( PC ) de Pelotas..Sera que vcs ai do CPR poderiam pesquizar com os gauchos que participaram da prova ( Nygaard e Luiz Milano p. ex ) o que aconteceu la no PC porque alguns participantes,,passaram fora do horario naquele posto ,mas no final do Rallye,, foram agraciados com 0 ( zero ) pontos perdidos ????? forte braço aos companheiros ralizeiros gauchos !! Luiz Evandro Águia Campos

    Resposta
  • 7 de abril de 2008 em 00:38
    Permalink

    ok grande Águia
    vou pesquisar nos arquivos do CPR
    Renato Pastro

    Resposta
  • 7 de abril de 2008 em 00:38
    Permalink

    ok grande Águia
    vou pesquisar nos arquivos do CPR
    Renato Pastro

    Resposta
  • 7 de abril de 2008 em 11:06
    Permalink

    Show de relatos do Aguia!!!!!!!!
    Muito legais as fotos e o carro que ele começou a correr não podia ser melhor!!!!!
    Abração a todos.

    Resposta
  • 7 de abril de 2008 em 11:06
    Permalink

    Show de relatos do Aguia!!!!!!!!
    Muito legais as fotos e o carro que ele começou a correr não podia ser melhor!!!!!
    Abração a todos.

    Resposta
  • 8 de abril de 2008 em 01:06
    Permalink

    Parabens Águia! Seu depoimento está maravilhoso!
    Fiquei com saudades dos bons tempos de rallie.
    Beijos da Zuque

    Resposta
  • 8 de abril de 2008 em 01:06
    Permalink

    Parabens Águia! Seu depoimento está maravilhoso!
    Fiquei com saudades dos bons tempos de rallie.
    Beijos da Zuque

    Resposta
  • 15 de abril de 2008 em 13:36
    Permalink

    Relato maravilhoso, sempre quis saber mais sobre o Rallye da Integração Nacional, além de ser fã do Águia. Gostaria de saber se o Águia poderia falar um pouquinho dos Corcel Bino do Grecco. Confesso que tenho um corcelzinho 71 que já está com dois carburadores e pretendo reproduzir um motorzinho daqueles.

    Resposta
  • 15 de abril de 2008 em 13:36
    Permalink

    Relato maravilhoso, sempre quis saber mais sobre o Rallye da Integração Nacional, além de ser fã do Águia. Gostaria de saber se o Águia poderia falar um pouquinho dos Corcel Bino do Grecco. Confesso que tenho um corcelzinho 71 que já está com dois carburadores e pretendo reproduzir um motorzinho daqueles.

    Resposta
  • 24 de julho de 2008 em 18:11
    Permalink

    Aguia
    Que saudades!!!
    Realmente aquele rallye foi muito emocionante.
    Quanto ao PC de Pelotas eu passei no horario.
    Dai o meu quarto lugar.
    E os outros centenas de rallyes que corremos e festejamos juntos?
    Um abração

    Resposta
  • 24 de julho de 2008 em 18:11
    Permalink

    Aguia
    Que saudades!!!
    Realmente aquele rallye foi muito emocionante.
    Quanto ao PC de Pelotas eu passei no horario.
    Dai o meu quarto lugar.
    E os outros centenas de rallyes que corremos e festejamos juntos?
    Um abração

    Resposta
  • 24 de julho de 2008 em 20:05
    Permalink

    Aguia, foi neste rallye que voce ficou conhecido como agúia. Lembra-se? voce foi show na subida de itaipava
    mas….
    abração
    Pericles

    Resposta
  • 24 de julho de 2008 em 20:05
    Permalink

    Aguia, foi neste rallye que voce ficou conhecido como agúia. Lembra-se? voce foi show na subida de itaipava
    mas….
    abração
    Pericles

    Resposta
  • 2 de março de 2009 em 11:41
    Permalink

    Ola Aguia,
    Gostei muito do seu relato e o mesmo traz muita saudade tanto de voce como de varios outros amigos. Bons tempos aqueles. Na epoca acho que estava tão ocupado com os calculos de navegação e preocupado em “segurar” nos primes que não lembro da puxada de tapetão do Grecco. Mas mesmo assim foi uma otima experiência e sobretudo a amizade que cultivamos com todos os participantes de rallyes naquela época.
    Abraços,
    Anthony

    Resposta
  • 2 de março de 2009 em 11:41
    Permalink

    Ola Aguia,
    Gostei muito do seu relato e o mesmo traz muita saudade tanto de voce como de varios outros amigos. Bons tempos aqueles. Na epoca acho que estava tão ocupado com os calculos de navegação e preocupado em “segurar” nos primes que não lembro da puxada de tapetão do Grecco. Mas mesmo assim foi uma otima experiência e sobretudo a amizade que cultivamos com todos os participantes de rallyes naquela época.
    Abraços,
    Anthony

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *