OLD STOCK RACE – A CADA ETAPA A EMOÇÃO DAS CORRIDAS EXTRAPOLA SEU PRÓPRIO LIMITE

A sexta etapa … mas que etapa galera!!! Os Opalas da Old são verdadeiros “cães de guerra”, não fogem a briga e as disputa ms acirradas como emparelhar três numa tomada de curva, isso na pilotagem os melhores pilotos raiz em atividade. Muitos chegam ao palco da velocidade para ver a categoria que define “emoção” no campeonato paulista 2018.  Sem dúvida os opalas “raiz” mais rápidos de todos os tempos!

 

Largada da primeira prova, confusão do barulho já no S do Senna  Foto: Humberto Silva/OSR

 

No primeiro treino de sexta foram para a pista 19 Opalas pela manhã e Pimenta #51 foi o mais rápido com o tempo de 2m00s031, com João Ometto Neto #75 em segundo com 2m00s267 e Renan Guerra #11 marcou 2m00s741. Rafael Lopes #54, líder do campeonato, fez o quarto tempo com 2m00s751.

O segundo treino livre a tarde foi a vez de Rafael Lopes #54 ser o mais rápido com o tempo de 2m00s256. Pimenta #51 foi o segundo com 2m00s291 e Rodrigo Helal #113 fez o terceiro tempo, com 2m00s683. A grata surpresa da categoria e o retorno ao grid de Rodrigo Pimenta bi-campeão da categoria em dupla com Jorge Schuback #25 nas duas ultimas etapa. E mostrou que esse tempo sabático não interferiu na sua pilotagem, largou em segundo e na passagem da linha de chegada na primeira volta estava em primeiro com três carros de vantagem já no S do Senna na corrida 1, mas aí contamos em fotos e vídeo na matéria.

 

Treinos livres de sexta
Fotos: Humberto Silva/OSR

 

A classificação da rodada dupla:

 

O treino classificatório para a formação do grid da primeira corrida da sexta etapa da Old Stock Race teve Rodrigo Helal com o tempo de 1m59s951 garantindo sua primeira pole na categoria. Helal, está de parabéns pelo seu empenho e da sua “família 113” para continuar na briga pelo título tão almejado: “Viemos de uma batida da ultima etapa e estávamos na briga pelo campeonato, arrumamos o carro a tempo de correr a segunda prova, mas fomos desclassificados que nos prejudicou muito. Agora a pole vem num momento importante para continuar sonhando com o titulo, ainda mais largando pela primeira vez na frente do pelotão desde que iniciei na categoria.” Falou Helal como sempre emocionado e agradecido demais a equipe por entregar um Old competitivo. E alinhando ao lado Rodrigo Pementa a bordo do Old #25 e deixando a corrida 2 para o parceiro Jorge Schuback.

 

Confira o grid completo para da primeira corrida da rodada dupla:

 

 

Pos Num Piloto Melhor volta
1 113 Rodrigo Helal 1:59.951
2 25 Jorge Schuback / Rodrigo Pimenta 2:00.386
3 3 Ricardo Alvarez 2:00.720
4 54 Rafael Lopes 2:00.836
5 75 João Ometto Neto 2:01.303
6 38 Vinicius Leite (M)/ Rodrigo Leite 2:01.596
7 11 Robinson Molly/ Renan Guerra 2:01.802
8 23 Fabio Franzoni 2:02.226
9 51 Pedro Pimenta (M) 2:02.367
10 87 Luiz Carlos Zappelini (M) 2:02.574
11 64 Marcos Philippi 2:02.712
12 18 Georges Lemonias (M) 2:03.173
13 93 Felipe Matos 2:03.400
14 45 Daniel Kelemen 2:04.116
15 9 Marco Maragno/ Amaury Biem 2:04.288
16 79 Daniel Alberici 2:05.258
17 5 Carlos Gomes (M) 2:08.749
18 78 Arnaldo dos Santos/ Fausto Camacho (M) 2:10.574
19 10 Karim Machata Neto/ Cristiano Milinski 2:10.619
20 31 Glauco Barros 2:11.234
21 77 China 2:13.497
22 12 Fabio Mencarelli 2:18.313

 

A rodada dupla de domingo:

 

A preparação que antecede as corridas são um dos bastidores mais interessante para se ver. Chefes de equipe e mecânicos fazendo os últimos ajustes, conversação de estratégias para as corridas, que sempre mudam, da primeira para a segunda. E de olho no campeonato para quem tomará o lugar do bi-campeão da categoria Rodrigo Pimenta. E as entrevistas quando conseguimos com os pilotos, e dessa etapa temos Pedro Pimenta, a dupla da Jon Racing – João Ometto Neto e Daniel Alberici e outra dupla do barulho Jorge Schuback e Rodrigo Pimenta, senão vejamos:

 

 

Corrida 1:

 

 

Grid alinhado e volta de apresentação soltaram “as feras” largando para a primeira volta com a disputa nas primeiras posições, e a expressão “foi com muita sede ao pote”, define o “car crash” no S do Senna. E mais precisamente na curva da junção, Helal perdeu rendimento sendo ultrapassado pelo pelotão, tirando assim sua chance de um bom resultado. E Rodrigo Pimenta que assumiu a ponta trazendo Pimenta #51, Rodrigo Leite #38, João Ometto Neto, Felipe Matos #93, Renan Guerra #11 e  Ricardo Alvarez #3, formando um pelotão que se alternavam em suas posições. Rodrigo Pimenta na quinta volta da corrida teve problemas com rolamento de embreagem, deixando o comando da corrida para outro Pimenta, com Rodrigo Leite #38 na sua cola. Helal, que voltou à prova após solucionar o problema elétrico voltou na sexta volta passou a seguir o pelotão da frente.

 

 

 

 

Um toque entre Pimenta e Rodrigo Leite, Pimenta saiu prejudicado perdendo várias posições e possibilitou a chegada de Grego Lemonias #18 (largou em 12º e já na quinta volta era o segundo) a Rodrigo Leite #38 na disputa da corrida.

 

 

Ao final, Rodrigo Leite cruzou a linha de chegada em primeiro, mas por conta da batida em Pimenta, teve 20 segundos acrescido em seu tempo total, caindo para sexto colocado, sendo declarado vencedor da prova o piloto Grego Lemonias, com João Ometto Neto em segundo, Felipe Matos em terceiro, Pimenta em quarto e Renan Guerra em quinto.

 

 

 

“Foi muito bom, estamos buscando esta vitória desde o inicio, tentamos algumas vezes mas não aconteceu, tivemos algumas quebras, mas desta vez, larguei em 12º, fiz ótimas ultrapassagens e cheguei no líder ate ficar muito próximo. Uma pena não ultrapassá-lo na pista, tínhamos carro pra isso mas infelizmente o Helal estava entre nós e isso deu fôlego pro Rodrigo Leite se distanciar e eu perder contato com ele. Com a penalização do Leite recebemos a noticia da alteração do resultado e já que a vitória veio assim, estou grato da mesma forma.” … Grego Lemonias, que também corre na classe Old Man para pilotos acima de 55 anos.

 

Foto: Humberto Silva/OSR

 

Pódio da geral:

 

Foto Barbara Bonfim/OSR

 

Pódio Old Man:

 

Foto Barbara Bonfim/OSR

 

Corrida 2:

 

 

O grid da corrida 2 com Grego Lemonias e João Ometto Neto completando a primeira fila. Na primeira volta Grego com problema na pedaleira do freio, foi ficando volta a volta fora da disputa das primeiras posições e João Ometto Neto assumiu a primeira posição. Pimenta e Renan Guerra também ultrapassaram o Opala #18.

 

 

O destaque da corrida e não poderia ser diferente, porque largando no final do pelotão teve que escalar para chegar ao pelotão de frente o piloto Rafael Lopes. Na ponta, João Ometto Neto mantinha bom ritmo seguido de Pimenta, Renan Guerra e Rodrigo Helal que se alternavam.

 

 

Na metade da corrida Rafael assumiu a ponta na subida da Curva do Café. Rodrigo Helal, cruzando a linha de chegada em segundo. Renan foi o terceiro, Grego o quarto e completando o pódio, João Ometto Neto em quinto e Ricardo Alvarez em sexto.

 

Foto: Humberto Silva/OSR

 

 

Pódio da geral:

 

Foto Barbara Bonfim/OSR
Pódio Old Man:

 

Foto Barbara Bonfim/OSR

 

Opala 250

 

A categoria de acesso a Old Stock, está escrevendo a sua própria história! E toda etapa cresce mais e com promessas para 2019 de um grid bem atraente, fora os Opalas a “Velha Dama” já tem companhia e não tem como negar que chamará atenção de todos!

 

 

 

Foto: Conexão Saloma

 

 

Classificação após 7ª Etapa:

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

A “Velha Dama”, já tem companhia, mais uma Caravan com layout de ambulância, mas porque? Ela esteve por muitos anos em operação como Ambulância Oficial da Caloi e nada mas original do que manter seu layout de nascença, mesmo porque ela veio da montadora configurada para tal. Olhem aqui -“A Doutora”:

 

 

 

[REPRODUÇÃO]

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Um comentário em “OLD STOCK RACE – A CADA ETAPA A EMOÇÃO DAS CORRIDAS EXTRAPOLA SEU PRÓPRIO LIMITE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *