FÓRMULA 1 – O PÓS CORRIDA DO GP DO JAPÃO EM SUZUKA #2018

Outro fim de semana perfeitamente perfeitamente brilhante no Japão para Lewis Hamilton aumentar a liderança do campeonato com 67 pontos sobre Sebastian Vettel, e uma dobradinha em Suzuka aumenta também a vantagem para o título da Mercedes co Campeonato de Construtores sobre a Ferrari.

 

Lewis Hamilton com a mão no título de 2018   Foto FIA.com/divulgação

 

Mas, como o Diretor de Motorsport da F1 Ross Brawn diz, nem tudo está perdido ainda para a Scuderia de Maranello, e ainda pode reagrupar seus esforços para as últimas quatro “batalhas” que virão. Em outra parte, Ross elogia o progresso impressionante feito pela equipe da Force India renascida das cinzas financeiras, saúda o Super Circuito de Suzuka e seus fãs incríveis, no 30º corrida no lendário do circuito.

“Back-to-back” vitórias na Alemanha e na Hungria compensou a decepção do campeão em Silverstone sua casa, onde ficou claro que Sebastian Vettel tinha um pacote técnico mais competitivo que a Mercedes nesta era híbrida.

De Hockenheim até à data atual, Lewis pegou 168 pontos de um máximo possível de 175, enquanto sua rival só conseguiu 93. Em alguns fins de semana, Hamilton foi a nota perfeita, enquanto em outros a equipe o ajudou a ter um resultado 10, como foi o caso em Sochi, ou eles simplesmente se beneficiaram com os erros dos outros. Que significa que ele tem uma vantagem de 67 pontos e só precisa marcar mais oito pontos do que Vettel para igualar total dos títulos de Juan Manuel Fangio.

 

Como foi o caso no ano passado, em setembro e outubro Ferrari parece ter saído dos trilhos   Foto FIA.com/divulgação

 

Até Monza, a Scuderia parecia capaz de lutar por ambos os títulos pelo desempenho até ali, mas as viagens para Singapura, Rússia e Japão colocou um fim nisso, especialmente na classificação de pilotos. É óbvio até mesmo uma breve análise de forma como o carro se comporta porque a Ferrari tem um forte pacote técnico, graças aos esforços dos últimos anos, que viu a equipe fechar uma lacuna técnica para Mercedes que tinha se desenvolvido desde a introdução das unidades híbridas de energia em 2014.

Comparado ao ano passado, em confiabilidade, mesmo, a Ferrari melhorou. Então, onde está o problema? Não há dúvida de que o choque da morte súbita de seu líder, Sergio Marchionne, que tinha sido uma forte referência na equipe, terá um grande impacto, e isso é totalmente compreensível.

Pilotos, engenheiros e na gestão de ambos ganham e perdem juntos, o que é uma regra em todos os esportes, não apenas na Fórmula 1. Todos em Maranello sabem disso. Agora é o momento para tentar mudar as coisas e terminar em grande estilo uma temporada que tem muitos aspectos positivos.

 

Max Verstappen se transformou em pior pesadelo de Ferrari em Suzuka   Foto FIA.com/divulgação

 

Ele e Kimi Räikkönen se estranharam no final da primeira volta, que lhe valeu uma penalização de cinco segundos, e o finlandês não só perdeu o quarto lugar para seu companheiro de equipe Vettel, mas a aerodinâmica de seu carro foram comprometidos, especialmente na frente.

Algumas voltas mais tarde um outro incidente, desta vez com Vettel, e o alemão perdeu quando sofreu danos, girando depois do toque e caindo para P19. Desta vez, os comissários marcaram como um incidente de corrida.

 

 

Independentemente disso, Max demonstrou que, nesta pista, a Red Bull poderia lutar com a Ferrari e a Mercedes de Valtteri Bottas em igualdade de condições. De fato, o holandês perseguiu Bottas que estava em segundo lugar até final, mas não teve oportunidade passagem.

Na outra Red Bull, Daniel Ricciardo também deu um grande show, começando o GP na 15º lugar no grid. Foi mais uma grande administração de corrida até o fim, como Verstappen em Sochi. Red Bull são, sem dúvida, um carro bem acertado mas a confiabilidade da Renault, deixa a desejar, pena porque era uma relação que trouxe tanto sucesso e glória para a equipe chega ao fim.

 

A luta para o resto do grid fica mais acirrada a cada corrida que passa com a Force India se superando a cada prova  Foto FIA.com/divulgação

 

As pessoas que trabalham em Silverstone pode estar extremamente orgulhosas do que eles conquistaram este ano, em circunstâncias muito difíceis. O total de pontos da equipe renasce e Sergio Pérez e Esteban Ocon terem trazido para casa mais de 100 pontos entre eles, o que é impressionante, dadas as restrições em que a equipe estava trabalhando.

Eles poderiam fazer ainda melhor do que a sua atual colocação em sétimo lugar, como o sexto colocado a McLaren são apenas 15 pontos à frente e ao longo das últimas cinco corridas a equipe de Woking só pegou seis pontos em comparação com 43 para Force India.

Só isso já é motivação para os pilotos, especialmente Ocon, que atualmente está sem oportunidade para 2019, enquanto Pérez, o único piloto de fora das três principais equipes para chegar ao pódio este ano, deve estar olhando para colocar em um bom show para os fãs em sua corrida em casa no final deste mês.

 

Top 5 – Momentos | GP do Japão:

 

 

Resultado do GP do Japão, no circuito de Suzuka:

 

Pos Piloto Tempo Pts
1

L. Hamilton

Mercedes·#44
1:27:17.062 25
2

V. Bottas

Mercedes·#77
+12.919s 18
3

M. Verstappen

Red Bull·#33
+14.295s 15
4

D. Ricciardo

Red Bull·#3
+19.495s 12
5

K. Raikkonen

Ferrari·#7
+50.998s 10
6

S. Vettel

Ferrari·#5
+69.873s 8
7

S. Perez

Racing Point·#11
+79.379s 6
8

R. Grosjean

Haas·#8
+87.198s 4
9

E. Ocon

Racing Point·#31
+88.055s 2
10

C. Sainz Jr.

Renault·#55
+1 volta 1
11

P. Gasly

Toro Rosso·#10
1 volta 0
12

M. Ericsson

Sauber·#9
1 volta 0
13

B. Hartley

Toro Rosso·#28
1 volta 0
14

F. Alonso

McLaren·#14
1 volta 0
15

S. Vandoorne

McLaren·#2
1 volta 0
16

S. Sirotkin

Williams·#35
1 volta 0
17

L. Stroll

Williams·#18
1 volta 0
18

C. Leclerc

Sauber·#16
Não terminou 0
19

N. Hulkenberg

Renault·#27
Não terminou 0
20

K. Magnussen

Haas·#20
Não terminou 0

 

 

Classificação de 2018
Pos. Piloto Pontos Vitórias Pódios
1
L. HamiltonMercedes
331 9 14
2
S. VettelFerrari
264 5 10
3
V. BottasMercedes
207 0 8
4
K. RaikkonenFerrari
196 0 9
5
M. VerstappenRed Bull
173 1 7
6
D. RicciardoRed Bull
146 2 2
7
S. PerezRacing Point
53 0 1
8
K. MagnussenHaas
53 0 0
9
N. HulkenbergRenault
53 0 0
10
F. AlonsoMcLaren
50 0 0
11
E. OconRacing Point
49 0 0
12
C. Sainz Jr.Renault
39 0 0
13
R. GrosjeanHaas
31 0 0
14
P. GaslyToro Rosso
28 0 0
15
C. LeclercSauber
21 0 0
16
S. VandoorneMcLaren
8 0 0
17
L. StrollWilliams
6 0 0
18
M. EricssonSauber
6 0 0
19
B. HartleyToro Rosso
2 0 0
20
S. SirotkinWilliams
1 0 0

 

 

O “Live do Castilho”:

 

Castilho de Andrade fala sobre o fiasco da Ferrari no Japão

Posted by GP Brasil de F1 on Monday, October 8, 2018

[reprodução]

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *