FÓRMULA 1 – A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DE LEWIS HAMILTON

Foi um incrível fim de semana para Lewis Hamilton. No sábado, uma volta Q3 incrível resultou em uma pole position que o colocou na pole no domingo, quando ele dominou a corrida do início ao fim.

 

Foto divulgação Fia.com

 

O resultado do GP conta a história de como o intocável Lewis foi no final de semana “um masterclass” em extrair o máximo da Mercedes e gerências os pneus sempre que possível. A vitória foi passo importante, se ainda não o decisivo, em seu duelo com Sebastian Vettel. É também prova de que Mercedes, a força dominante desta época híbrida, ainda está trabalhando para melhorar em áreas onde talvez tenha perdido algum terreno nos últimos tempos par sua arquirrival.

 

Foto divulgação Fia.com

 

Mercedes ganhou quatro das últimas cinco corridas em do GP de Cingapura, mas neste final de semana foi tão competitiva não dando chances com seu piloto principal. Há muitas explicações possíveis para isso, começando com um carro que, ao contrário do ano passado, parece melhor adaptado às perfil de pista como esta. Há também a capacidade inquestionável para tirar o máximo proveito dos pneus, como pode ser visto a partir do fato de que na qualificação Mercedes teve o carro mais rápido no setor três da pista, provando que eles poderiam fazer que os pneus durassem uma volta inteira, que não foi o caso da Ferrari. Por último, mas não menos importante, há Lewis, um piloto renovado e foco no seu título. Quando você está no topo, não há espaço para complacência, um mantra que Mercedes e seus pilotos campeões continuar a seguir com calma!

 

Foto divulgação Fia.com

 

Enquanto a Mercedes deixa Cingapura com alto astral, a Ferrari se mantém preocupada com seu resultado em Marina Bay, e nas últimas semanas. Após as férias de verão, a equipe italiana foi dominante, vencendo em Spa e ficando ambos os carros na primeira fila em Monza. No entanto, desde então, o encanto foi quebrado.

Na corrida, Sebastian Vettel e sua equipe optaram por uma estratégia agressiva, colocando cedo os pneus UltraSoft, em vez do mais óbvio Softs, precisamente porque eles sabiam que não podiam ganhar na lógica. A aposta não pagou, mas foi provavelmente um tiro pela culatra. A diferença em ambos os campeonatos, pilotos e construtores, ainda não são insuperável, mas é significativo, especialmente contra um rival forte do hábito de ganhar. Ferrari pode contar com um carro que tem sido sempre competitivo e sobre os pilotos que sabem lutar por um título, mas agora eles precisam reinventar a roda, a partir de Sochi.

 

Foto divulgação Fia.com

 

Max Verstappen comemorou o segundo lugar em grande estilo e foi bem merecido, como o jovem holandês espremido até a última gota do desempenho no seu Red Bull, em primeiro lugar quando inesperadamente colocá-lo na linha da frente no sábado e, em seguida, no domingo, com uma unidade motriz impecável e mostrou maturidade real.

 

Foto divulgação Fia.com

 

Fernando Alonso se declarou ser “muito feliz” na noite de domingo em Cingapura e seu sétimo lugar significava que ele poderia reivindicar ser o ‘melhor do resto’ e o único piloto de fora das três principais equipes para terminar na mesma volta que o vencedor.

 

Foto divulgação Fia.com

 

Em uma pista onde as ultrapassagens são longe de ser fácil, houve uma abundância de bons duelos, longas batalhas muito disputadas, como entre Sergio Pérez e Sergey Sirotkin, que deu tudo de si, às vezes quebrando as regras. Alguns duelos fez-se pensar em um jogo de esgrima, por exemplo, a luta entre Charles Leclerc e Pierre Gasly, dois jovens talentosos que no próximo ano será na Ferrari e Red Bull, respectivamente.

No total, foi um grande show, que o público e os telespectadores em casa apreciaram, cheio de emoção e determinação e um par de faltas que exigiam do juiz a apitar. Todos os pilotos lutaram até o fim, mesmo que pontos ou um pódio estavam fora de questão (no pelotão detrás).  A nova administração da F1 está num processo que está começando a tomar forma, inicialmente na forma de mudanças previstas para serem introduzidas em 2019, antes de mudanças ainda mais abrangente que entrarão a partir de 2021 em diante.

Ao mesmo tempo, estão trabalhando na criação de um ambiente em que um maior número de equipes podem lutar pelas primeiras posições. Há muito a fazer, podemos assegurar que a Fórmula 1 tem enorme potencial que está sendo implantado.

Isso é o que os fãs querem e, não vamos esquecer que, coletivamente, eles são “o maior patrimônio do esporte”.

 

RESULTADO DO GP DE SINGAPURA:
Pos Piloto Tempo Pts
1

L. Hamilton

Mercedes·#44
1:51:11.611 25
2

M. Verstappen

Red Bull·#33
+8.961s 18
3

S. Vettel

Ferrari·#5
+39.945s 15
4

V. Bottas

Mercedes·#77
+51.930s 12
5

K. Raikkonen

Ferrari·#7
+53.001s 10
6

D. Ricciardo

Red Bull·#3
+53.982s 8
7

F. Alonso

McLaren·#14
+103.011s 6
8

C. Sainz Jr.

Renault·#55
+1 volta 4
9

C. Leclerc

Sauber·#16
+1 volta 2
10

N. Hulkenberg

Renault·#27
+1 volta 1
11

M. Ericsson

Sauber·#9
+1 volta 0
12

S. Vandoorne

McLaren·#2
+1 volta 0
13

P. Gasly

Toro Rosso·#10
+1 volta 0
14

L. Stroll

Williams·#18
+1 volta 0
15

R. Grosjean

Haas·#8
+1 volta 0
16

S. Perez

Racing Point·#11
+1 volta 0
17

B. Hartley

Toro Rosso·#28
+1 volta 0
18

K. Magnussen

Haas·#20
+2 voltas 0
19

S. Sirotkin

Williams·#35
+2 voltas 0
20

E. Ocon

Racing Point·#31
Não concluiu 0
CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO DE PILOTOS DE  2018:
Pos. Piloto Pontos Vitórias Pódios
1
L. HamiltonMercedes
281 7 12
2
S. VettelFerrari
241 5 9
3
K. RaikkonenFerrari
174 0 9
4
V. BottasMercedes
171 0 6
5
M. VerstappenRed Bull
148 1 6
6
D. RicciardoRed Bull
126 2 2
7
N. HulkenbergRenault
53 0 0
8
F. AlonsoMcLaren
50 0 0
9
K. MagnussenHaas
49 0 0
10
S. PerezRacing Point
46 0 1
11
E. OconRacing Point
45 0 0
12
C. Sainz Jr.Renault
38 0 0
13
P. GaslyToro Rosso
28 0 0
14
R. GrosjeanHaas
27 0 0
15
C. LeclercSauber
15 0 0
16
S. VandoorneMcLaren
8 0 0
17
L. StrollWilliams
6 0 0
18
M. EricssonSauber
6 0 0
19
B. HartleyToro Rosso
2 0 0
20
S. SirotkinWilliams
1 0 0

 

DROPS F1:

 

O Melhor do Radio das Equipes| Singapore Grand Prix #2018:

 

Momento Top 5 | Singapore Grand Prix #2018:

 

Onboards | Singapore Grand Prix #2018:

 

E a Volta Campeã de Lewis Hamilton na Volta da Pole (Locked 360 Camera) | Singapore Grand Prix #2018:

 

Não pode faltar o “Live do Castilho”, o melhor “F1 Report” :

 

[reprodução]

Luiz Salomão

Blogueiro e arteiro multimídia por opção. Dublê de piloto do "Okrasa" Conexão direta com o esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *